Análise

7 doramas coreanos para quem quer começar (e não sabe por onde)

7 doramas coreanos para quem quer começar (e não sabe por onde)
28 minutos para leitura
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no pocket

Doramas são, basicamente, séries orientais, podendo ser do Japão, Coreia, Taiwan ou China. Nesta lista coloquei 5 doramas para você começar a sua jornada nesse mundo. Escolhi séries coreanas pois a Coreia domina esse mercado. Então, se você ainda não assistiu nenhum e quer começar, essa lista é para você!

Antes de passar a lista com os melhores doramas para você começar, preciso deixar bem claro que dorama não se resume em romance.

Ou seja, embora a maioria dessa lista, e os que fazem mais sucesso, sejam de romance, existem muitos doramas de outros gêneros que são excelentes.

Ademais, considerando que são séries asiáticas, existe um contexto cultural em toda obra que precisa ser levado em conta. Por exemplo, obras que falam sobre reencarnação, espiritualidade e possessão terão o ponto de vista e interpretação da cultura asiática. Então, você precisa estar disposto(a) a absorver e aprender essa nova cultura.

Por fim, os temas que nós costumamos acompanhar em obras ocidentais terão uma abordagem bem diferente, seja na maneira de contar uma história de romance ou de terror. Mas, isso não significa que sejam ruins, apelativas ou forçadas, ok? É o jeito deles de contar histórias. E assim como não concordo com todas os clichês narrativos aqui do ocidente, também não curto 100% das características dos doramas, como o machismo exacerbado.

Nesta lista, portanto, decidi colocar os melhores doramas que eu já assisti independente do gênero. Por isso, essa lista é para você assistir sem receios de ser ruim e acabar não gostando, além de perder tempo.

Sem mais delongas, bora lá?

Mas, antes, o que esperar de um dorama?

Se você está aqui, provavelmente ainda não assistiu doramas. Então, o que você pode esperar assistindo um? Como a primeira autora aqui da Cúpula a falar sobre doramas, me encarrego de te explicar resumidamente sobre isso.

Quando for assistir um dorama, saiba que cada episódio vai ter em média 1 hora de duração (variando entre 50min e 1h30min), e geralmente cada série contém 16 episódios.

Imagem de Kang Dan Yi com expressão pensativa

Por último, um detalhe importante: nem todo dorama vai ter um final fechadinho, e a maioria dos doramas não possuem uma segunda temporada ou uma continuação. Por isso, aproveite a delícia que é assistir doramas, mas sem esperar algo super redondinho no final.

Mas, calma! Aqui eu quis colocar os melhores doramas para começar, portanto, estes aqui são ótimos do começo ao fim e você pode assistir com tranquilidade que vai tudo fazer sentido (ou não).

Agora sim, vamos para a lista!

1) Vagabond

Imagem de Cha Dal ferido e tampando a boca de Go Hae Ri, segurando um celular
  • Gêneros: Ação, Terror, Mistério, Crime, Melodrama
  • Episódios: 16
  • Estúdio: SBS
  • Material fonte: Original
  • Disponível: Netflix
  • Página do dorama no MDL

Para já começar bem, o primeiro dorama da lista é Vagabond (ou Retaliação). A história segue Cha Dal Gun buscando por justiça depois de um acidente de avião. Não quero dar spoilers do que você vai entender logo no primeiro episódio, mas prepare seus lencinhos.

Cha Dal Gun viaja até Marrocos, junto de outros familiares, para homenagear aqueles que morreram no acidente. E lá ele descobre que, talvez, não tenha sido um acidente fatal, mas sim um ato terrorista premeditado.

Sua sede de justiça e vingança o conduzem numa viajem alucinante atrás da verdade e dos verdadeiros culpados do acidente aviário, repleto de muita ação.

Nessa loucura toda, ele encontra com uma Agente do Serviço Nacional de Inteligência (National Intelligence Service – NIS), responsável pela viagem de avião dos passageiros, Go Hae Ri.

