Regra de 3

My Isekai Life (Tensei Kenja no Isekai Life) | Primeiras impressões

7 minutos para leitura

Em nossas RegrasDe3, os autores assistem os 3 primeiros episódios de um anime novo lançado na respectiva temporada. Após isso, eles escrevem uma análise sobre esse começo da obra, sendo uma espécie de primeiras impressões. Fique atento: a RegraDe3 é uma visão baseada APENAS nesses 3 primeiros episódios, NÃO sobre o anime inteiro.

My Isekai Life: I Gained a Second Character Class and Became the Strongest Sage in the World! é mais um daqueles títulos de tirar o fôlego. No caso, o título é de tirar o folego e já explica todo o contexto da obra numa tacada só. Já a ideia e a animação… Bom, talvez não sejam tão de tirar o fôlego assim. Isekais com Slimes meio que já viraram sua ‘própria categoria’. O próprio estúdio Revoroot já produziu outro com tema semelhante chamado Slime Taoshite 300-nen.

Porém, como vocês bem sabem, não sou um cara que acompanha muito Isekai, é um gênero que pouco me chama a atenção. Curiosos para saber quais as minhas primeiras impressões?

Tensei Kenja no Isekai Life
  • Gênero: Ação, Aventura, Fantasia
  • Diretor: Keisuke Kojima
  • Estúdio: Revoroot (Babylon, Slime Taoshite 300-nen)
  • Material: Light novel
  • Onde assistir: Não encontramos 🙁
  • Novos episódios: Segundas

Guiado pelos Slimes e fortalecido por eles

Talvez para os assistidores ferrenhos de Isekai, My Isekai Life seja só mais um na fila do pão. Porém eu até que achei interessantes alguns detalhes.

Os detalhes

Primeiramente porque Yuji, nosso protagonista, foi isekaisado para uma nova realidade onde ele é apenas um domador de monstros. Uma classe subestimada pelos aventureiros. Contudo é graças a uma enorme quantidade de slimes que se voluntariaram a ser domados, e as habilidades compartilhar conhecimento que esses possuem, que ele se torna – de um momento para outro – um poderoso sábio.

Embora a tendência a ser extremamente overpowered, Yuji se vê tentando entender porque razões foi trazido a esse mundo, e mais, porque seus poderes são tão grandes a ponto de desafiar até as regras dessa realidade?

Enquanto isso ele tenta também não ser o centro das atenções, utilizando os slimes para tudo: combater, usar magias, transportar coisas, reconhecer terreno e tudo mais que for necessário, os verdadeiros MVPs aqui. E receoso, compara as situações de sua nova vida ao que acontecia no ambiente estressante (e possivelmente tóxico) no qual costumava trabalhar.

Agora, mesmo que o anime não dê muita informação, e que sua animação relativamente simples não impressione muito, gostei do fato que parece que o protagonista está disposto a entender seu papel ali, seus poderes e os mistérios (que são poucos até então) deste novo mundo.

Também que não se prende a coisas baratas como fanservice ou violência gratuita para chamar atenção. Talvez seja uma ideia já utilizada, talvez seja previsível, mas aposta que ser family friendly seja o suficiente.

Por fim, é um anime que avança devagar, possui o tempo todo com uma vibe alto astral, provavelmente causada pelos Slimes fofinhos e barulhentos. Ou talvez pelo Lobo Orgulhoso (outro dos monstros domados por Yuji) ser um tanto medroso.

Lobo orgulhoso, lobo medroso

Finalizando as primeiras impressões de My Isekai Life

Apesar de ser um tanto quanto lento em sua apresentação e desenvolvimento, acho que vale a pena dar uma chance para My Isekai Life. Porém, lembrem que essa informação vem de uma pessoa que não costuma consumir esse gênero de mídia.

Então interpretem essa opinião com uma pitada de sal, como diriam os gringos, ou no bom e velho Português: com a pulga atrás da orelha, haha!

Para finalizar, e ser sincero, o anime me ganhou mesmo 100% nesse encerramento que resume a vibe alegre dos episódios, fora dos momentos que tem catástrofe acontecendo, claro.

Assim como com Arsnotoria, vou deixar esse anime pra ver quando meu tempo livre estiver em alta. Quem sabe até lá a história já progrediu um tanto!

Lembrando que teve participação especial do Cebolinha da Turma da Mônica jovem e do Heihachi de Tekken também.

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Escrito por

Luiz Rudolf (Matahashi)

Escritor e Faz Tudo

Curioso, Mangázeiro e defensor de Slam Dunk.

São José dos Pinhais - PR

Entre na conversa, deixe seu comentário!​

Comente abaixo sua opinião sobre o assunto e convide o autor da postagem para conversar!
Ei! Antes de você ir.
Se gosta de animes tanto quanto nós

Conheça nosso podcast sobre animes e mangás no Youtube!

Não se preocupe, ao clicar irá abrir uma nova aba. E você vai poder continuar sua leitura.

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Ao navegar nele você está aceitando nossa política de privacidade.