Especiais

Guia Gundam: qual a ordem para assistir? O que assistir?

80 minutos para leitura
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no pocket

Este Guia Gundam tem o intuito de ser o pontapé inicial para adentrar nesse universo de robôs gigantes que são os xodó dos japoneses (e de muita gente de fora). A pergunta inicial desse artigo é: como assistir Gundam? Ou então, qual a ordem da série do anime Gundam?

Gundam é aquele tipo de anime que todo mundo conhece, sabe do que se trata, fala que é bom, mas nunca viu uma única temporada. Mas isso não é algo para se envergonhar, visto que existem uma série de filmes, OVAs, animes, jogos etc. Não é algo trivial começar a assistir.

Além disso, Gundam é uma série com mais de 40 anos, sendo que o primeiro título da franquia estreou em 1979. Somado à isso, existe uma confusão quando o assunto é “como assistir Gundam“, por se tratar de um anime com linhas temporais diferentes e até mesmo universos alternativos.

Nós aqui do Brasil não temos culpa de não conhecer muito bem Gundam, pois apenas uma série foi exibida de forma licenciada em nosso país: Gundam Wing. E para aqueles experts nesse anime, essa série nem é uma das melhores.

É provável que se você tem mais de 25 anos (assim como eu), conheceu Gundam pelo jogo de Super Nintendo que era bem famoso em sua época não só por sua jogabilidade, mas também por sua trilha sonora maravilhosa.

Pensa numa abertura bonita

Como assistir Gundam, afinal?

Se você der uma rápida pesquisada na internet, verá que existem algumas formas de assistir Gundam. Mas não é tão difícil quanto parece. Depois que você entende a lógica por trás, tudo faz sentido.

Todavia, aqui, eu irei listar a ordem cronológica da história dividida em arcos, que é conhecida como Universal Century. Cabe ressaltar, entretanto, que essa ordem não é a mais recomendada para iniciantes.

Sendo assim, existe uma ordem conhecida como Early Universal Century, que é uma forma resumida de como assistir Gundam e conhecer toda a base desse universo.

No entanto, mesmo resumida, a Early Universal Century compreende as maiores guerras, os principais arcos, e os personagens mais icônicos da franquia.

Mas sinta-se livre em assistir da forma que achar melhor. Afinal, só de ter um Guia Gundam como este que tem todos os títulos em ordem já ajuda (e muito!). Clique para ir até onde você quer.

Gundam Robo Gigante Estatua

I) Early Universal Century

A Early Universal Century é uma versão que foi estabelecida pelos fãs da série como “o mínimo que você precisa assistir de Gundam para entender o Universal Century“, sendo este último a versão completa.

Há pessoas que excluem alguns títulos dessa lista, outras que acrescentam. Porém, inegavelmente, essa é a versão de como assistir Gundam da maneira mais direta possível, e no menor tempo.

Afinal, apenas alguns poucos terão a disposição de assistir 72 horas de toda a Universal Century. Dessa forma, a Early Universal Century contém 53 horas se você assistir pelo anime, e apenas 36 horas se você assistir pelos resumos dos filmes (mas esta de 36 horas não é recomendável, então, não aprofundaremos aqui).

Segue uma imagem de como assistir Gundam, seguindo a ordem Early Universal Century:

guia de como assistir mobile suit gundam ilustrado - você consegue ver os títulos escritos abaixo
Clique para ampliar

Caso você goste do que viu na versão Early Universal Century, os convido a dar uma olhada na lista COMPLETA dos títulos de Gundam (fazer link para III).

II) Universos Alternativos de Gundam (títulos independentes)

Antes de mais nada, Mobile Suit Gundam possui uma série de títulos independentes que não fazem parte da história principal e você pode assisti-los sem conhecimento prévio da franquia.

Sendo assim, caso queira, há a opção de iniciar no universo Gundam por alguns títulos independentes.

Mesmo que não seja obrigatório ter visto algo sobre, é inegável que sua experiência pode ser um pouco minimizada. Porém nada que afete a diversão. São eles:

Clique para ampliar

Vale ressaltar, que alguns desses títulos não levam consigo a essência de Gundam e podem dar uma ideia errônea sobre a franquia. O conselho aqui é: assista esses animes de mente aberta.

Fazendo assim, é provável que você aproveite mais essa experiência!

Outro ponto importante: semelhantemente a história principal, até mesmo esse títulos alternativos, possuem histórias paralelas e conteúdos extras. Dê uma conferida no guia!

III) TODOS (praticamente) os títulos da franquia Gundam

1) Universal Century

O Universal Century deu o pontapé inicial dessa franquia absurdamente rica que conhecemos. Saliento que esse é o maior arco da série, e, portanto, compreende boa parte de tudo que existe de Gundam.

Primeiramente, não há de fato um problema em iniciar sua jornada Gundam por aqui. Talvez você perca um “twist” ou outro que vai ser resolvido antes ou depois, mas nada que comprometa gravemente sua experiência.

Inegavelmente, o maior problema de todos está no choque de gerações, pois, o primeiro título desse Guia Gundam é de 2015, e o segundo é de 1979. A chance de você começar por aqui e “dropar” é grande.

Ainda assim, se você tem a convicção de que isso não é um problema.

Vai fundo! Vai ser uma experiência diferenciada. Afinal, poucos são os que assistiram Gundam assim.

1.1) Mobile Suit Gundam: The Origin – UC 0068

  • Ano de produção: 2015
  • Tipo: OVA
  • Episódio: 6
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Yoshikazu Yasuhiko

A história se passa em um universo fictício de nome Século Universal (U. C.). No ano de 0068, Zeon Zum Deikun morre subitamente ao dar seu discurso, com o propósito de declarar independência da República Antônoma de Munzo da Federação da Terra.

Munzo fica em caos, e enquanto a Casa de Zabi sobe ao poder, os filhos de Deikun, Casval e Artesia precisam fugir da colônia para a Terra a fim de sobreviverem.

Certamente vale a pena assistir, dessa maneira, pelo fato de esclarecer alguns pontos que nunca foram explicados na versão inicial. Principalmente do ponto de vista político e qual foi o estopim da guerra.

1.1.1) Mobile Suit Gundam: The Origin – Zenya Akai Suisei

  • Ano de produção: 2019
  • Tipo: Anime
  • Episódio: 13
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Takashi Imanishi

Ainda assim, para aqueles que querem uma segunda opção, há também uma adaptação em anime desta mesma história que foi lançada no ano de 2019. As duas têm uma boa avaliação no site do MyAnimeList; no entanto, eu não sei detalhar as diferenças entre essas duas versões.

Mas, inegavelmente, ambas são versões reconhecidas e aclamadas, e iniciar por qualquer uma delas vai ser sucesso.

1.2) Mobile Suit Gundam – UC 0079

  • Ano de produção: 1979 – 1980
  • Tipo: Anime
  • Episódio: 43
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Yoshiyuki Tomino

A história se passa no ano U.C. 0079, 8 meses após o inicio da guerra pela independência iniciada pelo principado de Zeon contra a Federação da Terra. Zeon, apesar de menor, possui uma vantagem tática devido ao uso de uma nova arma humanoide chamada de Mobile Suit.