Juntos eles começam a caçar os culpados e passam por inúmeras reviravoltas. Qual é a verdade por trás do acidente de avião e o que Cha Dal Gun conseguirá fazer a respeito para trazer justiça aos falecidos e seus familiares?

Por que Vagabond é um bom dorama coreano para começar?

Imagem dos personagens principais do Dorama Vagabond

Sendo bem sincera, Vagabond foi o primeiro dorama que eu assisti que não era romance. Por isso, ele me cativou de primeira com a história super envolvente, inclusive por parecer muito real. Mas, a questão mesmo é que aqui o romance não entra em foco, o ponto principal é a luta por justiça e pela verdade.

Logo no primeiro episódio, tu toma uma baita facada do acidente do avião e eles são muito bons em enfatizar como isso aconteceu e as consequências para quem ficou pra trás. Em Vagabond, você se sente igual ao protagonista, sem conseguir deixar de lado a possibilidade de não ter sido um acidente que tirou sua família de você.

Por isso, esse é um bom dorama coreano para começar, pois há reviravoltas eletrizantes, momentos de alívio cômico e uma história que carrega muitas emoções.

2) Memories of Alhambra

Imagem dos personagens principais de Memories of Alhambra
  • Gêneros: Ação, Terror, Comédia, Romance, Sci-Fi
  • Episódios: 16
  • Estúdio: tvN
  • Material fonte: Original
  • Disponível: Netflix
  • Página do dorama no MDL

Memories of Alhambra (Memórias de Alhambra) é um dorama que se passa em Granada, na Espanha, e conta a história de Yoo Jin Woo e Jung Hee Joo. A trama envolve romance, mas o foco principal é um jogo de realidade aumentada inovador.

Yoo Jin Woo é o CEO de uma empresa de investimentos, além de ser engenheiro e ter uma paixão pelo desenvolvimento de video games.

Ele viaja até a Espanha para encontrar com o misterioso inventor do jogo, mas acaba encontrando com Jung Hee Joo no hotel que ela é dona. Os eventos que se seguem tem como foco as fases do jogo, e coisas completamente inesperadas acontecem conforme Yoo Jin joga.

Houve uma mistura entre realidade e o jogo, o que causa sérios problemas, como o desaparecimento de alguns jogadores. A combinação entre todos esses elementos de narrativa com a trilha sonora, é simplesmente perfeita. Se você quer uma imersão em um mundo de mistérios e jogos incríveis (que te faz ter vontade de poder jogar), esse dorama é para você.

Será que haverá tempo suficiente para zerar o jogo, encontrar o misterioso inventor dele e salvar as pessoas desaparecidas?

Por que Memories of Alhambra é um bom dorama coreano para começar?

Para os apaixonados por ficção, tecnologia e jogos de realidade virtual, esse dorama e a menção honrosa ao final do artigo valem à pena. Memories of Alhambra é um dorama coreano que mistura ficção a realidade de uma forma brilhante, onde um interfere diretamente no outro.

Por isso, acompanhar o desenvolvimento dessa história é muito fácil e muito bom. Bom, nesse aqui talvez você precise deixar sua crença mais livre pra aceitar todos os fatos, mas a história continua sendo bem legal. De certo modo, este dorama coreano ainda traz reflexões sobre o novo mundo moderno dos jogos de realidade virtual e de como isso afeta as pessoas de forma individual e coletiva, a nossa percepção de mundo e de estar nele.

Ah, e um aviso: o final não é fechadinho, existe uma ponta solta. Mas a jornada e toda a experiência assistindo o dorama valem super a pena, afinal podemos estar cada vez mais perto de realidades como as que as séries coreanas mostram.

3) Sisyphus: The Myth (O Mito de Sísifo)

Imagem de Kang Seo e Han Tae
  • Gêneros: Ação, Terror, Mistério, Romance, Drama, Fantasia
  • Episódios: 16
  • Estúdio: jTBC
  • Material fonte: Original
  • Disponível: Netflix
  • Página do dorama no MDL

Em uma aventura eletrizante que mistura passado, presente e futuro, Han Tae Sul e Kang Seo Hae se encontram e tentam mudar o mundo. O Mito de Sísifo é um dorama que estreou esse ano, e que tem uma proposta bastante diferente e única.

