Em nossas RegrasDe3, os autores assistem os 3 primeiros episódios de um anime novo lançado na respectiva temporada. Após isso, eles escrevem uma análise sobre esse começo da obra, sendo uma espécie de primeiras impressões. Fique atento: a RegraDe3 é uma visão baseada APENAS nesses 3 primeiros episódios, NÃO sobre o anime inteiro.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no pocket

Mashiro no Oto ou Those Snow White Notes, é um daqueles animes que é inegavelmente bom, mas que não vai agradar a todo mundo. Por tratar-se de algo muito distante da nossa cultura e pouca gente entender de fato os valores daquilo em tela, a chance de não se conectar à trama é alta.

Mas, devo adiantar de cara que estou simplesmente vislumbrado com esse anime. Mashiro no Oto me pegou de surpresa, mesmo com alguns defeitos, sua capacidade de cativar o espectador é incrível.

Contudo, vou tentar trazer em palavras o que faz esse anime ser tão mágico e porque você deve assisti-lo.

Setsu com roupa de frio, carrgando uma case de shamisen nas costas chegando em tóquio Mushiro no Oto
  • Gênero: Musica, Slice of Life, Drama, Escolar, Shounen
  • Estúdio: Shin-Ei Animation
  • Material: Mangá
  • Episódios: 12
  • Novos episódios: Sexta-Feira
  • Página do anime (na Cúpula) (no MAL)

Sinopse

Depois de perder seu avô e professor, Sawamura Setsu parte em uma jornada para reencontrar seu som. Com apenas seu Shamisen nas costas ele se vê em Tóquio, uma cidade moderna e barulhenta, mas que com certeza irá trazer um novo propósito a sua vida.

Que abertura boa!

Antes de tudo, o que é preciso fazer é explicar a temática do anime, afinal não é todo mundo que sabe o que é um shamisen. E caso você não saiba, não se preocupe, você não tem nenhuma obrigação de saber, visto que moramos no Brasil.

Mas, sem dúvidas é um instrumento incrível e que está muito bem representado nesse anime.

O que é um shamisen?

Shaminsen é um dos instrumentos musicais japoneses mais conhecidos. Por mais que você não saiba o que é, aposto que em algum momento de sua vida você já o viu. Com apenas três cordas, ele é considerado um instrumento versátil e capaz de produzir uma ampla gama de timbres, sendo utilizado principalmente em apresentações mais tradicionais.

Contudo há um bom tempo, o shamisen vem incorporando a cultura moderna, e não é difícil ouvirmos seu som em musicas atuais (japonesas) ao lado de guitarras e uma bateria.

Apesar de antiga, esse é um bom exemplo

Mas a principio, esse não é o caso de Mashiro no Oto. O foco da série está mesmo na tradição do shamisen e para um pouco além disso, na verdade, a série vai por uma vertente mais complexa (pelo que eu entendi).

Tsugaru-shamisen é um estilo que foi desenvolvido no século XX e que se vale de um alto grau técnico, improvisação e compasso rápido. Ao que parece o avô do protagonista era um dos maiores mestres do tsugaru-shamisen.

Como é uma técnica de improviso, não há como ser ensinada e é por essa jornada que Those Snow White Notes vai se enveredar. O anime nos mostra que tocar um shamisen não é apenas pegar o instrumento e bater em suas cordas, na verdade, é algo muito mais profundo. Para tocá-lo é necessário colocar todo seu sentimento em notas e representar a música por meio da música.

Enfim, o negócio é carregado de emoção, e o anime consegue nos fazer sentir isso. Não é algo que está apenas desenhado lá, as músicas realmente tocam o espectador (ao menos me tocou).

Mashiro no Oto é bom, mas…

Devo confessar que na primeira vez que assisti Mashiro no Oto eu fiquei simplesmente maravilhado com tudo aquilo que vi. Claro, eu vi alguns defeitos mas nada que não desse para relevar.

Porém, eu resolvi assistir a primeiro episódio uma segunda vez, e novamente eu fiquei maravilhado, mas inegavelmente eu pude perceber mais defeitos do que eu gostaria.

Those Snow White Notes tem um primeiro episódio extremamente corrido, todo picotado, a cada 30 segundos muda de cena, muda de lugar, acontecem um monte de coisas e no final do episódio lá se foram 7 dias (ou mais) dentro do anime.

Esse tipo de “correria” é algo que já estamos habituados dentro de uma narrativa shounen, afinal, o autor quer correr com a introdução para chegar logo na parte que que vai ser mais interessante um torneio. Mas, isso não deixa de ser um defeito, tranquilamente esse episódio poderia ter sido divido em três

Outro ponto é que tem muita “quebra de tom”. Do nada, mas do nada mesmo, o protagonista tromba numa menina desconhecida, ela se identifica com ele, aparece uns malucos para bater no protagonista, a menina chega na voadora, e leva ele pra casa (O QUÊ?).

