Regra de 3

RegraDe3 | BNA: Brand New Animal é absurdamente divertido (e lindo)!

9 minutos para leitura

Em nossas RegrasDe3, os autores assistem os 3 primeiros episódios de um anime novo lançado na respectiva temporada. Após isso, eles escrevem uma análise sobre esse começo da obra, sendo uma espécie de primeiras impressões. Fique atento: a RegraDe3 é uma visão baseada APENAS nesses 3 primeiros episódios, NÃO sobre o anime inteiro.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no pocket

Quando parei para ver os animes da temporada e escolher quais eu acompanharia, algo me chamou a atenção, e isso foi BNA: Brand New Animal.

Sua arte era bem o meu estilo, o design de personagens parecia on-point, só o furry (mistura de animais com pessoas) me deixou um pouco desconfiado. Enfim, fiquei muito interessado e decidi acompanhar.

brand new animal bna temporada 2020
  • Gênero: Aventura, Fantasia
  • Demografia: Shounen
  • Estúdio: TRIGGER
  • Fonte: Original
  • Episódios: 12
  • Novos episódios: Quarta-Feira

BNA: Brand New Animal é um anime original do estúdio Trigger, responsável por animes como Kill la Kill, Promare (que temos uma análise na Cúpula) e Little Witch Academia.

O estilo de arte deles é bem único, tanto que todos esses animes tem essa “marca Trigger”, mas tenho que dizer que me agrada muito.

OBS: Na verdade isso aqui é uma regra de 6, porque lançaram antecipadamente os episódios, não consegui me controlar e assistir só 3.

OBS2: Tome um shot (se for maior de idade) toda vez que ler homem-besta.

Afinal, sobre o que é BNA?

Dando uma breve sinopse, BNA: Brand New Animal nos introduz a um mundo onde, além de humanos, temos híbridos entre humanos e animais que podem variar entre sua aparência “humana” e sua aparência “bestial”. Essas pessoas são chamadas de homem-bestas (risos).

Nesse mundo, seguimos Michiru Kagemori, uma mulher-besta tanuki, uma subespécie de guaxinim japonês (Raphtalia, é você???). Ela é um caso raro: ela era humana e se transformou em homem-besta de alguma forma.

michiru indo para anima cIty em bna
Eu olhando o rodizio de sushi

Normalmente nesse mundo, homens-besta nascem homens-besta e humanos nascem humanos, porém algo aconteceu. (sem spoilers).

Ela decide ir pra Disney, ou melhor, Anima City, uma cidade onde homem-bestas podem viver sem se esconder, já que normalmente eles são caçados na sociedade normal por grupos preconceituosos.

Quando chega, ela descobre o Lobo mais OP que você já viu em um anime. Cries in protagonista de Beastars.

shirou ajudando michiru em bna
Mas vovó, pra que essa boca tão grande?

Esse é Shirou Ogami, que trabalha como um “free-lancer” de detetive na polícia de Anima City. Terceirização da mão-de-obra?

Ele é um homem-besta lobo, que tem o olfato mais poderoso da galáxia, conseguindo saber o que você estava fazendo no dia que assassinaram John F. Kennedy com uma só cheirada.

shirou ogami sentindo cheiro
“Tô sentindo cheiro de corno”

Isso me incomodava no começo, mas fica nas entrelinhas que é como se fosse um tipo de poder.

Antes de começarmos…

OLHA ESSA ABERTURA E ENCERRAMENTO DE BNA: BRAND NEW ANIMAL! TOTAL BANGER! É SIMPLESMENTE ANIMAL! (há)

Abertura

Encerramento

Cara, que coisa perfeita, maravilhosa, deliciosa.

A abertura me deixa super empolgado! Contudo, o encerramento toca lá no fundo do meu kokoro (doki doki) e me deixa num estado alterado de consciência.

Os personagens e o mundo

O design dos personagens e do mundo, para mim, é extremamente bem feito em BNA: Brand New Animal.

O mundo e personagens têm sua aparência trabalhando em seu favor.

Com isso, eu digo que você pode compreender um pouco dos personagens simplesmente olhando o jeito que eles se movem, o jeito que eles se vestem, as cores usadas em sua composição.

michiru feliz no festival de anima city

Isso não quer dizer que por causa disso os personagens são muito rasos, embora aqui eles não são extremamente complexos. Ainda assim, gosto do jeito que o diretor compõe o desenvolvimento deles

Embora Michiru seja muito energética, aquela típica personagem de anime Shounen, eu sinto que tem uma boa profundidade.

Me encanta o jeito que ela vai descobrindo que o mundo talvez não seja tão ideal quanto ela pensa, a forma que ela descobre o mundo me apaixona.

