Análise

Inio Asano: 6 mangás do autor que você precisa conhecer

Inio Asano: 6 mangás do autor que você precisa conhecer
11 minutos para a leitura

Antes de abordar sobre os 6 mangás de Inio Asano, vamos a uma breve introdução.

Quando o assunto é fantasia, isekais, lutas com superpoder e toda aquela adrenalina, é muito fácil cativar. Contudo, e quando falamos de histórias triviais? Os famosos slice-of-life. Abaixo, quando tiver um tempo, dê uma ouvida no cast que os guris gravaram sobre este gênero para entender um pouco mais.

Por muito, este gênero é dado como subestimado, porque não recebe o valor que é merecido. Afinal, aqui estamos falando de histórias comuns, histórias que acontecem na vida real.

Constantemente afirmo que essas narrativas são uma das melhores. Não as enalteço em detrimento das já supracitadas, porque elas têm seus méritos. Contudo, histórias que retratam um recorte da realidade são o suprassumo da arte de transformar algo comum em belo.

autor inio asano, texto 6 mangás de inio asano

Ademais, recentemente escrevi uma crítica sobre o mangá Vitamin. A história discorre sobre o bullying e os impactos profundos que ele tem na vida de alguém. Dê uma lida no texto.

Enfim, todo este pequeno contexto foi para apresentar a vocês um carinha chamado Inio Asano. Asano é meu mangaká favorito.

E devo adiantar que seus mangás não são para qualquer um. Não por intelecto ou qualquer coisa do gênero, mas por trabalhar exatamente a vida em suas histórias.

Ademais, em geral, ele pega bem pesado, mas consegue externar exatamente o que o mundo é e como nos sentimos nele.

Sentir que fazemos parte de uma história de mangá é um grande diferencial. E isto, Asano sabe fazer. Mas claro, se você for o público-alvo dele.

Por fim, neste artigo, separei 6 mangás do Inio Asano que acredito que são imprescindíveis. Está curioso para saber quais são? Então segue aqui comigo e conheça esses títulos maravilhosos.

1) A Cidade da Luz

Vocês vão notar que as histórias do autor não divergem muito no que tange a construção de um cenário ou mesmo situações de personagens. Todavia, ao mesmo tempo, mudam. Cada história possui sua particularidade. E cada qual tem um desenvolvimento pessoal a ser trabalhado.

Em Cidade da Luz, somos apresentados a uma área residencial criada nos arredores de Tóquio. Ela é chamada de “Cidade da Luz”. Ademais, neste mangá temos uma compilação de histórias ora sombrias, ora felizes, ora trágicas. E Asano, aos poucos, entrelaça os destinos de pessoas que nem sempre são tocadas pelos raios de sol que banham a cidade em que vivem.

Reitero, não existe aqui uma grandiosidade. Não há um elemento que te fará saltar os olhos. É o simples e trivial. Não obstante, trabalha a parte emocional que habita dentro de nós.

6 mangás de inio asano, a cidade da luz

Para exemplificar, essa “Cidade de Luz” parece viver rodeada de escuridão e arrependimentos. Há um jovem que é apresentado no mangá que se envolve com a parte obscura da cidade com o intuito nobre de “comprar” a cidade e reconstruí-la da forma que ele via quando criança.

Esse é um dos pontos determinantes da história. A busca por algo que possa trazer uma felicidade que há muito fora esquecida. Também, a superação de algo que acorrentava. Em suma, é uma história muito boa. Em conclusão, afirmo que não é a melhor dele, mas que vale a pena.

2) Nijigahara Holograph

Esse aqui eu já escrevi até uma crítica sobre. Aliás, caso queira conhecer a história com mais profundidade, dê uma lida no artigo. Porém, aqui farei uma breve explanação para que, ao menos, se possa ter uma base sobre o que é a história.

A obra fala sobre os sacrifícios repetidos de uma jovem mulher para salvar o mundo do apocalipse. De resto, a narrativa trabalha bastante o recurso de linhas de tempo alternativas, mas é bem bagunçado. Não tem como saber exatamente quando é uma ou quando é outra.

mangá Nijigahara Holograph

Aqui em Nijigahara Holograph, Asano trabalha com um aspecto mais ficcional. Mas, porém, mantém sua essência de resgatar o comum da vida e trabalha-los.

No tocante à linha do tempo, o passado e o presente dos alunos de uma escola se entrelaçam intensamente. E é partir desses relacionamentos que vamos sendo levados a presenciar histórias antigas, arrependimentos do passado e muita confusão. Afinal, Nijigahara Holograph é tido como um dos trabalhos mais complexos do autor.

3) Boa Noite Punpun

ESSA DAQUI É A OBRA-PRIMA DE ASANO! Boa Noite Punpun é tudo o que um adepto a este tipo de história poderia querer. Aqui, Asano parece entregar tudo de si e denotar uma convicção tão grande em tudo que é passado que dificilmente quem ler não vá sentir algo.