Não tem como começar Gundam, e não ver o precursor de tudo. Essa parte, por se tratar de um anime dos anos 80, pode ser difícil de assistir por boa parte das pessoas, ainda mais a nova geração. Então, há uma segunda opção.

Há uma trilogia de filmes, que é um compilado dos 43 episódios condensados em 7 horas de conteúdo. Surpreendentemente, muitos dizem que é a melhor porta de entrada para a série, ainda que mesmo perdendo parte da história do anime original, não perde a essência da animação de 1979.

Abaixo os três filmes:

1.2.1) Mobile Suit Gundam I

  • Ano de produção: 1981
  • Duração: 2h 20min
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Yoshiyuki Tomino

1.2.2) Mobile Suit Gundam II: Soldiers of Sorrow

  • Ano de produção: 1981
  • Duração: 2h 15min
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Yoshiyuki Tomino

1.2.3) Mobile Suit Gundam III: Encounters in Space

  • Ano de produção: 1982
  • Duração: 2h 20min
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Yoshiyuki Tomino

1.3) MS IGLOO – UC 0079

São três OVAs que trazem histórias que se passam antes e paralelamente a alguns eventos da Guerra de Um Ano do primeiro Mobile Suite Gundam. Contudo, elas concentram-se principalmente na equipe de engenharia de Zeon e sua pressa em criar uma tecnologia que equipare-se aos Mobile Suit de Zeon.

1.3.1) The Hidden One Year

  • Ano de produção: 2004 – 2008
  • Tipo: OVA
  • Episódio: 3
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Takashi Imanishi

1.3.2) Apocalypse 0079

  • Ano de produção: 2004 – 2008
  • Tipo: OVA
  • Episódio: 3
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Takashi Imanishi

1.3.3) Gravity of the Battlefront

  • Ano de produção: 2004 – 2008
  • Tipo: OVA
  • Episódio: 3
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Takashi Imanishi

Embora ofereça algumas dicas de como Zeon pode ter perdido a guerra, não é obrigatório assistir. Digo isto porque o CGI dessa animação ficou “aquém”, portanto até mesmo os fãs mais fervorosos de Gundam poderão torcer o nariz.

1.4) Mobile Suit Gundam: The 08th MS Team – UC 0079

  • Ano de produção: 1996-1999
  • Tipo: OVA
  • Episódio: 13
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Takeyuki Kanda

Essa é uma “side story“, sobre um jovem tenente da Federação Terrestre chamado Shino Amada, que é enviado à Terra para liderar o esquadrão dos Mobile Suit Gundam no sudeste da Ásia, para combater o Ducado das forças de Zeon na guerra.

Nessa jornada, o tenente e sua 8ª equipe Mobile Suit descobrem que Zeon está testando uma nova arma secreta, capaz de destruir a sede da federação nos Estados Unidos.

De fato, o legal dessas OVAs é que elas se passam ao mesmo tempo em que Mobile Suit Gundam 0079, e mostra um outro lado da história, sobre um esquadrão de soldados menos expressivos, mas que mesmo assim tiveram um papel de destaque na guerra.

1.5) Mobile Suit Gundam: Thunderbolt — UC 0079

  • Ano de produção: 2015
  • Tipo: ONA
  • Episódios: 2 temporadas de 4 episódios cada
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Kou Matsuo

Assim como Gundam MS Igloo e The 08th MS Team, Mobile Suit Gundam: Thunderbolt se passa paralelo a Guerra de Um Ano, no qual as tropas da Federação e as Forças de Zeon realizam uma feroz batalha no setor Thunderbolt, uma zona perigosa e recheada de destroços uma vez chamada de Side 4 “Moore”.

Primeiramente, esse Gundam é muito bem animado, com boas sequências de combate e uma trilha sonora impecável. Somado a isso, em menos de 3 horas é possível assistir a essa parte completa.

Todavia, há também dois filmes que compilam essas 4 OVAs em 2h e 30min de história. O Primeiro chama-se Mobile Suit Gundam Thunderbolt: December Sky e sua continuação é o Mobile Suit Gundam Thunderbolt: Bandit Flower.

Não sei pontuar suas diferenças, mas ambos são aclamados pelos fãs da franquia Gundam.

1.6) 0080: War in the Pocket — UC 0079-80

  • Ano de produção: 1989
  • Tipo: OVA
  • Episódios: 6
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Fumihiko Takayma

Assim como a maioria das OVAS, essa é uma história secundária que mostra Alfred Izuruha, um menino de 10 anos que vive no aglomerado de colônias neutras de Side 6.

Semelhantemente a maioria dos meninos da sua idade, ele está obcecado com a guerra entre a Federação Terrestre e o Principado de Zeon. Todavia, o problema é quando a guerra chega diretamente a sua porta e afeta sua realidade.

A principio, o legal dessa história é mostrar como os civis estão sendo afetados pela guerra. Mesmo que 0080: War in the Pocket não seja uma ação frenética, é quase que indispensável assisti-la.

1.7) 0083: Stardust Memory – UC 0083

  • Ano de produção: 1991 – 1992
  • Tipo: OVA
  • Episódios: 13
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Takashi Imanishi

0083: Stardust Memory se passa três anos após o fim da catastrófica Guerra de Um Ano.

A paz na Terra e nas colônias é destruída pela presença da Frota Delaz, um grupo militar de Zeon que é leal aos ideais do falecido ditador Gihren Zabi. Delaz, Anavel Gato, uma vez aclamado como “O Pesadelo de Salomão”, se infiltra na base da Federação em Torrington, na Austrália, e rouba o protótipo Gundam GP02A “Physalis“.

O piloto novato Kou Uraki, com a ajuda da engenheira da Anaheim Electronics, Nina Purpleton, e da tripulação do cargueiro Albion, assume o controle do protótipo Gundam GP01 “Zephyranthes” na tentativa de recuperar a unidade Gundam roubada e impedir que outra guerra se inicie.

Eventualmente, essa serie de Gundam, mesmo sendo importante, não é uma das partes obrigatórias de assistir. Porém, ela é a precursora de Mobile Suit Zeta Gundam e estabelece os principais pontos dessa próxima trama.

1.7.1) Mobile Suit Gundam 0083: The Fading Light of Zeon

  • Ano de produção: 1992
  • Tipo: filme
  • Duração: 1h 59min
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Takashi Imanishi

Esse filme nada mais é do que um resumo dos eventos que ocorrem em Mobile Suit Gundam 0083: Stardust Memory. Só para ilustrar, o engraçado dessa história é que esse filme foi lançado menos de um mês antes de sair os episódios 12 e 13 da OVA.

1.7.2) Mobile Suit Gundam 0083: Stardust Memory – The Mayfly of Space

  • Ano de produção: 1992
  • Tipo: Especial (4min)
  • Episódio: 1
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Takashi Imanishi

Esse especial se passa antes dos eventos do episodio 13. Uma vez que ele revela que Cima e sua unidade envenenaram uma colônia Side 5 usando um “nerve gas G-3”, sob ordens.

Mobile Suit Gundam 0083: Stardust Memory – The Mayfly of Space é tão curto que, mesmo não agregando quase nada, vai custar pouquíssimo tempo de sua vida para assisti-lo.

