Notícias

Peleliu: Guernica of Paradise ganhará anime e mangá spinoff!

4 minutos para leitura
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no pocket

A ultima edição publicada da revista Young Animal, onde Peleliu: Guernica of Paradise é publicado desde 2016, trouxe consigo a revelação de que o quadrinho receberá uma adaptação para anime e também um mangá spinoff.

Infelizmente não foram divulgadas muitas informações, então teremos de aguardar para saber que estúdio assumirá o projeto e qual será o formato produzido. Assim como o mangá spinoff também não possui data de lançamento prevista.

A obra, que ainda não tem previsão de publicação aqui no Brasil, foi nomeada para o 25° Premio Cultural Osamu Tezuka este ano.

Capa do Volume um de Peleliu, com Tamaru bem no centro

Primeiramente, não se deixe enganar pela aparência “simples” e até “fofa” do mangá (Made in Abyss mandou lembranças). A demografia Seinen dele não é atoa. O autor Kazuyuki Takeda se esforça para mostrar a realidade da guerra na história, os personagens podem ser fictícios, mas todas as batalhas ali são inspiradas em acontecimentos reais.

Assim, esse quadrinho é um prato cheio para quem gosta de Drama e obras com ambientações históricas. Não sei vocês, mas tenho fascínio por mangás e animes que retratem períodos históricos do Japão. A exemplo disso, estou bem ansioso com a estreia de Yasuke agora no fim de Abril.

Além disso, não é de hoje que comento sobre o amor que possuo por Vagabond, de Takehiko Inoue. Cujo mangá retrata, lindamente, a vida de Musashi utilizando o romance Musashi escrito por Eiji Yoshikawa, como inspiração.

Então o que exatamente é Peleliu: Guernica of Paradise?

Peleliu: Guernica of Paradise (Peleliu: Rakuen no Guernica) surgiu como um One Shot em 2015, porém devido ao sucesso que atingiu acabou se tornando uma serie em 2016 e continua em publicação atualmente.

O mangá possui ambientação histórica, e é escrito e ilustrado por Kazuyuki Takeda. Para escrevê-lo ele visitou não só a ilha de Peleliu, como conversou com alguns sobreviventes e recebeu ajuda do historiador Masao Hiratsuka. A intensa batalha, que começou em 1944 e durou vários meses na pequena ilha, tirou a vida de pelo menos onze mil japoneses e quase dois mil americanos.

Ele retrata a vida dos soldados nipônicos na ilha durante o período da Batalha, na Segunda Guerra Mundial. A pequena ilha Peleliu pertencente a República de Palau, e fica em torno de 3000km de distância do Japão.

Protagonistas de Peleliu em referencia a Iwo Jima
Referencia a Iwo Jima, outra batalha Japonesa da Segunda Guerra (Assistam Cartas de Iwo Jima, é um ótimo filme)

Acompanhamos o personagem principal Tamaru, que sonha em voltar para casa após a guerra para se tornar um mangaká. O autor se esforça para demonstrar na história, que todas aquelas pessoas que foram para guerra, eram pessoas simples, humanos como todos nós, com suas qualidades e defeitos, sonhos e medos.

Tamaru nunca se esquece de pensar nos outros , mesmo no terrível campo de batalha, e faz desenhos em seu caderno sempre que há momentos de paz. Sua humanidade atrai o leitor e faz sentir como se estivessem compartilhando algo juntos.

Fonte: OtakuPT, ANN, The Mainichi

Escrito por

Luiz Rudolf (Matahashi)

Escritor e Faz Tudo

Curioso, Mangázeiro e defensor de Slam Dunk.

São José dos Pinhais - PR

Gostou do artigo?

Comente abaixo sua opinião sobre o assunto e convide o autor da postagem para conversar!

Se inscreva e receba
novidades exclusivas
da cúpula do trovão!

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Ao navegar nele você está aceitando nossa política de privacidade.
Gosta de animes e mangás? Conheça o nosso podcast!