Você não entende muita coisa logo de cara, e conforme os episódios avançam todas as coisas começam a fazer sentido. Han Tae Sul é o co-fundador da Quantum & Time, um gênio e brilhante inventor que vive causando problemas para a própria empresa desde o falecimento de seu irmão anos atrás.

Imagem dos agentes de imigração usando roupas de proteção

Mas, será que ele está realmente morto?!

Em meio ao próprio caos que causa, Han Tae Sul conhece Kang Seo Hae, uma mulher que veio do futuro para salvar sua vida e impedir uma guerra nuclear de destruir toda a Coréia do Sul. Através do downloader, ela viaja até o passado e juntos eles enfrentam a Agência de Imigração, descobrindo todos os segredos por trás do sistema do futuro.

Sigma é o vilão mais inesperado que você vai ver, e ele é o grande responsável por todos os eventos que acontecem. Ele guarda imenso rancor contra Han Tae Sul, e planeja tudo minuciosamente. Será que eles dão conta de mudar o futuro e salvar o mundo?

Por que Sisyphus: The Myth é um bom dorama coreano para começar?

De forma direta e simples: é perfeito. Tudo vai se encaixando conforme você vai assistindo, e perto dos episódios finais você talvez já consiga entender aonde isso vai levar. A proposta foi bem diferente e bem única, e a utilização do Mito de Sísifo foi incrível.

Por isso, esse é um dorama coreano que eu recomendo para quem curte viagem no tempo, ficção científica, tecnologia. Além disso, é muito interessante a perspectiva de como o casal se forma, e como disse acima: Sigma é o melhor vilão que eu já vi em um dorama.

Sigma beira a psicopatia, e orquestra todos os passos e eventos de forma brilhante e assustadora. É tudo feito de forma milimetricamente calculado. Talvez você não goste do final que a série teve, pois eu mesma odiei e daria um fim bem diferente. Mas, os mistérios são maravilhosos de se descobrir e acompanhar, você se envolve na temática e vai vivenciando tudo junto com os personagens.

4) Romance Is A Bonus Book

Imagem de capa do dorama Romance Is A Bonus Book
  • Gêneros: Amizade, Negócios, Comédia, Romance
  • Episódios: 16
  • Estúdio: tvN
  • Material fonte: Original
  • Disponível: Netflix
  • Página do dorama no MDL

Diferente dos romances escolares, Romance Is A Bonus Book traz uma perspectiva de relacionamentos mais maduros. Kang Dan Yi é uma mãe solo, que estava em um casamento horrível. Ela decide mudar de vida, e voltar ao mercado de trabalho depois de muitos anos.

Dan Yi sempre teve um melhor amigo, Cha Eun Ho , e ele sempre a ajudava. Eun Ho é escritor e editor chefe, e parte da história é contada pela sua perspectiva, o que torna as coisas interessantes também, pois você tem a visão do personagem masculino diante das situações. Com o foco em algo mais da “vida real”, esse dorama causa diversas emoções.

Ele é divertido, emocionante, e pode trazer muitas reflexões sobre mercado de trabalho, recolocação profissional, aprimoramento, desenvolvimento pessoal e relacionamentos interpessoais (além dos românticos). Eun Ho trabalha em uma editora de livros, e Dan Yi acaba sendo contratada para trabalhar lá também na equipe de apoio.

O desenvolvimento do romance entre eles é muito divertido e prazeroso de assistir, assim como o desenvolvimento das relações entre todos os personagens. De amantes a amigos, de amigos a amantes, de colegas a amigos, e assim por diante. Se você for como o André aqui da Cúpula, que shippa os personagens a uma velocidade sobrenatural, ou gosta de um friends to lovers, você vai adorar esse dorama.