1.7.3) Mobile Suit Gundam 0083: Stardust Memory Picture Drama – The Mayfly of Space 2

  • Ano de produção: 2016
  • Tipo: Especial (12min)
  • Episódio: 1
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Takashi Imanishi

Esse especial é uma side story dentro de uma side story e conta um pouco mais sobre a protagonista Cima, principalmente sobre o encontro com Anavel Gato, além de apresentar um novo personagem, o fugitivo de Zeon Geil Hunt.

Só para exemplificar, provavelmente essa história paralela deve deixar a desejar, pois para ter uma nota de 5.66 no MyAnimeList mesmo tendo uma fanbase tão consolidada, boa coisa não deve ser.

1.8) Mobile Suit Zeta Gundam – UC 0087

  • Ano de produção: 1985 – 1986
  • Episódio: 50
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Yoshiyuki Tomino

Oito anos após os eventos do Mobile Suit Gundam, a Federação da Terra criou uma força-tarefa de elite, conhecidos como “Os Titãs”, que são responsáveis pela caça às forças de Zeon restantes.

No entanto, os Titãs famintos por poder têm se mostrado como Zeon, ou seja, estimulando a criação de uma facção rebelde chamando-a de “Grupo União Anti-Terra” (AEUG).

Com uma narrativa um pouco diferente do seu antecessor, Mobile Suit Zeta Gundam é mais sobre a história dos personagens do que sobre robozões caindo no soco.

Há quem diga que esse é um dos melhores Gundam, com uma história repleta de personagens carismáticos, boa animação, um bom retrato sobre a guerra e uma história sólida e bem construída.

Assim como Mobile Suit Gundam, há uma trilogia de filmes que “resume” esse anime. Porém, ela não é recomendada, pois ocorrem algumas mudanças drásticas dos fatos, modificando totalmente a essência da história de Zeta Gundam.

Mas, caso você não esteja com vontade de assistir um anime antigo, mas ainda sim quer compreender o universo Gundam, então os filmes passam a ser uma opção, por mais que não seja uma boa escolha.

Porém, reitero, Mobile Suit Zeta Gundam é um dos melhores da franquia, com certeza você estará diminuindo sua experiência ao optar pelos filmes.

Segue os filmes:

1.8.1) Mobile Suit Zeta Gundam: A new translation – Heir to the Stars

  • Ano de produção: 2005
  • Duração: 1h 34min
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Yoshiyuki Tomino

1.8.2) Mobile Suit Zeta Gundam: A new translation – Lovers

  • Ano de produção: 2005
  • Duração: 1h 37min
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Yoshiyuki Tomino

1.8.3) Mobile Suit Zeta Gundam: A new translation – Love is the pulse of the stars

  • Ano de produção: 2006
  • Duração: 1h 40min
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Yoshiyuki Tomino

1.8.4) Gundam Neo Experience 0087: Green Divers

  • Ano de produção: 2001
  • Tipo: Filme
  • Duração: 23min
  • Estúdio: Sunrise

Em suma, esta história se passa durante os últimos dias do conflito de Mobile Suit Zeta Gundam e conta a história dos irmãos Asagi e Takuya que viajaram a bordo de um transporte civil com destino à Terra. Pego em uma batalha entre os Titãs e AEUG, eles devem de alguma forma guiar sua nave através da entrada atmosférica.

1.9) Mobile Suit Gundam ZZ

  • Ano de produção: 1986 – 1987
  • Episódio: 47
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Yoshiyuki Tomino

No ano 0088 logo após o fim da Guerra Gryps, Haman Karn e seu exército de Zeons remanescentes no asteroide Axis começam sua busca para reviver o império perdido de Zabi, e proclamar-se como Neo-Zeon.

Com a Federação da Terra indefesa como sempre, apenas o Grupo de União Anti-Terra (AEUG) é capaz de se opor aos planos do Neo-Zeon.

Precisando de ajuda, a nave Argama da AEUG contata um jovem coletor de lixo da colônia Side 1 de Shangri-La chamado Judau Ashta para pilotar seu mais novo Mobile Suit, o Double Zeta Gundam.

Inegavelmente, ZZ Gundam é uma das temporadas mais impopulares de Gundam. Por isso, é fácil encontrar em listas que essa parte é desnecessária e que pode ser compreendida por meio de resumos.

Contudo, há quem diga que os eventos que acontecem são muito importantes para compreender melhor o que acontecerá nas séries a seguir.

A maior critica por parte dos fãs é que ZZ Gundam altera o conceito, muito bem estabelecido até então, de um drama mais pesado, para um tom de comédia espacial com mechas.

1.9.1) Mobile Suit Gundam ZZ: Gundam Frag

  • Ano de produção: 2009
  • Tipo: OVA (4min por ep.)
  • Episódios: 2
  • Estúdio: Sunrise

Em resumo, trata-se de duas OVAs com uma breve retratação da vida cotidiana no campo de batalha do Universal Century.

Por tratar-se de OVAs bem curtinhas, se você gostou de Mobile Suit Gundam ZZ, não vejo por que não assisti-las.

1.10) Mobile Suit Gundam: Char’s Counterattack

  • Ano de produção: 1988
  • Tipo: Filme
  • Duração: 1h 59min
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Yoshiyuki Tomino

A história se passa em U.C. 0093 e mostra o retorno do principal antagonista da história, Char Aznable, que emergiu após cinco anos escondido para liderar o Neo-Zeon mais uma vez na luta pela independência da Federação Terrestre.

Surpreendentemente, outro título controverso. Há aqueles que amam esse filme, mas há também aqueles que detestam. O maior problema desse filme, contudo, é tentar condensar toda uma história complexa em um filme de 2 horas. Então, acontece aquela famosa “rushada” e a narrativa se torna bagunçada e apressada.

Porém, é inegavel que esse filme é um ponto importante na história, pois ele é a conclusão da sanga e dos conflitos do Universal Century e também é a resolução da rivalidade entre Amuro Ray, o protagonista de Mobile Suit Gundam 0079, e seu arquirrival, Char Aznable.

1.11) Mobile Suit Gundam Unicorn

  • Ano de produção: 2010 – 2014
  • Tipo: OVA
  • Episódios: 7
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Kazuhiro Furuhashi

A história acompanha Banagher Links, um menino aparentemente normal que costuma frequentar a escola nas colônias espaciais. Porém, sua vida muda quando ele conhece a misteriosa Audrey Burne, que o apresenta a Unicorn Gundam e tudo que gira em torno dela.

A principio, Mobile Suit Gundam Unicorn é o fechamento da saga principal de Gundam. Uma das temporadas da franquia com mais qualidade em produção. Por isso, muita gente ama de coração essa temporada, enquanto outros se decepcionaram um pouco com a conclusão de 30 anos da série.

Se você pesquisar, talvez encontre lugares que falem que essa saga pode ser assistida individualmente, ou seja, sem ter visto outros Gundam, pois ela faz uma breve recapitulação dos principais acontecimentos do Universal Century.

Mas, definitivamente você não deve fazer isso, já que toda essa construção de 30 anos é impossível de ser condensada em resumo, dentro de uma OVA.

1.11.1) Mobile Suit Gundam Unicorn RE:0096

  • Ano de produção: 2016
  • Tipo: Anime
  • Episódios: 22
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Kazuhiro Furuhashi

Dois anos após a conclusão de Mobile Suit Gundam Unicorn, certamente devido ao seu enorme sucesso, uma versão em anime dessa mesma saga foi produzida em 22 episódios.

