Regra de 3

Monster Musume no Oishasan (Monster Girl Doctor) | Primeiras Impressões

9 minutos para a leitura

Em nossas RegrasDe3, os autores assistem os 3 primeiros episódios de um anime novo lançado na respectiva temporada. Após isso, eles escrevem uma análise sobre esse começo da obra, sendo uma espécie de primeiras impressões. Fique atento: a RegraDe3 é uma visão baseada APENAS nesses 3 primeiros episódios, NÃO sobre o anime inteiro.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no pocket

Monster Musume no Oishasan ou Monster Girl Doctor (como a Crunchyroll prefere chamar) é um dos animes dessa temporada de verão do ano de 2020. A história é escrita por Yoshino Origuchi e dirigido por Iwasaki Yoshiaki (Love Hina, Sky Girls dentre outros trabalhos).

Glenn segurando uma bolsa e Saphentte um livro lado a lado,
  • Gênero: Comédia, Romance, Ecchi, Fantasia
  • Estúdio: Arvo Animation
  • Material: Light novel
  • Episódios: ?
  • Novos episódios: Domingo
  • Página do anime (na Cúpula) (no MAL)

Baseado em uma light novel de mesmo nome publicada pela Shueisha, conta a história de um jovem Kirito doutor de monstros (apenas garotas gostosas) chamado Glenn.

O médico atende a qualquer chamado, seja para examinar as guelras de uma sereia, costurar a coxa de uma golem, ajudar uma harpia a botar ovos etc… mas por incrível que possa parecer, Glenn sempre acaba em alguma situação ”embaraçosa” com essas meninas.

Vou ser sincero… é difícil levar esse tipo de anime a sério. Nem com a suspensão de descrença ligada no máximo é possível relevar algumas coisas.

Tá, o anime é sobre um médico que trata de garotas monstros, então porque diabos eu levaria algo assim a sério?

Por mais que a obra seja fantasiosa, existe uma discussão sobre verossimilhança, mas não vou desprender palavras para explicar esse termo aqui (mais uma vez).

Mas, a partir do momento que o autor não tem a menor ideia de como funciona o corpo de uma mulher, mesmo ela sendo um monstro, fica difícil “entrar na onda” da obra.

Além disso, acho que já ficou claro que aqui na Cúpula do Trovão nós não olhamos uma obra apenas pelo seu valor de entretenimento. Sendo assim, não vamos ”passar pano” para anime ruim.

Então, vou analisar alguns pontos de Monster Girl Doctor para embasar esse ponto de vista.

Ecchi de Monster Musume no Oishasan

Vamos começar pelo ponto mais polêmico desse anime, o famoso ecchi!

Como alguns devem saber, se não sabem recomendo lerem meu texto da RegraDe3 de Plunderer, eu não sou um grande fã de ecchi.

Mas, eu sei apreciar coisa boa independente do gênero, e infelizmente Monster Musume no Oishasan é ruim/mediano em tudo aquilo que ele se propõe.

O engraçado é olhar os comentários da Crunchyroll e ver que há muitos que dizem ”muito bom, isso sem forçar o ecchi”.

cena de ecchi Monster Musume no Oishasan

Se isso aí é “muito bom”, e “não é forçar o ecchi”, eu não sei como classificar obras como Konosuba e Monogatari.

Quem assistiu sabe o que eu estou falando. E quem não assistiu vá assistir, porque está perdendo!

As situações que Monster Girl Doctor cria para gerar as cenas de ecchi são forçadas e sem criatividade. O médico tem uma mão divina, ou as pacientes dele sofrem de uma séria condição de sensibilidade extrema ao toque. Porque não importa onde ele pega para examinar a paciente, elas ficam coradas e excitadas, SEMPRE!

cena de ecchi Monster Musume no Oishasan

O ecchi não é algo que incomoda, desnecessário ou muito menos ofensivo. Ele é apenas fraco e sem criatividade.

Diferente de Plunderer, as personagens femininas não são objetos ou apenas uma escadinha para o protagonista. Em Monster Girl Doctor, Eu realmente gostei da Neikes Saphentite, o design dela é bem legal e ela apresentou muito mais carisma que o Glenn.

Personagens do anime

Não tem muito o que falar dos personagens de Monster Musume no Oishasan, porque apesar de ter aparecidos vários, a história foca nos personagens de Glenn e Saphentite.