A narrativa trata de temas como depressão, ansiedade e tristeza. Os personagens são complexos, podendo gerar raiva em dada situação, mas compaixão e identificação na seguinte. E como esperado, muitos são um turbilhão de emoções, logo temos personagens agindo de formas distintas várias vezes, sempre volúveis.

mangá boa noite punpun

É fácil sentir uma afinidade com o protagonista, o que torna tudo mais emocionante. Pelo menos foi assim comigo. Mas para mim é mais fácil. Aliás, acompanhamos todas as fases da vida dele. Desde a infância, até a vida adulta. Como ele lida com sua família disfuncional e amigos, seu interesse amoroso, sua adolescência e sua mente hiperativa também são tópicos nos quais Asano se debruça.

Eu tive a oportunidade de escrever sobre Punpun acredito que uma única vez. Caso queira, você pode dar uma conferida no texto. Eu tenho planos de reler este mangá que, afinal, é o meu mangá favorito de todos os tempos. Quem sabe futuramente uma crítica de Boa Noite Punpun não apareça aqui na Cúpula?! Aguardemos.

4) Solanin

Também escrevi sobre este aqui para a Cúpula. Novamente, caso queira conhecer a história com mais profundidade, dê uma lida no artigo sobre Solanin.

Um fato interessante sobre Solanin: ele foi o primeiro mangá do Asano que li e, coincidentemente, o PRIMEIRO MANGÁ que me fez adentrar este universo. Não poderia ter sido melhor. A leitura de Solanin é agradável, não muito pesada e bastante reflexiva.

mangá solanin

Em Solanin, somos apresentados ao jovem casal de namorados Meiko e Taneda. Ambos decidem dar uma virada em suas vidas e ir atrás de seus sonhos de música e liberdade.

Entretanto, a vida é surpreendente e mostra que nem tudo são flores. Inicia-se então uma jornada pela compreensão de que sonho e liberdade requer um alto preço. Acredito que, caso tenha chegado até aqui já despertando interesse nos títulos já apresentados e nos próximos, recomendo que inicie sua “viagem Asano” por Solanin.

5) Dead Dead Demon’s Dededede Destruction

Com esse título extremamente “esquisito”, temos uma das histórias mais loucas e engraçadas do mangaká. Dentre as citadas aqui, Dead Dead Demon’s Dededede Destruction é a que mais apresenta traços cômicos passados pelos personagens, que no caso um em específico aqui.

Sobre a história, três anos após a chegada de uma gigantesca nave espacial aos céus de Tóquio, a presença extraterrestre foi banalizada pelos habitantes da metrópole japonesa.

mangá Dead Dead Demon’s Dededede Destruction

Em síntese, enquanto o governo tenta achar uma solução para a questão alienígena, duas garotas do ensino médio dispõe-se para apresentar esse estranho novo mundo onde os próprios humanos parecem ser uma ameaça maior do que os próprios visitantes espaciais.

Ademais, não se deixe enganar. Este é um pano de fundo para muitos temas importantes que Asano trabalha, como críticas ao sistema, manipulação de massa e política. Escrevi uma crítica sobre este mangá. Dê uma lida depois. Ficou bem interessante.

6) What a Wonderful World

Para fechar esta lista, finalmente, vamos com o título mais recente publicado aqui no Brasil. What a Wonderful World segue, basicamente, os mesmos princípios de A Cidade da Luz e Nijigahara Holograph. São histórias paralelas, mas que de alguma forma possuem uma ligação.

Enfim, o mangá reúne uma coletânea de histórias mostrando o dia a dia de um grupo de jovens que vive na mesma vizinhança na cidade de Tóquio e como enfrentam as adversidades da vida moderna.

Como de praxe do autor, ele aborda temas profundos sobre a psique humana, saltando entre o drama existencialista e a comédia. A obra traz temas sensíveis, como abuso emocional e depressão, o que remete a temas abordados também em Boa Noite Punpun.

mangá What a Wonderful World

Finalizando a lista dos 6 mangás do Inio Asano

Em suma, como comentei no início deste texto, esses são os que eu considero importantes, caso nunca tenha lido nenhum mangá do autor.

Existem vários outros mangás, contudo é a partir desses aqui que saberás se gostará ou não do estilo do mangaká. Por fim, deixe nos comentários o que você achou dessa lista e se você se interessou por algum.

final texto 6 mangás de inio asano
Compartilhe
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Escrito por

Welerson Silva

Jornalista e Escritor

Youtuber | Escrita cabeçuda

Brasília - DF

Entre na conversa, deixe seu comentário!

Comente abaixo sua opinião sobre o assunto e convide o autor da postagem para conversar!
Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Ao navegar nele você está aceitando nossa política de privacidade.