Regra de 3

RegraDe3 | Nami yo Kiite Kure e a importância dos 3 episódios

8 minutos de leitura

Em nossas RegrasDe3, os autores assistem os 3 primeiros episódios de um anime novo lançado na respectiva temporada. Após isso, eles escrevem uma análise sobre esse começo da obra, sendo uma espécie de primeiras impressões. Fique atento: a RegraDe3 é uma visão baseada APENAS nesses 3 primeiros episódios, NÃO sobre o anime inteiro.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no pocket

Nami yo Kiite Kure pretende ser um anime pé no chão, sendo um slice of life Seinen. E por um acaso você só viu o primeiro episódio, pode achar que com a frase acima eu pirei.

Mas calma, confia e você irá entender porque é importante ver pelo menos 3 episódios de um anime para tirar alguma conclusão.

Nami yo Kiite Kure capa
  • Gênero: Comédia, Drama, Romance e Seinen
  • Estúdio: Sunrise
  • Material original: Mangá
  • Episódios: 12
  • Novos episódios: Sábado

Não vou mentir para vocês, eu vi os 3 episódios em sequência, então não consigo imaginar a loucura que deva ter sido assistir o primeiro episódio e esperar uma semana para entender onde tudo aquilo iria parar.

Afinal, em um único episódio temos viagens nos pensamentos da protagonista e eventos no futuro e no passado intercalados, tudo isso sem um aviso prévio que faça algum sentido.

Além da personagem principal falando mais rápido que um narrador de futebol, sendo assim o primeiro episódio por si só, é uma viagem na qual tudo fica embaralhado.

Porém, o segundo e o terceiro episódio são como se desacelerassem o primeiro episódio e você conhece melhor os personagens e o mundo no qual você esta entrando.

Cabeça nas nuvens no primeiro episódio de Nami yo Kiite Kure

De inicio você já é jogado em um ambiente que Minare Koda está no meio de uma floresta, de madrugada, de frente para um urso. Ao mesmo tempo que está transmitindo ao vivo um programa de rádio lendo e-mails de ouvintes.

Detalhe, as cenas são intercaladas entre ela sentada confortavelmente no estúdio e correndo perigo na frente do urso na floresta.

Com o passar do tempo percebemos que era apenas uma forma dela entreter o público, se colocando em um ambiente inóspito e fazendo seu programa normalmente.

Entretanto, logo após da abertura, já vemos nossa protagonista trabalhando num restaurante e tudo aquilo que foi passado anteriormente não parece fazer sentido nenhum.

Entenderam porque o primeiro episódio de Nami yo Kiite Kure é complicado? Por isso irei dar uma sinopse sem ligar para a cronologia dos episódios.

Sobre a parte pé no chão

Bom, Minare Koda é uma jovem-adulta que trabalha num restaurante a um bom tempo, seu hobby principal é beber até cair e acordar na sua cama sem lembrar do que aconteceu.

Numa destas bebedeiras ela conheceu Kenetsugu Matou, um diretor de uma estação de rádio local que, aparentemente, sem ser permitido gravou toda a conversa de bêbada daquela noite de Minare e colocou ao vivo em um programa na rádio.

Minare em seu trabalho, ao ouvir sua voz na rádio corre até a estação e ao tentar fazer a gravação parar, acaba assumindo o controle do microfone e falando igual uma metralhadora, sem gaguejar um segundo sequer.

A repercussão do programa foi muito positiva pelos ouvintes, e isso chamou a atenção do diretor.

Desta forma, a equipe toda resolve ir jantar no restaurante que Minare trabalha tentar convence-la do quanto ela tem potencial e deveria seguir carreira na rádio.

Só que, como estamos falando de uma rádio local, o salário não é nem um pouco atrativo, mas como Minare não está feliz em seu emprego ela não sabe o que fazer.

Então essa é a premissa do anime: uma jovem adulta de 26 anos, infeliz com seu trabalho atual e com medo de tentar uma carreira nova, tentando sobreviver em meio aos seus devaneios e crises existenciais.

Algo disso é parecido com sua vida? Talvez se você tenha acima de 25 anos muitas coisas nesse anime farão sentido.

Minare, a chata legal de Nami yo Kiite Kure

Como disse acima, Minare é uma metralhadora, tanto de palavras quanto pensamentos.

Muitos momentos do anime você não sabe se está na realidade ou num momento paralelo que ela criou em sua mente.

Porém com o passar do tempo você se acostuma com o formato de narração do anime e acaba até criando empatia com a personagem, pelo menos comigo foi assim.

Fora que os outros personagens que acompanham Midore nessa trama são muito bem trabalhados.

Uma menção a mais para Kenetsugu Matou, porque, QUE HOMEM! Se porta como um nobre e sempre tem a resposta pra tudo.

A forma como eles apresentam Minare, sendo uma jovem adulta resolvendo problemas cotidianos, com pensamentos fora da casinha é um excelente trabalho.

Para quem tem quase essa idade, é o anime perfeito para entender ou se frustrar junto com a protagonista.

Como dito acima, é um puro slice of life de adulto, todos os personagens são extremamente realistas, porém cativantes à seu modo.

O único refúgio utilizado pelo autor para tirar da normalidade são os pensamentos da Midore, que depois de acostumado, você irá gostar muito.

Olho no olho

A única coisa que não entendi em Nami yo Kiite Kure, até agora, é porque raios, os personagens possuem um circulo escuro nos olhos?

Quando o primeiro episódio começou com ela na frente do urso e ao mesmo tempo sentada no estúdio, me veio a cabeça que isso nos olhos era algo estilo Black Mirror.

Ou seja, algum dispositivo ultra moderno que leva o usuário para uma realidade alternativa de sua escolha.

Porém, até o momento parece apenas uma característica dos personagens, um pouco estranho, mas não interfere na história. Só atrapalha se você tem TOC como eu.

Finalizando…

Em suma, recomendo demais o anime para quem procura algo mais pé no chão, mas não abre mão de uma boa comédia.

Acredito que não será um megahit ou algo do tipo, porém não perde nada em enredo e personagens cativantes para grandes obras.

Conseguiu me entreter muito, tanto que o terceiro episódio pareceu ter 10 minutos, pois quando percebi já tinha acabado.

E ressalto, se for dar uma chance, veja os 3 episódios antes de qualquer conclusão.

E não deixe de acompanhar nossas RegrasDe3 da temporada. Além disso, você pode usar nosso guia da temporada para acompanhar os animes que estão saindo também!

Regra de 3 logo

Escrito por

Hugo Brogni

Escritor

Inciante | Barbudo | Pseudo marombeiro

Criciúma - SC

Gostou do artigo?

Comente abaixo sua opinião sobre o assunto e convide o autor da postagem para conversar!

Se inscreva e receba
novidades exclusivas
da cúpula do trovão!

Ir para o topo