Especiais

Survival Story of a Sword King in a Fantasy World: uma boa sopa de cliché

16 minutos para a leitura
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on pocket

A cada ano que se passa, os manhwas vêm ganhando notoriedade no Brasil e aparecendo mais em nossas vidas. Já temos até alguns webtoons licenciados no país, que distribuem de maneira legal os mais diversos títulos.

Caso nunca tenha ouvido falar de “manhwa”, temos um artigo que explica a diferença entre manhwa, mangá e manhua. E nos manhwas, talvez o gênero predominante seja o famigerado isekai.

Isekai é um gênero ”recente”, mas que já se encontra saturado, pois muitas obras procuram seguir um padrão Kirito genérico de ser, pouco se arriscando em caminhos ainda não trilhados.

Contudo, também temos boas histórias. Uma ótima história desse gênero “cansado” que vem se destacando e ganhando cada vez mais força é Solo Leveling (mesmo que o assunto “SL ser ou não ser isekai” ainda seja bem debatido na comunidade).

Entretanto, o que venho trazer aqui para você, leitor(a), não é um manhwa ”tipo Solo Leveling”, mas sim um manhwa único, bem feito e incrivelmente divertido para os padrões coreanos.

Pegue One Punch Man + Solo Leveling e use a carta de polimerização do Yu-Gi-Oh, e eis que teremos Survival story of a Sword King in a Fantasy World.

Do que se trata?

Survival Story of a Sword King in a Fantasy World é um manhwa lançado em 2019, do autor Kwan Sun Kyu, que conta a história de Ryu Han-Bin, também chamado de Eric, que é uma pessoa comum que havia acabado de ser dispensado do serviço militar obrigatório, quando foi enviado para outro mundo.

Eric Survival story of a Sword King in a fantasy world

Porém, nesse outro mundo, o protagonista recebe um ”sistema auxiliar”, só que bugado.

Pois é, o mesmo que deveria servir como um guia para ele sobreviver nesse novo mundo, está repleto de erros, dificultando a vida do Han-Bin.

Não só parece, como é, uma premissa simples. A diferença mora no desenvolvimento da história.

Ou seja, a receita é a mesma de qualquer Isekai, mas o diferencial está em como o autor preparou e misturou os elementos do gênero.

É isekai sim!

Desde o início, está mais do que claro que o protagonista foi invocado em outro mundo e encontra-se em um universo que é similar a de um jogo. Porém, as convenções desse gênero acabam aí.

Não é nenhum spoiler, já que o título do manhwa (já deixa isso claro com o termo ”Sword King”) que Han-Bin torna-se um dos jogadores mais poderosos desse universo.

E o melhor é que o protagonista ascende ao seu poder é muito crível, convincente e criativo.

Eric desesperado por não conseguir upar Survival story of a Sword King in a fantasy world

Digo isso com base no meu conhecimento pessoal que se baseia em diversas obras do tipo, que a forma que foi feita é simples, porém inovadora.

Talvez o desenvolvimento de sua evolução pudesse ter sido um pouco mais lento. Mas, como trata-se de uma obra de ação, desenvolver algo dramático pode acabar tornando-se difícil pela falta de apelo popular, já que essa obra é claramente direcionada para um público mais jovem.

Uma arte única

O fato é que Survival Story of a Sword King in a Fantasy World, assim como a grande maioria dos manhwas, tem uma arte incrível, de encher os olhos, com momentos inspiradíssimos do autor que consegue nos dar a sensação de que as figuras naquelas páginas estão em movimento.

Eric lutando contra um cão selvagem e mostrando o dedo do meio para ele Survival story of a Sword King in a fantasy world

Esse fato se deve a direção de arte, que é comum na maioria dos manhwas. Além de belíssimas, muitas vezes empregam um certo estilo visto mais em animes/filmes do que em obras como mangás.

Terraqueos no mundo de Survival story of a Sword King in a fantasy world

Entretanto, certamente muita gente confunde qualidade, com estilo de desenho.

Mesmo que na maioria das vezes esses dois elementos possam estar associados: a qualidade de arte altíssima somada a um traço que, no geral, é considerado padrão pela grande parte do público.

Porém, isso não é uma regra. Muitas vezes o desenhista opta por um estilo de desenho diferente, no intuito de passar uma mensagem de maneira indireta para o expectador.

Exemplos de animes de qualidade, porém com traços fora do padrão, são as animações do Studio Ghibli, obras como Devil Man Cry Baby e Keep Your Hands Off Eizouken!, e até mesmo algumas cenas de One-Punch Man, em que o desenhista, para ilustrar o tédio do Saitama, escolhe desenhá-lo de maneira simplória.

Survival Story of a Sword King in a Fantasy World, na minha opinião, nesse quesito técnico, se assemelha e muito a One-Punch Man. Nas cenas de ação tem artes incríveis, com lutas dignas de admiração.