Mobile Suit Gundam Unicorn RE:0096 é só uma versão menos produzida de seu antecessor. Com muito menos brilho que as OVAs, no entanto. Então, caso você tenha que optar por uma dessa duas versões, escolha as OVAs.

1.11.2) Mobile Suit Gundam Unicorn Perfectibility

  • Ano de produção: 2018
  • Tipo: Filme
  • Duração: 3min
  • Estúdio: Sunrise

Mobile Suit Gundam Unicorn Perfectibility é uma rota alternativa da batalha final do episódio 7 da OVA de Mobile Suit Gundam Unicorn.

Sendo assim, por se tratar de um filme curto, vale muito a pena assistir, pois o final alternativo é satisfatório, e agradou a maioria dos que assistiram as OVAs.

1.11.3) Mobile Suit Gundam NT

  • Ano de produção: 2018
  • Tipo: Filme
  • Duração: 1h 30min
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Toshikazu Yoshizawa

Mais um filme com base nos acontecimentos de Mobile Suit Gundam Unicorn. Com o inevitável sucesso dessa série, saíram inúmeros conteúdos sobre, a fim de tentar extrair o máximo possível dessa saga.

Esse filme não é obrigatório, e até mesmo para muitos é dispensável. Ainda assim, caso você tenha gostado muito da conclusão da saga, é provável que você encontre diversão aqui.

1.12) Bônus do arco U.C.Mobile Suit Gundam: Hathaway’s Flash

Para o ano de 2021, já temos uma nova triologia de Gundam confirmada. Ela ainda não foi lançada, mas sabemos que ira passar no ano U.C. 0105, 12 anos após o fim da Guerra Neon Zeon (Rebelião de Char).

Mesmo depois do “Choque do Eixo”, que parecia indicar o futuro da humanidade e do Século Universal, o mundo ainda está em uma situação caótica, onde conflitos militares intermitentes continuam a eclodir. O governo da Federação da Terra está mais corrupto do que nunca, e sua liderança não só acelerou a poluição da Terra, mas também implementou uma política desumana de “Caça ao Homem” na qual os civis são exilados à força para o espaço sideral.

Não vou falar muito sobre a trama, para evitar “spoilers” desnecessário, ainda que se você der uma rápida pesquisada, vai achar muita informação sobre.

Fiquem com o trailer:

Mobile Suit Gundam: Hathaway’s Flash

  • Ano de produção: 2021
  • Tipo: Filme
  • Duração: ?
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Shukou Murase

Clique aqui para voltar ao topo do sumário!

2) Filmes, animes e mangás Gundam independentes (ou nem tanto) que fazem parte do universo U.C.

Esses títulos a seguir, foram feitos como adições a linha do tempo U.C. a princípio eles têm pouca ou nenhuma relação com a trama principal desse arco. Além disso, os personagens anteriores fazem pequenas aparições, e os eventos dessas partes acontecem décadas após o “final oficial” do arco U.C.

Ou seja, é um conteúdo adicional a lore de Gundam. Se vale a pena ou não assistir, deixo a seu critério.

2.1) Mobile Suit Gundam F91

  • Ano de produção: 1991
  • Tipo: Filme
  • Duração: 2h
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Yoshiyuki Tomino

Mobile Suit Gundam F91 ocorre 30 anos após o contra-ataque de Char. Planejado inicialmente para ser uma série de TV, mas que por conta de conflitos na produção, se tornou um filme com uma história bagunçada e corrida.

Mesmo não sendo bom, Gundam F91 é um filme que pode ser visto sem conhecimento prévio da franquia, pois mesmo bagunçado, ainda assim a qualidade da animação é boa e serve como entretenimento.

2.2) Mobile Suit Victory Gundam — UC 0153

  • Ano de produção: 1993 – 1994
  • Tipo: Anime
  • Episódios: 51
  • Estúdio: Sunrise/ Studio Deen
  • Diretor: Yoshiyuki Tomino

Mobile Suit Victory Gundam semelhantemente ao Gundam F91, o intuito era estabelecer uma nova franquia se passando na mesma linha de tempo da trama principal. Com 51 episódios Victory Gundam traz de volta conceitos antigos e insere alguma novidades à série.

Esse titulo divide opiniões entre os fãs da série, mas vale ressaltar que Victory Gundam é conhecido principalmente por ser uma das séries mais violentas e tristes da franquia, com uma história pesada e um clima intenso sobre sobrevivência.

2.3) G-Savior — UC 0223

  • Ano de produção: 1999
  • Tipo: Live action
  • Episódios: 1h 32min

Apenas a titulo de curiosidade, Mobile Suit Gundam, possui um live-action canadense que se passa no ano U.C. 0223.

Sinceramente, não tem muito o que falar. A produção desse filme é mais aleatória que um rolê do Ronaldinho Gaucho, e só pelo trailer e trechos dele disponível na internet, inegavelmente é algo que não vale nem um pouco a pena assistir.

2.4) Mangá Mobile Suit Crossbone Gundam – UC 133

  • Volume: 6
  • Ano de publicação: 2003 – 2004
  • Capitulos: 26
  • Criador: Yoshiyuki Tomino

Mobile Suit Crossbone Gundam é um mangá ilustrado por Yuichi Hasegawa, que traz de volta os personagens de Gundam F91, contudo, dando o desenvolvimento que eles mereciam, além de introduzir conceitos interessantes ao universo da série.

Esse título de Gundam não é de fato importante para a franquia, mas possui uma história bem interessante e vale a pena dar uma conferida. Vale lembrar, que não há animação dessa parte até o momento.

2.5) Common Century

Primeiramente, é possível achar que a série de Gundam a seguir se passa em um universo alternativo. Porém, na verdade, ela se passa milhares de anos depois da mudança do calendário do Universal Century.

Mesmo sendo independente, certamente essa é uma parte que se você pegar para assistir sem conhecimento prévio de Gundam, você ficará “boiando” em algumas coisas.

Antes de mais nada, o recomendado é que você veja pelo menos o Early Universal Century, para você aproveitar ao máximo dessas partes.

2.5.1) Turn A Gundam

O conflito agora é entre os humanos da Terra e os humanos que vivem na lua, e com o povo lunar vencendo os terráqueos. Porém, um herói improvável encontra um Gundam e serve como uma das melhores linhas de defesa da Terra.

Turn A Gundam teve dois marcos importantes para a franquia Gundam. O primeiro, como sendo o ultimo a ser desenhado 100% a mão e outro por ser a primeira temporada da franquia a ganhar o prêmio de melhor anime do ano.

Sendo assim, o ponto forte aqui está na animação e trilha sonora, mesmo com uma narrativa mais lenta que o habitual, Turn A Gundam é um dos quem tem uma melhor construção de mundo e um bom desenvolvimento de personagens da franquia.

Vale muito a pena ser assistido.

Turn A Gundam foi compilado em dois filmes, que nem de perto capturam a essência dos 50 episódios do anime.

