Análise

Positively Yours | Primeiras impressões

Positively Yours, mesmo tendo gravidez indesejada como tema, é bastante leve, fofo e maduro
7 minutos para leitura

CALMA! Apesar do nome bastante sugestivo, Positively Yours não é um hentai. Pronto, com isso alinhado, podemos seguir em frente com as minhas primeiras impressões deste webtoon que tanto me chamou atenção (e me prendeu, também) no últimos dias.

Hoje, esta história extremamente popular que eu nunca tinha ouvido falar (e você também não, aposto) conta com cerca de 60 capítulos, mais de 2 milhões de visualizações e mais de 190 mil seguidores. É publicada no Tapas, a plataforma de acesso gratuito do site WEBTOON. Já li algumas coisas por lá, e acho irado a maneira como o Tapas permite com que artistas e quadrinistas possam chegar a lugares antes inimagináveis. Afinal, ninguém merece depender de editoras burocráticas e custosas.

Mas, enfim, do que se trata Positively Yours?

  • Autores: Lee jung (original novem) e kang ki (story & art)
  • Ano de publicação: jun/2020 – em publicação 
  • Capítulos: 60 (em andamento)
  • Gêneros: Romance, Drama, Slice-of-life 

Uma história… diferente

Diferente dentro do possível*, é claro. Digo isso porque Positively Yours, apesar de ser aquele romance gostosinho com diversos estereótipos, tem um diferencial. A protagonista, Hee-won, de uns 28 anos, professora, começa a história metendo a loca em um “caso de uma noite só” e acaba ficando grávida de seu “ficante”.

cena de Positively Yours, onde a protagonista segura um teste de gravidez que aponta positivo

Mas, lembra? Hee-won é uma professora. Na Coreia. A partir de hora que seu teste dá positivo ela já sabe que sua vida será revirada de cabeça para baixo, então nós, como leitores, já entramos numa vibe de “dramalhão pesado”.

Porém é aí que nos enganamos, porque apesar de ter tudo para ser super dramatizado e exagerado, cheio de cargas negativas e gatilhos, o webtoon segue uma linha bem mais leve e cômica, mas ao mesmo tempo não banaliza e nem romantiza o possível trauma que pode ser uma gravidez não desejada – e para todos os envolvidos, mães principalmente, mas também pais, filhos e familiares (e até conhecidos) num geral.

Então, esse cuidado com a temática, junto com a temática diferenciada em si, me forçaram a seguir a leitura.

Uma história… madura

Pessoalmente, nunca havia lido nada do tipo, então os acontecimentos descritos acima já me prenderam desde o capítulo 1, mas com o passar dos capítulos consegui notar uma outra característica notável de Positively Yours.

Como comentei antes, assuntos relacionados a responsabilidade pelos atos, amor de pais/filho, inveja alheia, relações de amizade e até aborto são trazidos à tona, e sempre de uma maneira real e respeitosa. Não sou mulher, ressalto. Mas sinto que Hee-won protagoniza essa história muito bem, mostrando que ela, mesmo naquela situação de “vergonha”, precisa resolver as coisas como puder, de um jeito corajoso, desafiador e realista. Nem sempre, claro, sozinha. E isso nos leva ao outro participante da “noitada”…

Uma história… com o gostosão perfeito!

Felizmente, Positively Yours não é um dramalhão. Na verdade, é um slice-of-life com comédia e romance. Graças a Deus o pai da criança, Doo-Joon, não abandona Hee-won e seu filho ainda não nascido, apelidado de Doo-Jool. Leia novamente, não é o mesmo nome do pai.

doo joon de Positively Yours

Doo-Joon é sem dúvidas o ponto alto para muita gente nessa história, pois ele, desde o começo, demonstra estar super interessado em se juntar a Hee-won para cuidarem, juntos, do bebê. Mesmo sendo mais velho que a protagonista, com cerca de 34 anos, ele é lindo, rico até demais e tem aquele clássico corpão de atleta, bem sarado.

Indo contra multidões que devem o admirar, acho ele até idealizado demais, até porque nem teria como manter aquele corpo tendo a rotina ocupada que ele tem. O traço “ser rico” também torna bem mais fácil evitar o assunto “dinheiro”. Ou seja, naquelas cenas de “nossa, como eles fizeram isso?”, você logo pensa “ah, verdade, o gostosão é rico também”. Mas, enfim, nada que comprometa a experiência.

Como o foco aqui é comédia, acho que conversou bem. E ao mesmo tempo, entrega um personagem masculino que não é um pau no cu com a mocinha, assumindo responsabilidade (talvez até demais, mas ai é detalhe).

Uma história com… romance real, crível e fofo!

Por fim, mas não menos importante, acho importante dedicar um tópico para elogiar a forma orgânica e crível com que o romance entre os protagonistas é desenvolvido.

Doo-Joon, o pai, exige de prontidão o casamento pelo bem-estar da criança. Porém, logo já se vê preso nas garras do amor, se apaixonando por Hee-won. Ele tenta com todas as forças dar seu melhor para que a moça comece a gostar dele.

Hee-won, contudo, começa firme e forte, negando até que seu filho era de fato de Doo-Joon. Ela se sente responsável, e se recusa a casar com um homem que não ama, e na verdade mal conhece, apenas por conta de um bebê. Parece ilógico. Afinal, ele não é um otário, e é lindo e rico, então por que não dar uma chance? Mas a construção da personagem e seu passado nos leva a acreditar que essa decisão faz sentido. Tudo isso torna cada capítulo mais viciante. Afinal, vão ficar juntos ou não? Ela vai amolecer ou não?

Bem, isso você só vai saber lendo. Afinal, essas foram apenas as minhas primeiras impressões de Positively Yours. Não dediquei muito do texto para falar da arte, mas ela é bacaninha, mas nada chamativo, mesmo que a evolução ao longo dos capítulos seja bem clara. Enfim, convido você a ler também para formular as suas impressões e voltar aqui para comentar!

EXTRA: tem umas cenas assim…

!!!

Pois é. É BEM… quente.

Mas também tem cenas assim:

cena engraçada em Positively Yours
Você correndo para ler depois de ver a cena de cima…
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Escrito por

André Uggioni

Co-Fundador

Editor-chefe | Host do CúpulaCast

Criciúma - SC

Entre na conversa, deixe seu comentário!

Comente abaixo sua opinião sobre o assunto e convide o autor da postagem para conversar!
Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Ao navegar nele você está aceitando nossa política de privacidade.