Análise

Kobayashi-san Chi no Maid Dragon é bom? Vale a pena ver o anime? | Crítica

O que é felicidade? Conheça Kobayashi-san Chi no Maid Dragon!
15 minutos para leitura

Esse é o tipo de anime que você quer ver para relaxar, dar bastante risada e esperar o inesperável. Kobayashi-san Chi no Maid Dragon é leve e imprevisível, porque as vezes surpreende você por ter cenas de ação de tirar o folego tamanho a qualidade apresentada. Fiquei bastante surpreso com o fato dele não ser voltado para isso, mesmo sendo da demografia seinen, o que deixa um ar de “potencial desperdiçado”.

Bonequinhos das três personagens, Kobayashi-san Chi no Maid Dragon

Apesar de ser “seinen” e ser bem animado, o foco não é o de uma obra de lutas desenfreadas de elevada qualidade. A história se desenrola na relação de Kobayashi com a Tohru que apresentam juntas um grande desenvolvimento. Eventualmente mostrando o quanto Kobayashi era infeliz e não percebia isso antes da chegada inesperada da nova amiga.

De fato, existe uma quantidade quase infinita de obras no universo anime para assistir e acompanhar. Porém, poucas tem tantos temas e abordam tantos gêneros tão bem quanto Kobayashi-san Chi no Maid Dragon.

Uma obra, como um todo, seja literária, artística, ou visual (isso inclui jogos, series, animes, filmes…) tem como dois objetivos principais: entreter e nos fazer refletir. Dessa forma, quanto melhor for o equilíbrio entre às duas, da forma mais sutil o possível, melhor será o resultado final.

Se a obra tentar empurrar ideias, criticas e reflexões de forma muito direta, na maioria das vezes, aquilo se tornará em algo desinteressante ou ficará parecendo um documentário.

Se houver entretenimento em excesso, podemos acabar com a sensação de “e daí? Onde isso vai levar?”.

Um grande exemplo disso é Wonder Egg que possui uma história fluída, excelente animações e cenas de ação, mas que é carregada de criticas e reflexões muitas vezes pesadas como bullying, abuso de menores e por fim, suicídio. Muitas vezes demoramos para notar isso.

Antes de mais nada…

Dando um banho na Tohru Kobayashi-san Chi no Maid Dragon

Kobayashi-san Chi no Maid Dragon é animado pelo estúdio Kyoto Animation, que coleciona obras de grande sucesso.

Vale ressaltar que eles trabalham com várias obras “simples”, sem deixar de lado uma animação de alta qualidade. Por exemplo, em Maid Dragon, há alguns momentos como essa luta abaixo aí que todo mundo já viu uma vez, que em trinta segundos, mostra um show de animação e iluminação, quase tudo desenhado sem CGI!

Além disso, outra coisa que me chamou a atenção foi que a trilha sonora que, além de excelente, era muito, mas muito familiar. Lembra até Naruto em alguns momentos. Dei uma pesquisada e descobri que essa parte ficou por conta de Yuta Tsuroka presidente do Studio Rakuonsha, responsáveis por muitas trilhas sonoras de vários animes conhecidos.

Agora, vamos ao que interessa!

Enredo de Kobayashi-san Chi no Maid Dragon

Kobayashi vendo um dragão pela primeira vez, Kobayashi-san Chi no Maid Dragon

Kobayashi é uma programadora cuja seu passatempo preferido é tentar conseguir uma ressaca mais forte que a do dia anterior. Em uma de suas bebedeiras, a protagonista caminha sem rumo em meio a uma floresta próxima às montanhas. Lá, ela encontra um dragão mortalmente ferido e (com toda sanidade de uma pessoa embriagada) discute com ele. No fim, Kobayashi não só salva a vida do dragão, como também o convida para morar em sua casa.