2.5.1.1) Turn A Gundam I Movie: Earth Light

  • Ano de produção: 2002
  • Duração: 2h e 8min
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Yoshiyuki Tomino

2.5.1.2) Turn A Gundam II Movie: Moonlight Butterfly

  • Ano de produção: 2002
  • Duração: 2h e 8min
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Yoshiyuki Tomino

2.5.2) Gundam: G no Reconguista

  • Ano de produção: 2015
  • Tipo: Anime
  • Episódios: 26
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Yoshiyuki Tomino

A humanidade entrou em uma época de paz universal baseada em uma religião anti-tecnológica. Todo um milênio se passou desde o final do lendário Século Universal, onde lendas como Amuro Ray e Char Aznable governaram o campo de batalha como pilotos de Mobile Suit. A superfície da Terra que antes era fortemente contestada agora está quase totalmente abandonada, com a humanidade preferindo viver em colônias espaciais e na superfície da lua.

Gundam: G no Reconguista, se passa alguns séculos antes de Turn A Gundam, porém, diferente de seu antecessor, as tentativas de vincular a séria ao Universal Century é uma grande confusão. A narrativa também é bagunçada e até mesmo o final é bem confuso.

Dessa forma, não é atoa que esse Gundam possui uma nota de 5.76 no MyAnimeList, mas há aqueles que gostam dessa serie. Então, só assistindo para descobrir.

Atualmente já temos dois filmes que são um resumo de Gundam: G no Reconguista, porém, serão ao todo 5 filmes sobre esse universo e ainda não se sabe muitos detalhes sobre.

São eles:

2.5.2.1) Gundam: G no Reconguista Filme I – Ike! Core Fighter

  • Ano de produção: 2019
  • Duração: 1h e 30min
  • Estúdio: Sunrise

2.5.2.2) Gundam: G no Reconguista Filme II – Bellri Gekishin

  • Ano de produção: 2020
  • Duração:
  • Estúdio: Sunrise

Esse segundo título, em virtude da pandemia do ano de 2020, sofreu adiamento e ainda não tem data definida para seu lançamento.

2.5.2.3) Gundam: G no Reconguista – From the Past to the Future

  • Ano de produção: 2015
  • Tipo: Especial
  • Duração: 9min
  • Estúdio: Sunrise

Esse especial é alguma side story dos acontecimentos de Gundam: G no Reconguista.

Finalmente chegamos ao fim do arco U.C. mas ainda não acabou. Agora as tretas são em universos alternativos.

Clique aqui para voltar ao topo do sumário!

3) Universos Alternativos de Mobile Suit Gundam

Se você acha que Gundam acaba no Universal Century, você achou errado!

Afinal, bem afortunado são os fãs de Gundam, pois conteúdo é o que não falta.

Ainda têm muito anime de robozão trocando soco pela frente! Porém, agora são universos alternativos, algo como um reboot da franquia.

A partir desse ponto, todos os títulos podem ser assistidos por sí só. Tendo pouco relação com os eventos do arco U.C. Mas, é claro, se você tiver assistido pelo menos a versão Early Universal Century, você vai aproveitar muito mais (ou não).

Em sua maioria, são bons títulos de porta de entrada para o público em geral, mas muitos possuem uma essência bem diferente do usual de Mobile Suit Gundam.

O bom é que agora é tudo mais simples. Direto ao ponto. Nem de perto a bagunça magistral que é a linha U.C.

Futury Century

The Future Century possui apenas um único título e pode ser assistido mesmo sem conhecer a franquia Gundam, pois não se trata de nenhuma guerra.

3.1) Mobile Fighter G Gundam

  • Ano de produção: 1994
  • Tipo: Anime
  • Episódios: 49
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Yasuhiro Imagawa

Mobile Fighter G Gundam foi o primeiro titulo a se passar em um universo alternativo, e justamente por isso, os produtores resolveram apostar e criar algo totalmente diferente visto até então.

O anoe é F.C. 0059, todos os lados vivem pacificamente, cada qual sendo de uma nação diferente. Para decidir quem governará as Neo Nações foi criado um tornei entre Gundams, que é realizado de 4 em 4 anos.

Aqui, o termo Mobile Suit, foi substituído por Mobile Fighter, pois agora o único objetivo dos Gundams, são as lutas.

Mobile Fighter G Gundam é sem dúvidas um dos títulos alternativos que agrada a maioria dos fãs, por sua “vibe” anos 90 e sua “trocação” de soco franca entre robôs, mas você têm chances de não gostar, caso seja um “saudosista”.

Com certeza é um título que vale a pena ser assitido!

After Colony

O universo After Colony consiste em dois títulos. Nesta era, as colônias espaciais foram oprimidas pelo governo da Terra por muito tempo. Cansados de serem afligidos, cinco cientistas loucos decidem construir alguns Mobile Suit e enviá-los à terra para se vingar.

3.2) Mobile Suit Gundam Wing

Gundam Wing capa

Após esgotar os recursos do planeta Terra, a Humanidade, sofrendo com a superpopulação e a degradação do meio ambiente, resolve construir colônias no espaço sideral, ao mesmo tempo em que procura recuperar o planeta. O resultado é o estabelecimento de gigantescos satélites artificiais ao redor da Terra.

Com a recuperação do padrão de vida terráqueo, a vida em ambos os sistemas parece caminhar para a perfeição.

No ano de 195 Pós-Colonização espacial, cinco Gundams são enviados das Colônias para a Terra afim de lutarem contra a dominação e repressão da organização Oz.

Os cinco rapazes escolhidos para pilotar os Mobile Suits especiais travarão uma guerra e acima de tudo, precisam descobrir quem são seus verdadeiros aliados e de que lado realmente lutam.

Finalmente chegamos à Gundam Wing, a única série da franquia que passou de forma licenciada no Brasil, inclusive dublada, e com certeza marcou a infância de alguns por aqui.

Porém, Gundam Wing não passa nem perto de ser um dos “bons títulos” do universo Gundam. Ainda sim, como em vários outros animes, o maior problema dessa história é a sua enrolação.

A série é maior do que precisava ser, é há momentos em que alguns personagens tomam alguma atitude apenas para causar algum drama que poderia ter sido evitado e coisas do gênero.

Com certeza, Gundam Wing tinha um grande potencial, que foi desperdiçado em um anime com pouco brilho.

3.2.1) Mobile Suit Gundam Wing: Endless Waltz

  • Ano de produção: 1998
  • Tipo: Filme
  • Duração: 1h 34min
  • Estúdio: Sunrise

Esse filme é uma continuação direta dos acontecimentos de Mobile Suit Gundam Wing, ao mesmo tempo que revela mais detalhes sobre o passado dos pilotos principais.

É um filme bom, porém, ele não é independente, e para assisti-lo, você precisa ver todos os 49 episódios da série Gundam Wing para entende-lo.

Vale ressaltar que tem uma OVA de mesmo nome, com três episódios de 30min cada. Nada mais é do que a mesma coisa que o filme, porém com uma produção menor.

3.3) After War Gundam X

Capa Gundam after war
  • Ano de produção: 1996
  • Tipo: Anime
  • Episódios: 39
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Shinji Takamatsu

A guerra desta linha do tempo veio e se foi e a Terra agora é pouco mais do que um deserto, mas com um monte de armas nível militar à disposição dos civis sobreviventes. 

É só pegar a franquia de jogos Fallout, e somar isso ao universo Gundam. Pronto! temos After War Gundam X.

