Regra de 3

RegraDe3 | Jibaku Shounen Hanako-kun, os fantasmas se divertem!

9 minutos para leitura

Em nossas RegrasDe3, os autores assistem os 3 primeiros episódios de um anime novo lançado na respectiva temporada. Após isso, eles escrevem uma análise sobre esse começo da obra, sendo uma espécie de primeiras impressões. Fique atento: a RegraDe3 é uma visão baseada APENAS nesses 3 primeiros episódios, NÃO sobre o anime inteiro.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no pocket

Produzido pelo Studio Hibari, mesma produtora de Assassination Classroom, o anime Jibaku Shounen Hanako-kun segue seu material original em mangá com o mesmo título, que continua sendo publicado ainda hoje, desde 2014.

Mas o que me chamou atenção foi que a Square Enix está envolvida na produção, e por isso fiquei muito ansioso para ver o que estava por vir.

  • Gênero: Comédia, Sobrenatural, Escola
  • Estúdio: Studio Hibari
  • Material: Mangá
  • Episódios: 12
  • Novos episódios: Sexta-feira

SINOPSE

Na Academia Kamome, existem muitos rumores sobre os Sete Mistérios da escola, um dos quais é Hanako-san. Reza a lenda, que Hanako-san vive na terceira banca do banheiro feminino, situado no terceiro andar no prédio da velha escola. Hanako-san concede qualquer desejo quando convocado. Nene Yashiro, uma garota do ensino médio que gosta de ocultismo e coisas afim, que sonha com um romance e para realizar tal sonho, se aventura nesse banheiro mal-assombrado … mas a Hanako-san que ela imaginava não tem nada ver com o real, e descobre que um simples desejo pode mudar totalmente sua rotina.

A premissa num primeiro momento parece simples e até bobinha, porém logo logo você perceberá que não é bem assim.

Para esclarecimento, somente consumi os 3 primeiros episódios do anime Jibaku Shounen Hanako-kun para escrever este artigo. Ou seja, se deixar passar algo, ou não tratar a obra como alguém que já a conheça como um todo, já sabem o porquê.

Vamos então entrar no mundo onde os fantasmas se divertem, e que eu estou me divertindo junto.

O ar fantasmagórico

Gostaria de iniciar falando sobre a ambientação mágica que fizeram neste anime, que é uma mistura de psicodelia e terror, com cores vibrantes e expressões dos personagens exageradas, que trazem este contexto fantasmagórico de maneira ímpar.

Fora o traço forte dos personagens e trilha sonora que podem trazer uma estranheza ao telespectador, mas no bom sentido.

Outro ponto que faz com que Jibaku Shounen Hanako-kun quebre os animes convencionais é a forma como acontece em alguns pontos o corte de cena, parece que estamos jogando um RPG e que em algum momento irá aparecer na tela “Aperte X”.

Digo tudo isso com um sorriso nos rosto, pois tudo casa muito bem com a temática da obra. Até arrisco dizer que se não tivesse essas estranhezas, o anime seria apenas bom, não excelente.

Beetlejuice, Beetlejuice, Beetlejuice

A sinopse que coloquei acima de Jibaku Shounen Hanako-kun é bem rasa propositalmente, pois muitos detalhes do anime podem não ser considerados spoilers, mas tirariam toda a graça de entrar nesse mundo fantasmagórico.

Estamos ambientados, sabemos onde iremos pisar e… cadê o fantasma? Primeiramente vale ressaltar que o primeiro encontro de Nene Yashiro com Hanako foi muito bem feito.

É um misto de suspense com comédia dosado de maneira certa, e neste 1 minuto de cena conseguimos compreender bem que Yashiro é uma estudante medrosa, mas que gosta de se meter com o desconhecido.

Nesta mesma cena você já consegue observar que o fantasminha não é bonzinho, mas também não é dos piores.

Quando fiz a regra de 3 de Darwin’s Game, não consegui ser otimista com o anime, porém não entendi bem o porquê disso naquela hora.

Porém, vendo agora Jibaku Shounen Hanako-kun, consigo perceber algo que me chamou muito atenção que não encontrei em Darwin’s Game. O carisma dos personagens!

A forma como estes dois personagens se relacionam é bem natural e a evolução de uma “amizade” fora do comum é feita de forma simples e sincera.

E o momento emblemático que essa amizade evolui é no fim do primeiro episódio, que Yashiro come de forma irresponsável a escama da Sereia e acaba chamando atenção da própria Seria.

Amigos, quando aparece esse monstro, você percebe que não está vendo apenas mais um anime, pois as cores do desenho mudam, a trilha sonora fica pesada e tudo fica diferente.

E acontece o primeiro “combate” da obra, muito bem executado por sinal.

Agora, por que ela come a escama, por que neste momento acontece a virada de chave para a amizade ficar ainda mais intensiva, me desculpem, mas só vendo o anime pra saber.

Evoluindo a história

Como já dito na sinopse, Jibaku Shounen Hanako-kun é baseado em 7 mistérios da escola, sendo assim, com o passar dos capítulos é contado um pouco sobre outros, mas não sabemos quais são todos de cara.

A forma de contar os detalhes é muito sutil, ou seja, o anime não utiliza do narrador para te contar a história e te ambientar ao anime.

Na real, quem faz isso é o próprio Hanako quando explica algo para Yashiro.

Exemplo de explicação

Com o passar dos episódios (e espero que continue assim) a história vai ficando cada vez mais pesada com a aparição dos outros mistérios.

Entendemos melhor quem é Hanako, e o motivo pelo qual ele é tão gente boa com Yashiro e outros personagens que aparecem na trama.

Porém, o anime me cativou muito no terceiro episódio. Nele, conseguimos ver uma interação de amizade entre os personagens e uma sutileza do diretor em coloca-los em um ambiente inóspito, contando a história de um novo mistério.

A história é chocante, a “dungeon” que os personagens precisam realizar é no minimo estranha e os inimigos que aparecem são, hm… fantasmagóricos.

Porém, a sutileza de criar o ambiente e a interação dos personagens, fazem com que um local propício para o terror se torne leve e com tom de comédia.

Uma ending que acalma o coração

Outro ponto positivo é o fim de cada episódio, na ending. Confesso que as 3 vezes que vi Jibaku Shounen Hanako-kun, todas elas eu também assisti a ending.

começa nos 33 segundos

Além da música aconchegante, nela podemos concluir um relacionamento maior do que apenas amizade entre Hanako e Yashiro.

Na verdade, isso você consegue “pescar” no anime em si, e tem haver com o desejo que ela tenta realizar.

Finalizando…

Em conclusão a tudo que foi escrito até agora minhas expectativas para essa história estão lá no alto, até porque o fim do episódio 3 é um “…” safado.

A comédia, a psicodelia com a pitada fantasmagórica (adorei essa palavra) desse anime me cativaram muito, quero muito que continue nessa levada.

Estou ansioso para conhecer os outros mistérios que existem nessa escola e como a relação destes dois personagens irá evoluir.

Dê uma chance para o fantasminha mais carismático da temporada, não estou falando do Gasparzinho, mas sim, desta releitura fofinha da loira do banheiro.

Regra de 3 logo

Não sabe o que é a RegraDe3? Acesse aqui e entenda!

Escrito por

Hugo Brogni

Escritor

Inciante | Barbudo | Pseudo marombeiro

Criciúma - SC

Gostou do artigo?

Comente abaixo sua opinião sobre o assunto e convide o autor da postagem para conversar!

Se inscreva e receba
novidades exclusivas
da cúpula do trovão!

Ir para o topo