Imagem de Kang Dan Yi e Cha Eun Ho estudando

Por que Romance Is A Bonus Book é um bom dorama coreano para começar?

Romance Is A Bonus Book é dorama coreano focado no romance, mas ele tem uma proposta diferente da maioria que eu já assisti. Os doramas coreanos também podem se dividir por demografia, assim como a classificação dos animes. Por isso, alguns romances eu colocaria como “josei” (uma história e narrativa mais madura), e Romance Is A Bonus Book é um deles. Quem sabe eu crie uma lista só de romances, e mostre isso pra vocês mais pra frente.

Mas, o ponto aqui é que a recolocação profissional da fofa Dan Yi é só uma das coisas super legais de assistir. Ela não é como a maioria das pessoas da sua idade e muito menos como as pessoas mais jovens, pois ela é agora mãe solteira e que precisa de um emprego para sustentar a família.

Durante o dorama coreano, diversos pontos surgem (inclusive da cultura) sobre a idade da Dan Yi, ser mãe solo, não ter trabalhado durante muitos anos, e outras coisas. Além de toda a questão cultural em volta dos papéis que ela representa, temos o romance super leve e gostosinho de acompanhar.

Resumindo tudo, esse dorama de romance coreano representa bem um processo de recomeço da vida e pode trazer muitas reflexões sobre isso.

5) W (W – Two Worlds)

Imagem dos personagens principais de W
  • Gêneros: Terror, Comédia, Romance, Fantasia
  • Episódios: 16
  • Estúdio: MBC
  • Material fonte: Original
  • Disponível: Viki
  • Página do dorama no MDL

Já imaginou poder entrar no seu mangá favorito e namorar o personagem principal que você ama? Pois bem, W – Two Worlds é exatamente sobre isso. A cardiologista Oh Yeon Joo é filha de um famoso escritor de webtoon, Oh Sung Mo. Seu pai desaparece de forma misteriosa bem no meio dos capítulos finais de sua história, a W.

Yeon Joo vai atrás do pai em seu escritório, mas uma mão a puxa para dentro do webtoon, onde ela encontra um homem sangrando. Como médica, seu instinto foi salvá-lo, e depois ela percebe que aquele homem é Kang Cheol, o personagem principal do webtoon de seu pai (e quem ela mais ama).

W – Two Worlds mistura realidade e ficção de uma forma bastante divertida, e os personagens se apaixonam um pelo outro no decorrer da história.

Mas, será que Yeon Joo e Kang Cheol vão conseguir ter seu final feliz?

Por que W (W – Two Worlds) é um bom dorama coreano para começar?

Cara, é muito simples isso: quem não iria querer um experiência dessa? Aqui temos novamente a mistura de ficção com a realidade, onde um consegue interferir no outro. Porém, o detalhe é que só podem interferir com os próprios personagens do webtoon.

Imagem dos personagens principais de W Two Worlds se beijando

Ou seja, a Yeon Joo se torna uma personagem dentro do webtoon e por isso ela pode sofrer alguns ataques do vilão. Ela também controla quando ela entra e sai do webtoon pela lógica dos eventos, e aqui a gente consegue ir percebendo elementos de narrativa que autores utilizam ao contar sua história.

Esse é um dorama coreano divertido, intrigante, com ótimas cenas do casal (quem assiste dorama, vai entender o que eu quis dizer), além de ser fechadinho. Tem um começo, um meio e um fim, as pontas soltas são brilhante e dolorosamente amarradas. Toda ação tem uma reação, e as consequências por entrar no webtoon vão aparecendo pouco a pouco e as reviravoltas são incríveis.

6) Hotel Del Luna

Imagem dos personagens principais de Hotel Del Luna
  • Gêneros: Mistério, Horror, Comédia, Romance, Drama, Fantasia
  • Episódios: 16
  • Estúdio: tvN
  • Material fonte: Original
  • Disponível: Viki
  • Página do dorama no MDL

Hotel Del Luna conta a história de Jang Man Wol, como a dona do hotel que ajuda os fantasmas e espíritos descansarem e aproveitarem o tempo de sua estadia antes de irem para o outro lado. Man Wol “contrata” Goo Chang Sung, devido a um acordo feito com o pai dele anos atrás.