Antes de mais nada, Gundam X talvez seja o titulo alternativo mais legal da franquia, com sua ideia de uma história Gundam que se passa em um mundo pós-apocalíptico e bem interessante.

Apesar de que mesmo com seu encerramento precoce, pois a ideia inicial era que essa série tivesse 50 episódios, Gundam X não decepciona e entrega um final satisfatório.

Com certeza, é um titulo que vale muito a pena assistir!

Cosmic Era

Após alguns anos, a franquia Gundam finalmente conseguiu emplacar um novo título. Assim sendo, Gundam SEED é uma reminiscência do Mobile Suit Original. A princípio essa versão, é quase que uma versão atualizada daquela de 1979. Seu objetivo provavelmente era o de conquistar o público mais jovem que não se enquadra com animações dos anos 80.

Então, caso você também seja um desses “shounens“, que não curtem animações antigas. É provável que a Cosmic Era é seja a solução. Ou não, porque já está igualmente datada (risos).

3.4) Mobile Suit Gundam SEED

No ano da Era Cósmica 0071, a colônia espacial Heliópolis permanece neutra na grande guerra que assola a galáxia entre Coordinators, seres humanos cujas características biológicas foram alteradas antes do nascimento, e Naturals, pessoas inalteradas que permanecem no planeta Terra. Sobretudo, o ódio profundo dos Naturals pelos Coordinators levou os seres avançados ao espaço, em busca de abrigo em colônias feitas pelo homem.

Gundam SEED, assim como alguns outros títulos da franquia, dividem opiniões. Apesar de sua história ser boa, mesmo que no começo não pareça isso, esse foi o primeiro titulo da franquia a ter uma animação digital.

Então, alguns dos fãs mais tradicionais da franquia Gundam podem vir a não gostar dessa mudança.

Porém, no geral, Mobile Suit Gunda SEED é um titulo que vale a pena, mesmo com alguns deslizes.

3.4.1) Mobile Suit Gundam SEED Destiny

  • Ano de produção: 2004 – 2005
  • Tipo: Anime
  • Episódios: 50
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Mitsu Fukuda

No ano de 0071 da Era Cósmica, uma briga de guerra entre dois Mobile Suit resulta na destruição de um país neutro. Shinn Asuka encontra sua família inteira morta como vítimas da violência, e jura vingança das forças de Naturals da Terra, sob a impressão de que foram eles os responsáveis ​​pela morte de sua família. 

Portanto, Shinn trabalha, principalmente, por meio do caminho das forças militares ZAFT, eventualmente ganhando acesso à cabine do protótipo do traje móvel Impulse.

Assim como seu antecessor, Mobile Suit Gundam SEED Destiny, tenta trilhar o mesmo caminho que a versão original trilhou. Esse titulo se assemelha com Zeta Gundam e tenta dar um ar mais dramático e fúnebre a série.

O problema que o ritmo e o tom é inconsistente, hora muito pesado, hora muito leve. Eventualmente com momentos genuinamente bons e outros de fazer o espectador virar os olhos.

Não é o pior titulo da franquia, mas inegavelmente está longe de ser o melhor. Então, se você tiver com um tempo sobrando, e paciência também, você provavelmente ira gostar do produto final.

3.4.2) Mobile Suit Gundam SEED C.E. 0073: Stargazer

Essa três ONAs fazem parte do universo de Gundam SEED Destiny e conta uma história de um grupo secundário a trama. Esses episódios não tem relação nenhuma com a história principal e não vale tanto a pena assim assistir.

3.4.3) Mobile Suit Gundam SEED MSV Astray

  • Ano de produção: 2004
  • Tipo: OVA
  • Episódios: 2
  • Duração: 7min
  • Estúdio: Sunrise

Mobile Suit Gundam SEED MSV Astray, são duas histórias tão secundárias, que nem de perto lembra Gundam SEED. Há pouco a se falar sobre, a história é confusa e apressada e animação é bem inferior à sua história base.

3.4.4) Mobile Suit Gundam SEED Destiny Final Plus: The Chosen Future

  • Ano de produção: 2005
  • Tipo: OVA
  • Episódios: 1
  • Duração: 47min
  • Estúdio: Sunrise

Essa OVA é uma espécie de ”melhoria” do último episódio de Gundam SEED Destiny. Porém, mesmo com essa melhoria em um tempo estendido, ainda assim as coisas parecem apressadas.

Entretanto, há aqueles que acham que essa mudança, com adição de novas cenas é uma pura perda de tempo e preferem a conclusão do anime.

Anno Domini

Está é a linda de tempo de Gundam que ocorre em nosso futuro!

Eventualmente, a história faz minimamente sentido com a nossa realidade. O ano é 2307 A.D. os combustíveis fósseis da Terra foram totalmente esgotados, e a humanidade se volta para a próxima fonte de energia disponível: a energia solar.

3.5) Mobile Suit Gundam 00

  • Ano de produção: 2007 – 2009
  • Tipo: Anime
  • Episódios:
    • 1ª temporada – 25
    • 2ª temporada – 25
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Seiji Mizushima

O mundo sofre de constantes guerras por motivos econômicos, sociais e políticos, e com a tensão gerada pela rivalidade entre as 3 grandes blocos de poder, empacando o desenvolvimento da humanidade.

Visando mudar esse cenário e fazer a humanidade evoluir para desvendar o espaço, surge a organização paramilitar “Celestial Being”, uma organização secreta que começa a atacar todos com o objetivo de dar um fim as guerras do mundo com o uso de força bruta.

Com efeito, são usados os Gundams, Mobile Suits muito mais avançados tecnicamente, e poderosos, do que qualquer outro existente.

Com sua parcela de fãs, Mobile Suit Gundam 00 é um bom titulo, mas que possui uma série de defeitos que para alguns, não da para serem relevados.

Mesmo assim, a série foi bem sucedida, como resultado, ganhou uma continuação em anime e um filme. Se vale a pena assistir ou não. Nesse caso, mais que nos outros, você terá que tirar suas próprias conclusões.

3.5.1) Mobile Suit Gundam 00 Special Edition

  • Ano de produção: 2009 – 2010
  • Tipo: OVA
  • Episódios: 3
  • Duração: 1h e 30min
  • Estúdio: Sunrise

Mobile Suit Gundam 00 Special Edition é uma versão resumida da primeira e segunda temporada de Gundam 00. Porém, há algumas novas sequências animadas e novos diálogos.

Sendo assim, talvez seja uma opção para aqueles que têm curiosidade sobre essa parte, mas não está afim de ver 50 episódios de um anime.

3.5.2) Gundam 00: Tenshitachi no Kiseki

  • Ano de produção: 2008
  • Tipo: Especial
  • Duração: 25min
  • Estúdio: Sunrise

Esse especial é uma recapitulação da primeira temporada de Gundam 00 mas do ponto de vista de outro personagens, Setsuna.

3.5.3) Gundam 00: A Wakening of the Trailblazer

  • Ano de produção: 2010
  • Tipo: Filme
  • Duração: 2h
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Seiji Mizuhima

No ano 2314 DC, o mundo está em paz. Graças aos sacrifícios do Celestial Being e seus pilotos de Mobile Suit, o povo da Terra experimenta um tempo de prosperidade e unidade, desfrutando de uma vida tranquila que antes parecia impossível. 