Logo após acordar, ela não se lembrar de quase nada desse evento, Kobayashi se depara com o dragão na porta de sua casa. Esse dragão se apresenta como Tohru e diz que tem uma divida de vida com a protagonista. Sendo assim, ela passará o resto da vida como empregada de Kobayashi.

Depois que Tohru passou a viver com Kobayashi, os amigos (e inimigos) dela começam a vir para o nosso mundo. Mudando a vida de Kobayashi para sempre.

Ah, e um adendo: esse post spoilers pouco relevantes da primeira temporada de Kobayashi-san Chi no Maid Dragon. Nada que vá estragar sua experiência. Prometo

Sobre os dragões de Kobayashi-san Chi no Maid Dragon

Primeiramente, devo esclarecer que a aparência humana dos dragões de Kobayashi-san Chi no Maid Dragon não é uma copia de uma pessoa que eles viram andando por aí.

Portanto a aparência deles algo como “um reflexo” de como eles se veem, podendo alterar apenas às suas vestimentas por meio do uso de magia. Algo que quase todos os dragões são muito bons.

Além disso, esses dragões de Kobayashi-san Chi no Maid Dragon não fazem parte de nosso mundo. Eles vem de uma outra realidade onde existem várias outras criatura mitológicas incluindo deuses e personagens folclóricos de diversas culturas. Do mesmo modo, alguns seres humanos desse mundo também são bem fortes. Isso tudo culmina para uma realidade em que aparenta está em constante guerra.

Enquanto isso, nossa realidade é como um “território neutro”. Onde poucos seres tem a autorização de intervir.

Do que se trata Kobayashi-san Chi no Maid Dragon?

Kanna, Tooru e Kobayashi relaxando, Kobayashi-san Chi no Maid Dragon

Kobayashi-san Chi no Maid Dragon é, acima de tudo, sobre família. Criar laços, ser responsável, ser reciproco e estar presente nos momentos importantes. Construir ou fazer parte de uma relação familiar muda toda sua forma de ver a vida.

Entretanto, você não precisa ter ligações biológicas ou afetivas com a pessoa para fazer parte da vida dela. A ideia de família aqui é onde você se sente bem com quem te faz sentir bem.

Kobayashi feliz com Tooru Kobayashi-san Chi no Maid Dragon

Por exemplo, mesmo com todas às suas diferenças, vindas de “realidades diferentes”, Kobayashi não enxerga Tohru ou outros dragões como seres diferentes dos humanos. Além disso, o fato de Tohru ser, na maior parte das vezes, tão transparente com suas emoções facilita sua interação com a protagonista.

Contudo, sua falta reciprocidade com Tohru a desanima às vezes. Isso por que a forma ambas demonstram afetividade é diferente. E isso é bom, pois ambas aprendem juntas.

O que cada personagem tem a nos ensinar?

Kobayashi trabalhando, Kobayashi-san Chi no Maid Dragon

Kobayashi é uma pessoa bastante solitária. Aparentemente, afastada da família e sem outros amigos. Mesmo assim, ela não se importa. Pois vive um dia de cada vez.

Como resultado, Kobayashi representa pessoas que se tornaram “conformadas” com a vida que tem. Sem que elas mesmas não percebam o quanto elas são infelizes por acharem que não dá para ficar melhor do que aquilo que estão vivendo.

Fafnir é alguém extremamente fechado e amargurado . Seu desprezo por humanos possivelmente tem relação com seu passado. Desta forma, ele acredita que todos os humanos são iguais e devem ser tratados de forma igual: com o extermínio.

Ou seja, sua aversão por pessoas o fez se afastar e se isolar. Tornando-se um um ser completamente entediado com a vida. Porém, foi em um humano que lhe apresentou algo novo. E seu envolvimento com esse humano lhe fez mudar um pouco a sua forma de pensar

Tooru em um evento de cosplays, Kobayashi-san Chi no Maid Dragon

Tohru as vezes demonstra que estava perdida na vida, sem um objetivo claro ou uma motivação para continuar seguindo em frente.