Normalmente, não gosto muito desses personagens super energéticos, porém tenho que dizer que a Michiru conseguiu um lugar nesse meu difícil coração.

E o enredo???

Afinal, o que torna um anime incrível é a história, não é mesmo? Será?

Eu era um grande defensor disso quando era um jovem gafanhoto, porém, hoje, acredito que a arte consegue passar muito por si só.

Um grande exemplo disso é Monogatari Series, que aliás, temos um guia para começar a assistir aqui na Cúpula. Monogatari não seria quase nada sem o estilo artístico que adota.

uso de cores em bna
Gosto muito do uso de cores em BNA

Não que a história seja ruim, porém seria um anime comum. Certamente, é a visão artística que transforma ele de simples anime em uma obra de arte.

Nesse caso, não chegaria a dizer que BNA: Brand New Animal é perfeito, uma obra de arte, inigualável. Contudo, é esse estilo artístico que o transforma em algo fora do ordinário.

Voltando para o enredo…

Um dos pontos mais fortes de BNA: Brand New Animal é seu ritmo. Inicialmente, fiquei com a impressão de que tudo estava indo muito rápido, entretanto, só me deixei levar.

De fato, é um anime frenético. As coisas só vão fluindo. Logo, meu coração cedeu e bateu em sincronia.

Concordo que, as vezes, a trama é muito conveniente, os personagens sempre estão onde precisam estar e esse realmente é um ponto baixo do anime.

briga em anima city

Outro ponto é que, os episódios são muito episódicos rs. Eles tem sempre a aventura do episódio, e por trás, uma trama maior. Esse esquema meio antológico não é muito meu estilo, porém achei que até cai bem aqui.

Porém, a história vai se desenrolando e enquanto isso, vou me divertindo. Ela não é uma história mind-blowing, complexa, uou. É uma história relativamente simples, embora tenha pontos que me deixaram bem intrigado.

Ademais, estou louco para ver como alguns pontos serão resolvidos, espero não me decepcionar.

Humor e temas sérios

Sinto que o humor de BNA: Brand New Animal é preciso. Não é nada ofensivo, as vezes é meio bobo, mas não deixo de dar um sorrisinho a cada piadinha.

Não vai te matar de rir, mas com certeza não é algo sem graça nenhuma.

Outro aspecto é o de “temas sérios”, sempre que se mexe com religião, política, preconceito, etc, você tem 2 escolhas: Ser bem crítico e invasivo, ou levar isso com suavidade.

grupo anti homem-besta protestando

Nesse quesito, BNA: Brand New Animal é bem sutil em suas criticas e quando decide falar de temas mais “pesados”. Sinceramente, não sei se ele está certo ou errado nesse ponto.

A trilha sonora

Perfeita. Ponto altíssimo.

Infelizmente, ainda não foi lançada a OST (pelo menos não tem no youtube hehe).

Mas, basicamente, Mabanua é o responsável pela trilha sonora de BNA: Brand New Animal e traz uma batida mais moderna, porém bem variada.

Combina perfeitamente com a temática de cidade semi-futurista do anime. Sem falar que as músicas são muito bem usadas e nos momentos certos.

mabanua compositor de bna
mabanua, compositor da trilha sonora de BNA

E isso que nem falei da abertura e encerramentos, que são maravilhosos. Toda a estética agregada e a batida mais sintética das músicas me agrada demais.

Sem mais comentários.

Finalizando

Tenho que dizer que BNA: Brand New Animal parecia “furry demais”. Contudo, quando vi o estilo artístico, algo me chamou a atenção e no fim, dei uma chance. Me arrependi?

De forma alguma.

Independentemente de como essa história continuar, acredito que já valeu a pena.

michiru correndo no encerramento de bna
♫ 意味を求めて走り続けて ♫
Imi o motomete hashiri tsuzukete

Um aspecto que não quis entrar é a grande quantidade de referências no anime, com relação a DNA, NBA (ela jogava basquete) e animais.

Preferi não entrar nesse assunto, porque são spoilers em potencial. Mas pode ficar tranquilo, na análise citarei uma grande quantidade delas.

Por fim, tenho muitos elogios e poucas críticas. Recomendo fortemente que assistam.

BNA: Brand New Animal é incrível, para mim.

Escrito por

Wesley Dagostim

Engenheiro Mecânico e Escritor

Hipster | Amante de leitura

Criciúma - SC

Gostou do artigo?

Comente abaixo sua opinião sobre o assunto e convide o autor da postagem para conversar!

Se inscreva e receba
novidades exclusivas
da cúpula do trovão!

Ir para o topo