Celestial Being, uma organização antes pintada como vilã pela Federação da Esfera Terrestre, agora existe na percepção pública como um grupo de heróis, celebrado no cinema e na cultura.

Quando uma ameaça extraterrestre chega à Terra, ameaçando a recém-adquirida calma, o Celestial Being volta à ação. Liderados pelo ás piloto Setsuna F. Seiei, os Gundam Meisters do grupo lutam contra as forças alienígenas hostis, aliando-se a antigos rivais para proteger a raça humana de uma destruição certa.

A Wakening of the Trailblazer ocorre 2 anos após o final da história da segunda temporada. O marco desse filme é que pela primeira vez em 30 anos de franquia, os autores resolveram incluir seres alienígenas na trama.

Vale a pena dar uma conferida e ver o resultado da inserção desse novo elemento à história.

Advanced Generation

Nesse ponto voltamos a um Gundam por universo alternativo, sendo esse um dos títulos mais impopulares da franquia, visto que sua nota no MyAnimeList é de apenas 6,50.

Porém, isso não quer dizer muita coisa, visto que ainda há quem goste bastante dessa parte por conta de suas novas ideias.

3.6) Mobile Suit Gundam AGE

  • Ano de produção: 2011 – 2012
  • Tipo: Anime
  • Episódios: 49
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Susumo Yamaguchi

No ano de A.G. 101 (Calendário da Geração Avançada), uma entidade misteriosa conhecida apenas como “UE“, ou “inimigo desconhecido”, ataca e destrói a colônia espacial Angel. 

Todavia, este ataque brutal torna-se infame e conhecido como o “O dia em que o anjo caiu” e marca o início da guerra da humanidade pela sobrevivência.

A série começa em AG 108 quando a UE ataca a colônia espacial Ovan, onde Flit Asuno mora com sua mãe. A mãe de Flit é morta pela UE, e em seus pertence ele descobre os projetos de uma arma poderosa do passado – o antigo messias chamado “Gundam“.

O bacana dessa parte de Gundam, é que eles tentam dar uma renovada na formula e aplicam um novo conceito. A história começa com um personagem e 20 anos depois a história continua, mas com seu filho, ainda lutando contra o mesmo exército inimigo.

3.6.1) Mobile Suit Gundam AGE: Memory of Eden

  • Ano de produção: 2013
  • Tipo: OVA
  • Episódios: 2
  • Duração: 1h 15min
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Shinya Watada

Contemporary Era

Nessa linha de tempo paralela, se passa em um universo ligeiramente mais futurista, e os Gundam agora são populares, possuindo brinquedo e itens colecionáveis.

Essa parte é focada não mais em guerras e sim em luta entre Gunpla!

Para quem não sabe, Gunpla são os bonecos oficiais motaveis de plastico que são vendidos no Japão.

Sendo assim, para colocar dois “bonequinhos” Gundam, lutando um contra o outro, crio-se uma espécie de simulador que os fazem moverem-se dentro de uma arena, alá Beyblade ou Yu-Gi-Oh!.

A ideia dessa parte é completamente diferente e fora da curva do padrão tradicional da franquia. Algo que tinha chances de dar errado. Mas o resultado final é uma série divertida e popular.

3.7) Mokei Senshi Gunpla Builders Beginning G

  • Ano de produção: 2010
  • Tipo: Especial
  • Episódios: 3
  • Duração: 15min
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Kou Matsuo

Primeiramente Begginning in G é basicamente um conteúdo promocional do que estaria por vir. A ideia desse Gundam é bem comercial, e provavelmente deve ter caído na graça dos japoneses.

Sem pretenção nenhuma esse especial é bem divertido e uma boa introdução de Gundam Build Fighters.

3.7.1) Gundam Build Fighters

  • Ano de produção: 2013 – 2014
  • Tipo: Anime
  • Episódios: 25
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Shinya Watada

Através do poder das partículas de Plavsky, os fãs agora podem usar seu Gunpla contra outros em uma batalha no estilo de realidade virtual com os melhores competidores no Torneio Mundial Gunpla.

Sei Iori, cujo pai já foi finalista da competição, sonha em um dia vencer a competição sozinho. No entanto, embora Sei seja um experiente construtor de Gunpla, inegavelmente ele carece de destreza para lutar de forma eficaz contra suas criações durante uma batalha real. 

Analogamente, surge Reiji, um garoto misterioso e recluso, mas que rapidamente demonstra a Sei uma tremenda habilidade em batalhas Gunpla. Os dois meninos decidem combinar suas forças para varrer o Torneio Mundial e conquistar o mundo Gunpla.

Mesmo com um forte apelo para o público infantil, a série consegue ser cativante e supreendentemente empolgante. Sua história é sólida, e mesmo para aqueles velhos fãs saudosistas de Gundam, podem achar diversão aqui, pelas inúmeras quantidades de referências que há na série.

3.7.2) Gundam Build Fighters Try

  • Ano de produção: 2014 – 2015
  • Tipo: Anime
  • Episódios: 25
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Shinya Watada

A história de Gundam Build Fighters Try se passa 7 anos após o final da 1ª temporada. Agora, o Gunpla Battle Club da Seiho Academy tem apenas um membro, Hoshino Fumina, que é um estudante da terceira série do ensino fundamental. 

Sendo assim, como presidente do clube, ela precisa de mais dois membros para participar do próximo Campeonato de Batalha All-Japan Gunpla. Um dia ela encontra um estudante transferido chamado Kamiki Sekai, que viajou para treinar Kenpo com seu mestre. Então, juntando-se a um jovem construtor da Gunpla Kousaka Yuuma, seu desafio para a Batalha da Gunpla se inicia.

Mesmo sendo inferior a seu antecessor Gundam Build Fighters Try, não deixa a peteca cair e mantem a diversão. Sendo assim, se você gostou da primeira temporada, é mais do que recomendado você assistir.

3.7.3) Gundam Build Fighters Try: Island Wars

  • Ano de produção: 2016
  • Tipo: OVA
  • Episódios: 1
  • Duração: 36min
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Shinya Watada

Gundam Build Fighters Try: Island Wars é uma história paralela/conteúdo extra de seus antecessores. Até da para assistir de forma individual, mas você irá perder muitas referências.

Vale a pena dar uma conferida caso você tenha gostado dos primeiros títulos. Pois assim como os outros, está muito bem animado.

3.7.4) Gundam Build Fighters: Battlogue

  • Ano de produção: 2017
  • Tipo: ONA
  • Episódios: 5
  • Duração: 11min
  • Estúdio: Sunrise

Um pouco diferente do titulo anterior, esse é de fato uma side story. Mesmo não tendo uma trama tão bem desenvolvida, a animação é um show a parte e vale a pena assistir.

3.8) Gundam Build Divers

  • Ano de produção: 2018
  • Tipo: Anime
  • Episódios: 25
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Shinya Watada

Gunpla Battle Nexus Online (GBN) é um novo jogo de rede que permite às pessoas desfrutar de uma variedade de missões usando Gunpla em uma dimensão virtual do ciberespaço. Os alunos do ensino médio Riku Mikami e Yukio Hidaka recrutam seu colega Momoka Yashiro e mergulham juntos neste vasto mundo. Tornando-se “Divers”, ou habitantes do GBN, eles conhecem uma garota misteriosa chamada Sarah, que tem uma sensibilidade incrível para Gunpla

Certamente, Gundam Build Divers é uma especie de sucessor espiritual de Gundam Build Fighters. Eles pegam o conceito de Beyblade e adicionam mais um elemento e transformam em algo mais próximo de Sword Art Online.

