Em nossas RegrasDe3, os autores assistem os 3 primeiros episódios de um anime novo lançado na respectiva temporada. Após isso, eles escrevem uma análise sobre esse começo da obra, sendo uma espécie de primeiras impressões. Fique atento: a RegraDe3 é uma visão baseada APENAS nesses 3 primeiros episódios, NÃO sobre o anime inteiro.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no pocket

Night Head 2041 é provavelmente um dos títulos da temporada de verão de 2021 que irá passar despercebido. Além do fato da temporada estar mediana, Night Head 2041 é um anime feito inteiramente em CGI. Porém o fato dele ser feito em CGI não o torna automaticamente ruim.

Primeiramente, é importante estabelecer que existem varias nuances por detrás do uso do CGI. Algumas fazem sentido, outras nem tanto. Para entender um pouco mais sobre esse assunto e não nos estendermos aqui, recomendo fortemente um dos nossos textos no qual falamos bastante sobre CGI e porque ele até os dias de hoje, ainda causa estranheza.

Enfim!

Devo adiantar que eu não ligo do anime ser em CGI ou não, o que eu levo em consideração nesses casos é se o uso condiz com a proposta. Eu simplesmente adorei Ajin e Knights of Sidonia, e o fato de ser computação gráfica não atrapalhou minha experiência.

Agora, se você é um dos muitos que não quis nem dar uma chance só por que o amigo de um amigo falou, que viu no facebook, que é ruim pelo fato de ser em CGI, sinto informar que Night Head 2041 definitivamente não é para você.

Mas, vamos ao que interessa.

Personagem Night Head 2041
  • Gênero: Drama, mistério, Sci-fi, sobrenatural
  • Estúdio: Shirogumi
  • Material fonte: Mangá*
  • Episódios: Ainda não divulgado.
  • Diretor: Takamitsu Hirakawa
  • Novos episódios: Quinta-feira
  • Página do anime na Cúpula e no MAL

Uma premissa interessante, mas que por enquanto ainda é rasa

A história de Night Head 2041 segue os irmãos Kirihara, que passaram boa parte de suas vidas encarcerados em uma instalação científica por conta de seus poderes paranormais. Porém, devido ao mau funcionamento do sistema de segurança, os irmãos conseguem fugir e se encontram em um mundo distópico e futurista completamente diferente daquilo que eles conheciam, no qual pessoas com poderes paranormais são caçadas.

Eu não sei o que acontece, animes “Sci-fi” de mistério, que ao meu ver, tendem a ser confusos propositalmente para parecerem mais misteriosos do que realmente são.

Assim como expliquei na minha análise de ID: Invaded e mais recentemente na review de B: The Beginning, as informações são fornecida aos poucos. A ideia é que, assim como o protagonista, a gente vá montando o quebra-cabeças em nossa mente e desvendando o “mistério”. Porém, isso acaba sendo uma faca de dois gumes, tornando a história enfadonha, uma vez que informações importantes são omitidas, apenas para parecer um mistério, sendo que na verdade, é algo bem simples.

Nós precisamos de recompensas para nos mantermos engajados em uma história de mistério, por tratar-se de um anime semanal. Se com três episódios eu ainda não entendo do que o anime se trata, porque eu deveria continuar a assisti-lo?

A principio, o único ponto forte que Night Head 2041 tem é sua história. Porém, isso é mais uma percepção otimista do futuro da obra, do que uma realidade.

Night Head 2041 tem potencial, mas…

Em síntese, Night Head 2041 me impressionou logo de cara. Tudo que foi apresentado no primeiro episódio foi interessante. O universo distópico e opressor. A “caça às bruxas”. Os uniformes high-tech sem propósito narrativo do pessoal lá da “polícia”.

Porém, acabou ai. Os episódios seguintes não levaram a lugar nenhum, dando a sensação que a história pouco caminhou.

Claro, algumas coisas novas foram estabelecidas, mas se levar conta o contexto, pouco agregou ao todo. A não ser que esse anime vá ter mais que 12 episódios.

O que me incomoda um pouco é que temos muitos personagens em tela e pouco foi trabalhado em cima deles. Basicamente temos três núcleos:

Algum tipo de organização hipócrita governamental que conta com alguns soldados de elite.

Os irmãos protagonistas:

E um grupo de cientistas:

Agora, se você me perguntar o nome de qualquer personagem e qual a relevância deles…vou te responder que não faço ideia.

Mas, enfim.

Talvez isso não seja um problema de fato, mas incomoda essa questão de ver algo com potencial se perdendo em questões narrativas.

Por outro lado, essa questão narrativa “capenga” não surpreende, visto que o diretor, estúdio e boa parte da staff não têm grandes títulos em seu portfólio e/ou não tem experiência catalogada.

Outro ponto curioso é que não consta o material fonte na página do Night Head 2041 no MAL. Porém, em uma rápida pesquisa no próprio MAL é possível observar que o anime é sim baseado em um mangá de mesmo nome, mas que provavelmente deve ter sofrido uma “repaginada” para condizer melhor com os dias atuais, por tratar-se de algo do ano de 1996.

Mas e ai, devo ou não assistir Night Head 2041?

Olha, sendo bem sincero, se você leu até aqui na busca de saber se vale a pena ou não dedicar seu tempo a esse anime, sinto em dizer que eu não sei.

Realmente, não tenho muito mais a acrescentar sobre o anime, por que de fato ele não entregou muita coisa durante esses três episódios. Mas, como disse anteriormente, parece ter potencial.

Visto que essa temporada de verão está bem meia boca. Acho que dá para dar uma chance para Night Head 2041, claro, se você não for emo e ficar chorando porque o anime é CGI.

Porém, se você for encarar esse anime, vá sem esperar grandes coisas. Talvez assim você terá uma melhor recompensa no final.

Escrito por

Pedro Bernardes

Profissional de Educação Física

Cult | Atleta | Leitor compulsivo

Belo Horizonte - MG

Gostou do artigo?

Comente abaixo sua opinião sobre o assunto e convide o autor da postagem para conversar!
Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Ao navegar nele você está aceitando nossa política de privacidade.