O encontro de Kobayashi com Tohru mudou completamente sua vida. De tal forma que ela tem que ir contra sua natureza e enfrentar seu passado pelo que ela acredita ser um futuro melhora para ela. Sendo assim, Tohru encontrou sua felicidade em uma humana e deseja viver junto a ela.

Kanna, sendo fofa, Kobayashi-san Chi no Maid Dragon

Kanna se apegou rapidamente a Kobayashi, quando veio para este mundo. Ela se mostra bastante carente de todo tipo de interação. Mas, veja bem, carência não significa a falta de mimar alguém o tempo todo. Pelo seu comportamento, Kanna parece que nem mesmo tinha a atenção dos pais ou de amigos.

Aparentando ser uma criança bastante solitária. Portanto, isso explica o fato dela ter seguido Tohru e também de gostar tanto de Kobayashi. Por fim, creio que Kanna encontrou sua felicidade em uma nova família.

A pequena polêmica

Kobayashi-san Chi no Maid Dragon tem um grande problema que, no geral, vejo várias pessoas reclamando, já que não afeta apenas essa obra.

Afinal de contas, somos de culturas muito diferentes e vemos às coisas de formas diferentes. E expor personagens que são crianças a situações com contexto sexual pega muito mal em boa parte do mundo.

Eu deixei de falar de dois personagens na lista que eu citei anteriormente por que queria guardá-los para esse momento. Um deles é o Shouta que é filho de magos que viviam no outro mundo.

Shouta e Lucoa

Shouta estava tentando invocar um demônio (aquele tipo de demônio ( ͡° ͜ʖ ͡​°)) e Lucoa interviu para que a situação não ficasse perigosa. E, bem, agora ela mora com ele! E os pais deles foram totalmente “OK” a essa ideia!

Apesar de Fafnir, Elma e Tohru terem encontrado “funções” para exercer nesse mundo, o dragão venusiano parece que apenas gosta de fazer companhia para a criança. Mesmo que inicialmente Shouta não tenha gostado nada dessa ideia.

personagem totalmente apaixonada por Kanna Kobayashi-san Chi no Maid Dragon

A outra personagem é a Riko, amiga de Kanna. Ao contrário de Lucoa e Shouta, a ligação que Riko tem com a Kanna é mais “inocente” por se tratarem de duas crianças.

Enquanto Shouta não gostou muito de Lucoa logo de cara, Riko gostou de Kanna desde a primeira vez que a viu. Ambas estão quase sempre juntas e os episódios que envolvem às duas sempre são beeeem legais.

Mas, acima de tudo, isso não mudo a fato de que os dois personagens tem menos de 10 anos. E que o público que acompanha a obra é, em geral, bem mais velho. O que da a entender que tudo que acontece entre eles sempre tem um duplo sentido mais obscuro para nos entreter.

Conclusão sobre Kobayashi-san Chi no Maid Dragon

Tooru e Kobayashi caminhando Kobayashi-san Chi no Maid Dragon


Como resultado de tudo que eu analisei, acredito que Kobayashi-san Chi no Maid Dragon é sim, sobre felicidade. Encontrar a sua felicidade por mais estranha que ela pareça para às outras pessoas.

Uma obra com ação, romance, drama, e acima de tudo, comédia. Muita comédia. Tudo isso bem dosado, criado e animado com bastante carinho. Sem duvidas, uma das melhores obras que eu já vi e recomendo a todos verem.

BONUS, TRAILER DA SEGUNDA TEMPORADA:

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Escrito por

João Bernardes

Escritor

Gamer | Mestre dos guias

Campo Grande - MS

Entre na conversa, deixe seu comentário!

Comente abaixo sua opinião sobre o assunto e convide o autor da postagem para conversar!
Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Ao navegar nele você está aceitando nossa política de privacidade.