O gerente Chan Sung, se encarrega de cuidar da Man Wol, das finanças e de todo o resto referente ao hotel. Pouco a pouco vamos entendendo a história da proprietária, do gerente e, inclusive, dos personagens secundários.

Todas são comoventes, e te fazem refletir sobre viver a vida e o processo de morrer. Preparem os lencinhos, mas aproveitem a viajem.

Maldições? Amor? Espíritos vingativos? Último desejo pós morte?

Pois bem, temos tudo! O desenvolvimento do romance dos personagens principais é leve e carrega muita delicadeza. Mas, nem tudo são flores, nem mesmo no melhor hotel do mundo para mortos.

Será que há um lugar no céu para o casal ficar junto para sempre?

Imagem de Man Wol olhando para uma árvore

Alguns fãs dizem que Hotel Del Luna é como uma continuação de It’s Okay To Not Be Okay, e os universos são parecidos por conta dos elementos de narrativa. Desde a abertura da série aos elementos sobrenaturais e forma de contar a história, te fazem conectar um dorama com outro.

Porém, não, não é uma continuação. Ambos são “apenas” excelentes doramas para você assistir.

Por que Hotel Del Luna é um bom dorama coreano para começar?

Hotel Del Luna traz uma perspectiva muito diferente sobre os mortos, seus últimos desejos e a travessia desse mundo para o outro lado. De uma forma delicada, cômica e emocionante a série coreana nos conduz em uma viagem maravilhosa de compreensão da vida através da morte.

A mudança da forma de pensar, das ações e, inclusive, dos próprios desejos dos espíritos é algo que beira o admirável. Quase todas as histórias são trágicas, e carregam uma tristeza enorme. Apesar de tudo isso, cada um com sua história triste tenta ajudar os outros que estão passando por situações semelhantes.

Enfrentar, literalmente, seus próprios fantasmas pode não ser a tarefa mais fácil da vida, mas sem dúvidas faz uma diferença enorme. Nesse dorama coreano, temos também o romance como um dos focos centrais de toda a história e de como uma coisa pode interferir na outra. O quanto uma ferida aberta pode causar problemas, e o quanto de esforço é necessário para curá-la?

Da raiva que sentimos, para o amor que não permitimos entrar, Hotel Del Luna captura muito bem as emoções e como nós seres humanos temos dificuldades em lidar com cada uma delas, mesmo depois da morte.

Apenas assistam, e se for necessário levem a suspensão de descrença com vocês.

7) Descendants of The Sun

Imagem de Yoo Shi Jin amarrando o sapato de Kang Mo Yeon
  • Gêneros: Ação, Comédia, Romance, Melodrama
  • Episódios: 16
  • Estúdio: KBS2
  • Material fonte: Original
  • Disponível: Viki
  • Página do dorama no MDL

Descendants of The Sun conta a história de uma médica e de um soldado, que tem suas vidas conectadas por eventos quase aleatórios. Depois de muito tempo, eles acabam se reencontrando quando Kang Mo Yeon vai para Urk, com a sua equipe médica.

E, bom, ali nada mais é do que o acampamento militar onde Yoo Shi Jin se encontra como capitão da equipe Alpha das forças armadas especiais. Nessa base militar, acontecem muitas coisas realmente perigosas e que colocam a vida de muitas pessoas em risco.

O desenvolvimento do romance entre eles dois é algo divertido, intenso e muito maduro. Além disso, existe o desenvolvimento dos personagens secundários, não somente em suas relações amorosas também, mas como eles se desenvolvem enquanto pessoas justamente por conta dos eventos adversos que enfrentam juntos.

Por que Descendants of The Sun é um bom dorama coreano para começar?