Glenn é um personagem genérico e esquecível. Aquele tipo que é focado, tem profissionalismo independente da situação, e tem uma verdadeira paixão pelo trabalho.

Glenn Monster Musume no Oishasan, menino com design padrão, branco de cabelos scuros meia altura

Ainda não foi possível ver muito de seu passado e nem seus motivos para ter se tornado médico de monstros. Mas ao que tudo indica a história ainda irá trilhar por esse caminho.

Neikes Saphentite, é o par ”romântico” de Glenn. Provavelmente vão ser aquele casal shippado até o final da obra e que não vão terminar juntos.

Sapphee uma medica metade cobra metade mulher

Essa personagem realmente me chamou a atenção. Seu design é muito interessante e diferenciado e pelo pouco que mostrou de seu passado, foi possível observar que ela possui outras camadas de personalidade.

Concluo aqui afirmando que Monster Musume no Oishasan poderia largar a mão do Glenn e fazer uma história séria sobre a Saphentite.

Monster Girl Doctor e a verossimilhança

O que mais me incomodou nesse anime é a ”falta de realismo” em alguns dos acontecimentos, dentro do que daquilo que é proposto.

Logo no primeiro episódio temos a situação de uma mulher guerreira centauro (metade égua metade mulher), em uma situação, no mínimo, incoerente.

Ela é uma lutadora em uma arena de ”gladiadores”, mas se recusa a ser tratada pelo Glenn pelo fato da mesma não gostar de dor. Claro, ninguém precisa gostar de dor, mas ao ponto de recusar um tratamento médico é demais. Não faz sentido. Como ela lutaria, então?

Outra cena no mínimo curiosa, é o tal tratamento. Curiosa por dois motivos: 1° se ela quisesse se soltar, teria se soltado fácil de todo mundo ali. 2°, porque caralhos, alguém sentiria prazer no casco?!

cena eccho da centauro em Monster Musume no Oishasan

Fora situações como uma sereia que tem uma voz de cantora de soul ao cantar, mas quando conversa com as pessoas, tem a voz de uma criança de 8 anos.

Além de outras cenas peculiares como a cauda ”infinite size” da Saphenite, coincidências convenientes, entre outras pequenas coisas que vão acontecendo ao longo dos episódios.

O universo e a animação de Monster Girl Doctor

Além do ecchi sem sal de Monster Musume no Oishasan, o universo apresentado nos três primeiros episódios pela direção desse anime é no máximo superficial.

Por mais que houve um background de uma guerra lá de cem anos entre monstros e humanos, nada mais foi dito sobre isso. E muito menos é possível observar alguma ”sequela” dessa guerra.

Tá certo que foram apenas três episódios por enquanto, mas muito pouco desse universo foi explicado. Não é possível ter uma noção geográfica de nada, hora as coisas parecem grandes e deslumbrantes, hora pequenas e convenientes.

Pouco se falou sobre monstros e humanos e suas relações, o porquê de tudo isso, nem o minimo para nos mantermos engajados.

A animação de Monster Girl Doctor é operacional. Não é nada excepcional, mas também não compromete em nenhum momento. O design das personagens mulheres são no geral legais e interessantes.

Finalizando a RD3 de Monster Musume no Oishasan

Para aqueles que são fãs das notas do MyAnimeList, e levam ela em consideração para a escolha de animes, Monster Musume no Oishasan conta com uma nota de 5.98 até a data da publicação deste artigo.

Monster Girl Doctor é 99% ruim, mas talvez ele tenha aquele famoso 1% que salve-o de ser um desastre total.

Pois o mesmo é fraco tanto na comédia, quanto na fantasia, no romance e por incrível que pareça, até mesmo no ecchi.

Sendo assim, não recomendo nem desrecomendo esse anime.

Assistam e tirem suas próprias conclusões e depois voltem aqui e me digam o que acharam!

Mas, deixo aqui o famoso desafio ”Change my mind!”

Escrito por

Pedro Bernardes

Profissional de Educação Física

Cult | Atleta | Leitor compulsivo

Belo Horizonte - MG

Gostou do artigo?

Comente abaixo sua opinião sobre o assunto e convide o autor da postagem para conversar!

Se inscreva e receba
novidades exclusivas
da cúpula do trovão!

Ir para o topo