Notícias

Após complicações, Crunchyroll é banida na Rússia

4 minutos para a leitura
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no pocket

E mais uma vez a Rússia inviabiliza o acesso aos animes. Dessa vez o fato ocorreu com a streaming Crunchyroll. Todavia, as medidas tomadas pelo país não parecem tão absurdas. Mas é cabível interpretações. Enfim, a problemática consistiu no fato da plataforma estar desobedecendo as leis do país.

De acordo com o Roskomnadzor (Serviço Federal de Supervisão de Telecomunicações, Tecnologias da Informação e Mídia), alguns animes presentes no catálogo estavam sendo distribuído de forma equivocada. Segundo eles, tais animes deveriam estar notificados com a indicação de +18.

E esta não é a primeira vez que a Rússia encontra problemas nas mensagens dos animes. Já noticiamos anteriormente sobre a visão do país em considerar determinadas obras violentas e nocivas.

Ademais, embora a plataforma tenha sofrido esse revés, o acesso via aplicativo para dispositivos móveis ainda se mantém em funcionamento. Além do mais, segue abaixo os animes listados pelo órgão federal:

  • DarlinG in the FranXX;
  • Konohana Kitan;
  • Ore ga Suki nano wa Imouto dakedo Imouto ja Nai (My Sister, My Writer);
  • Tsugumomo;
  • Tenshi no 3P! (Angel’s 3Piece!);
  • Girly Air Force.

A problemática envolvendo os animes da Crunchyroll

Segundo a Roskomnadzor, os animes acima não foram devidamente catalogados no site. E, como supracitado, essas obras dispõem de conteúdo adulto. Contudo, é importante ressaltar que essa percepção é a partir das diretrizes da Rússia.

Ou seja, por mais que possa haver comentários de como “não tem nada a ver”, não se trata de uma visão geral, mas sim de uma região. E neste ponto, podem haver discussões. Aliás, será que é de fato agressiva essa decisão?

Particularmente, não conheço todos os animes elencados acima, então não posso opinar com base nisto. Todavia, talvez, de acordo com as leis do país, se apenas os animes e não a plataforma sofresse, seria menos prejudicial.

Sobretudo, a ideia de penalizar por animes com conteúdo +18 não estarem notificados que são +18, uma vez que já houve uma petição dos envolvidos, não parece tão absurda. Afinal de contas, isto é algo necessário. Por mais que não se respeite a classificação, o mínimo é deixá-la notória.

Por fim, a Crunchyroll emitiu um comunicado sobre o banimento. Confira abaixo:

Crunchyroll é banida da Russia

Amigos, por motivos alheios à Crunchyroll, alguns utilizadores podem ser impedidos de aceder à versão desktop do serviço. A nossa equipa está a trabalhar da melhor forma para resolver a situação o mais rápido possível. Pedimos desculpas pelo transtorno e esperamos a vossa compreensão.

E você, o que achou deste banimento da Rússia? Deixe nos comentários.

Fonte: OtakuPT

Escrito por

Welerson Silva

Jornalista e Escritor

Youtuber | Escrita cabeçuda

Brasília - DF

Gostou do artigo?

Comente abaixo sua opinião sobre o assunto e convide o autor da postagem para conversar!

Se inscreva e receba
novidades exclusivas
da cúpula do trovão!

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Ao navegar nele você está aceitando nossa política de privacidade.
Gosta de animes e mangás? Conheça o nosso podcast!