Exatamente! O anime tem toda uma vibe tradicional e pé no chão, na melhor pegada Slice of life e acontece uma coisa dessas no meio do episódio. Sem contar o final, que é um “What the Fuck” bem grandão, com direito à equipe da SWAT invadindo o apartamento do protagonista e surgindo uma doida destoante de todos os outros personagens.

Umeko, mãe de Setsu, cabelo branco bem maquiada usando batons e unhas em cor vermelho intenso

Isso é um spoiler! mas é um spoiler do bem. Sem dúvidas, é melhor você já ir esperando por isso.

Ainda sobre o primeiro episódio de Those Snow White Notes

Mesmo com tudo isso que falei de negativo do primeiro episódio de Those Snow White Notes, ele é sem dúvidas muito poderoso.

Se com esse texto eu não te convencer a assistir a esse anime, pelo menos assista ao primeiro episódio. Apesar de não ser conclusivo, da tranquilamente para vê-lo de forma isolada e se maravilhar com ele.

O autor de Mashiro no Oto, Marimo Regawa, sem dúvidas tem seus méritos, mas os holofotes mesmo ficam por conta das OST tocadas durante os episódios do anime.

Puta que pariu! Não demora nem 10 minutos para ficarmos simplesmente apaixonados pelas músicas tocadas no anime. Não apenas pelo seu som, mas por todas as emoções nelas envolvidas.

Irmãos sentados com seus shamisens tocando uma música, Mushiro no Oto

A direção de Hiroaki Akagi conseguiu atingir o objetivo que o autor queria; mostrar que o shamisen é um instrumento que se toca com a “alma” e não apenas tocado por tocar.

Com apenas 24 minutos de episódio, eu consegui sentir a mesma emoção que a temporada de Given construiu em 12 episódios (claro, devidas as proporções).

É sem duvidas nenhuma, um primeiro episódio memorável!

Mas e qual o final do saldo de Mashiro no Oto?

Devo dizer que ao final do primeiro episódio, eu fiquei com bastante receio de dar play no segundo. Quis curtir um pouco toda a emoção do primeiro episódio, e deixei para ver o segundo apenas alguns dias depois.

Mas, meu medo não passou de algo imaginário e os episódios subsequentes foram bem mais pé no chão.

Por conta da sua demografia ser shounen, acredito que o anime, mesmo sendo slice of life, vai trilhar um caminho de “arco de torneio”, mas eu só consigo ver isso como algo positivo.

Imagina só, o que o anime tem de melhor são as performances de shamisen, como isso poderia ficar ruim?

Além disso, o anime tem personagens interessantes e carismáticos. O protagonista, mesmo tendo cara de paisagem, é possível sentir que na verdade ele é como é, por se importar apenas com a música, no fundo ele é uma pessoa cheia de vitalidade.

Protagonista de Those Snow White Notes

O traço do anime é incrível e diferente, eu achei ele extremamente bonito. As cores são vivas, a composição das cores com o cenário combina muito com a temática e a roupa dos personagens.

Mas a princípio o anime parece ter uma quantidade mais baixa de quadros por segundos comparados a grandes títulos, porém, durante a performance do shamisen é incrível como o dedilhar nas cordas flui com naturalidade e destreza, é algo que casa muito bem com a música.

No final das contas, os outros episódios são muito bons, mas menos impactantes que o primeiro.

Finalizando a RegraDe3 de Those Snow White Notes

Those Snow White Notes ou Mashiro no Oto é acima de tudo um anime muito bom, mas que não vai cativar a todos.

Afinal, se você não gostar do som que o shamisen faz, dificilmente você irá conseguir se conectar com aquilo que está sendo contado. Porém, acredito que essa é um pouco a ideia do anime, visto que mesmo em um Japão moderno, com alguns jovens que provavelmente não ligam mais para a cultura do seu país, eles ainda consegue parar e apreciar o quão mágico é a música vinda de uma shamisen.

Contudo, é anime que eu recomendo fortemente ser assistido!

Mesmo com alguns problemas, Mashiro no Oto com certeza é um dos bons animes do ano de 2021. Seu primeiro episódio já deixou uma marca em minhas memórias.

Mas me diz, você conseguiu sentir toda essa magia que mencionei ao logo do texto, ou isso foi algo pessoal meu?

Those Snow White Notes ou Mashiro no Oto é sem dúvidas um anime inesquecível ou eu tô viajando?

Deixa aí nos comentários sua opinião.

Escrito por

Pedro Bernardes

Profissional de Educação Física

Cult | Atleta | Leitor compulsivo

Belo Horizonte - MG

Gostou do artigo?

Comente abaixo sua opinião sobre o assunto e convide o autor da postagem para conversar!

Se inscreva e receba
novidades exclusivas
da cúpula do trovão!

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Ao navegar nele você está aceitando nossa política de privacidade.
Gosta de animes e mangás? Conheça o nosso podcast!