Esse dorama também estaria naquela lista de “josei”. Dito isso, ele é um dorama coreano tão bom que eu já assisti mais de 3 vezes. A história é bastante divertida, e carrega muito aquele ar de “era para acontecer”. Uma médica e um soldado que se apaixonam um pelo outro, mas que vivem inúmeras dificuldades juntos (mais a médica que vivencia umas coisas terríveis por conta dele).

Imagem dos personagens principais do dorama Descendants of The Sun fazendo sinal de reverência

Por isso, quando chega um ponto de cheque-mate na relação dos dois, por mais que você não concorde com o que ela possa escolher, você respeita. Aqui não tem aquele viver e fazer de tudo por amor, sem considerar as próprias limitações, o valor de si e o valor da relação de um com o outro.

Então, quando chega o momento de questionar se isso faz bem para ela, você toma um soco da realidade e compreende que isso é que deveria ser normal. Ela não salta para uma relação potencialmente problemática do nada, ela avalia os prós e contras de se relacionar com ele ou de ficar solteira.

Descendants of The Sun é uma excelente pedida nesse sentido, porque é um romance leve e ainda assim intenso, mas que faz você respeitar a escolha dos personagens apesar de isso causar incômodos.

BÔNUS: My Holo Love

Imagem de capa do dorama My Holo Love
  • Gêneros: Romance, Drama, Sci-Fi, Melodrama
  • Episódios: 12
  • Estúdio: Netflix
  • Material fonte: Original
  • Disponível: Netflix
  • Página do dorama no MDL

A história desse dorama coreano é fechadinha, e conta sobre a dificuldade de Han So Yeon em se relacionar com outras pessoas por não conseguir enxergar seus rostos, ela sofre de prosopagnosia, a inabilidade de reconhecer rostos. Quanto ao problema de se relacionar com outras pessoas em sua vida pessoal, também temos o protagonista Go Nan Do.

Os dois acabam por se encontrar por motivos estranhos, mas que ao final acabam conectando um ao outro e descobrindo que já se conheciam há muito tempo. Mas, sem me adiantar nos fatos, Han So Yeon adquire uma inteligência artificial, Holo.

De forma surpreendente, ela consegue enxergar o rosto de Holo, e muitas coisas interessantes acontecem depois disso. Holo é uma inteligência artificial criada por Go Nan Do, proprietário de uma empresa de pesquisa de tecnologia da informação, um inventor genial.

Por que My Holo Love também é um bom dorama coreano para começar?

Imagem de Holo usando a mão como guarda chuva para proteger Han So

Um ajuda o outro em suas respectivas dificuldades, e Holo é um dos melhores personagens dessa história. Vivemos em um mundo cheio de tecnologia, de encontros online, sites de namoro… Em My Holo Love, isso vai um pouco além. O que poderia acontecer entre um holograma de inteligência artificial e uma mulher solitária com dificuldade de se relacionar com as pessoas?

Esse dorama coreano tem menos episódios do que a maioria dos doramas, e apesar disso é bem fechadinho do começo ao fim. É interessante acompanhar a perspectiva de cada um dos personagens dentro do contexto tecnológico mais avançado que poderia existir, onde as emoções humanas podem ultrapassar barreiras invisíveis. A conexão entre os seres humanos, a necessidade básica de pertencimento e outros elementos são muito bem trabalhados.

Pronto! Teve doramas coreanos o suficiente para você escolher um e começar?

Finalizando, essa foi a primeira lista de doramas da Cúpula para os iniciantes nesse mundo. Sejam muito bem-vindos(as)! Em um futuro próximo, quem sabe eu possa trazer listas de doramas com temas mais específicos?!

Comenta aí algum dorama que você acredita que merecia estar nessa lista!

Escrito por

Amanda Franco

Psicóloga

Escritora | Resenhista

São Paulo - SP

Gostou do artigo?

Comente abaixo sua opinião sobre o assunto e convide o autor da postagem para conversar!
Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Ao navegar nele você está aceitando nossa política de privacidade.