Comparação de Saitama e Eric

Além disso, nas cenas de comédia, o autor escolher um design mais simples trazendo sutileza ao que está acontecendo e deixando os traços mais cômicos.

Comparação de Eric e Saitama

A comédia talvez engraçada

Humor é algo extremamente relativo e individual. Ou seja, algo que pode ser engraçado para mim, definitivamente pode não ser engraçado para você. O André fala bem sobre isso nas nossas recomendações de comédia.

Somado a isso, ainda temos nossas influências externas e experiências anteriores que nos fazem ser mais suscetíveis a determinado tipo de humor.

Enfim, o fato aqui é: talvez você não ache Survival Story of a Sword King engraçado, porém ele é declaradamente de comédia.

Mas, uma coisa é certa, se você deu risada com o humor de One Punch acredito que você tenha boas chances de se divertir com esse manhwa.

Outro ponto de destaque é que muitas obras de humor do oriente são limitadas ao humor deles lá, o que muitas vezes acaba não sendo algo engraçado para nós do ocidente.

Eric incredulo pela quantidade de xp que ele precisa para upar Survival story of a Sword King in a fantasy world

Entretanto, o manhwa é genuinamente engraçado, com um humor pontual e acultural (acho).

A ação bem empregada!

Desde o inicio desse manhwa, temos cenas incríveis e memoráveis de lutas do protagonista. Suas dificuldades iniciais tornam a experiência ainda mais interessante.

Ponto alto (na minha opinião) é que de inicio Han-Bin (o protagonista) possui apenas 3 skills disponíveis: estocada, corte horizontal e corte vertical.

Habilidades de Eric de Survival story of a Sword King in a fantasy world

A forma inventiva que ele usa essas skills é bem interessante, sendo que o mesmo consegue desenvolver uma ”sub skill” a partir dessas chamada ”Cross Impact”.

Impacto cruzado

Porém, a medida que a história avança os desafios se tornam mais fáceis, sendo que o mesmo é capaz de derrotar qualquer monstro com apenas um único golpe.

Até mesmo monstros considerados fortes e perigosos, Eric os derrota sem ao menos sacar sua gigantesca espada.

Outros pontos ímpares são cenas pontuais onde o autor consegue trazer momentos marcantes com uma única imagem, como essa:

Eric muito puto prestes a dar um soco

O drama também é presente

Apesar de ser considerado um manhwa de ação/comédia, a trama principal é envolta a um drama bem interessante, apesar de pouco desenvolvido.

Meu objetivo aqui é trazer um parâmetro geral da história, porém não dar spoilers. É difícil falar do drama, sem falar da história em si.

Alguns manhwas se perdem em histórias muito complexas, com diversos reinos, guildas, tramas politicas intrincadas etc. Porém, o universo desse manhwa é aparentemente simples e de fácil entendimento.

Ao mesmo tempo, o autor conseguiu desenvolver outros elementos secundários, mas sem deixar pesada e cansativa de ler.

Inegavelmente, o pano de fundo dramático do protagonista é bem interessante. O que ele passou para chegar até onde chegou é capaz de tirar a sanidade de qualquer um naquela situação.

Cena Eric comendo pela primeira vez no mundo de Survival story of a Sword King in a fantasy world

Assim como nas cenas de ação, o autor consegue levantar o pesar de algumas ações com uma simples imagem.

Eric sozinho
Eric com uma expressão sombria

Finalizando…

Survival story of a Sword King in a Fantasy World é um manhwa para aqueles que gostam de Isekai. Porém, mais do que isso, é para aqueles que apreciam uma história divertida, leve e repleta de ação.

Os manhwas e as webtoons estão ganhando cada vez mais espaço no Brasil e no mundo. É inquestionável que essa é uma nova tendência do mercado, cada vez mais títulos estão sendo traduzidos em nosso país.

Talvez, esse título não seja tão bom quanto tantos outros que estão saindo, como Leviathan e Solo Leveling que eu já trouxe para comentar aqui na Cúpula.

Além disso, como estou lendo manhwas a somente mais ou menos um ano, meu acervo ainda é restrito, podendo acarretar em uma super valorização da obra.

Porém, tenho convicção de que Survival Story of a Sword King in a Fantasy World é um ponto fora da curva.

Eai, você já leu esse manhwa? Gostou?! Não Gostou?!

Deixa aí nos comentários sua impressão sobre esse manhwa. E caso você tenha alguma recomendação, comenta também para aumentarmos nosso acervo juntos!

Escrito por

Pedro Bernardes

Profissional de Educação Física

Cult | Atleta | Leitor compulsivo

Belo Horizonte - MG

Comentários da cúpula
Andre UggioniAndré Uggioni
"...Kwan Sun Kyu, que conta a história de Ryu Han-Bin, também chamado de Eric". KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK wtf

Gostou do artigo?

Comente abaixo sua opinião sobre o assunto e convide o autor da postagem para conversar!

Se inscreva e receba
novidades exclusivas
da cúpula do trovão!

Ir para o topo