De fato é um anime esteticamente bem bonito e animado, e se você gosta de animes ambientados em jogos online, certamente você irá gostar do que Gundam Build Divers tem a oferecer.

3.8.1) Gundam Build Divers Re:Rise

  • Ano de produção: 2019
  • Tipo: ONA
  • Episódios: 13
  • Estúdio: Sunrise Beyond
  • Diretor: Shinya Watada

Dois anos se passaram desde que a lendária força Build Divers lutou contra a segunda Coalizão de Voluntários para salvar o EL-DiverGunpla Battle Nexus Online (GBN), onde esses eventos aconteceram, foi atualizado para fornecer feedback sensorial para um jogo mais realista. 

Mas conforme o GBN se torna ainda mais emocionante, existem mergulhadores que jogam com suas próprias motivações em mente. 

Com um nova equipe de Build Divers, protagonizado por Hiroto, Kazami e May, cada qual com suas peculiaridades é uma continuação direta de Gundam Build Divers.

Certamente, se você gostou da primeira parte, não há como não gostar dessa. Como uma temporada bem anima e uma história bem desenvolvida, mesmo sem a essência Gundam orginal aqui, é um anime divertido e vale a pena assistir.

3.8.2) Gundam Build Divers Re:Rise 2nd Season

  • Ano de produção: 2020
  • Tipo: ONA
  • Episódios: 13
  • Estúdio: Sunrise Beyond
  • Diretor: Shinya Watada

Gundam Build Divers Re:Rise 2nd Season é a uma continuação direta de seu antecessor. Sobretudo, ela amarra os pontos deixados na primeira temporada, e termina de desenvolver os personagens e as tramas.

Sendo assim, se você gostou da primeira temporada, certamente você gostará do “desfecho” dessa história. A principio, como os outros títulos dessa “nova leva de Gundam“, Gundam Build Divers Re:Rise, de fato não é para os fãs mais tradicionais da franquia.

3.8.3) Gundam Build Divers Prologue

  • Ano de produção: 2018
  • Tipo: ONA
  • Episódios: 1
  • Duração: 14min
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor:

O Gunpla Force Battle Tournament é um grande evento realizado no GBN uma vez por ano. Competindo na rodada final estão Avalon, liderado pelo campeão Kyoya Kujo, e a elite da 7ª Divisão Panzer liderada pelo astuto Rommel

Mesmo sendo um prólogo, esse Gundam funciona melhor como uma apresentação do que está por vir. Sendo assim, por possuir apenas 14 minutos, vale a pena dar uma conferida. O nível de animação é acima da média.

3.9) Post Disaster – Mobile Suit Gundam: Iron-Blooded Orphans

  • Ano de produção: 2015 – 2017
  • Tipo: Anime
  • Episódios:
    • 1ª temporada – 25
    • 2ª temporada – 25
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Tatsuyuki Nagai

A história desenrola-se 300 anos após a grande guerra “Yakusai-sen” e segue Mikazuki Augus, um jovem que trabalha para uma empresa de segurança privada em Marte, a Chryse Guard Security (CGS) e que mais tarde torna-se o piloto do Gundam Barbatos.

Depois de aceitar o trabalho de proteger uma menina chamada Cuderia Aina Bernstein, ele envolve-se em várias batalhas, porque ela está tentando tornar independente a cidade de Chryse da Terra.

Por fim, chegamos à ultima série famosa (ao menos no Brasil) de Gundam, que recebeu uma série de elogios e algumas criticas por seu tom mais sombrio, como crianças soldados e escravidão.

Mesmo, sendo uma história independente, talvez não seja o melhor titúlo para iniciar sua jornada Gundam, caso você opte por escolher assistir sem ter visto nada da franquia.

Mas, inegavelmente, Mobile Suit Gundam: Iron-Blooded Orphans é um titulo que merce ser assitido.

3.9.1) Mobile Suit Gundam: Iron-Blooded Orphans – Urðr Hunt

Mobile Suit Gundam: Iron-Blooded Orphans – Urðr Hunt, se passará alguns anos após seu antecessor. Entretanto, por conta da pandemia do Corona Vírus, esse título ainda não tem uma data de estreia/distribuição definida. Contudo, ainda não há muito informação disponível sobre e não cabe ficar teorizando aqui.

Mas, já temos um trailer disponível que para quem já assistiu, pode dar algumas pistas sobre o que se trata a trama.

Clique aqui para voltar ao topo do sumário!

4) Bônus – SD Gundam

SD Gundam está como material bônus porque apesar de ter uma base de fãs, nada mais é do que uma série de paródias da franquia (por enquanto).

Mas, cada fez mais está saindo mais e mais conteúdo sobre esse universo, e talvez tenham uma história sólida a caminho. Há alguns jogos desse título e no geral são bem divertidos.

4.1) SD Gundam Sangokuden Brave Battle Warriors

Para quem gosta do universo Gundam e ao mesmo tempo gosta das histórias de batalha da china, SD Gundam Sangoku Brave Battle Warriors é um prato cheio.

Essa é uma recontagem/paródia Gundam de uma das maiores batalhas da China, conhecida como “A Batalha dos Três Reinos”. Talvez você conheça essa história por meio dos jogos do Dinasty Warriors, ou por uma de suas diversas adaptações cinematográficas.

Mas, é fato que esse Gundam é para um público seleto, pois, caso você não conheça sobre Gundam e minimamente sobre os eventos da batalha dos três reinos, talvez você não consiga achar diversão aqui.

Com uma animação agradável e carismática, SD Gundam Sangoku Brave Battle Warriors é bem divertido e vale o tempo investido.

4.2) SD Gundam World: Sangoku Souketsuden

  • Ano de produção: 2019 – atual
  • Tipo: ONA
  • Episódios:
  • Duração: 15 min
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Takahiro Ikezoe

SD Gundam World: Sangoku Souketsuden ainda é sobre “A Batalha dos Três Reinos”, porém, eu não sei dizer se é uma nova história ou se é uma continuação direta.

Fato é que esse SD Gundam não tem uma boa avaliação no MyAnimeList, e conta com uma nota de apenas 5,77.

Vá por conta e risco!

4.3) SD Gundam World Heroes

  • Ano de produção: 2021
  • Tipo: Anime
  • Episódios: ?
  • Lançamento: Abril
  • Estúdio: Sunrise
  • Diretor: Takahiro Ikezoe

Esse vai ser o primeiro Gundam, do universo SD Gundam a ganhar uma versão de anime de fato. Seus antecessores fizeram um relativo sucesso e gerou uma série de conteúdos vendáveis.

Porém, a franquia é uma aposta em inovação, e mesmo ainda não tendo muitas informações disponíveis, SD Gundam será sobre robôs que não são robôs (?).

A ideia aqui é de trajes vivos que não precisam de pilotos, o que é muito diferente de tudo que vimos até hoje. Outro ponto, é que essa série tem um traço muito mais caricato para seus personagens.

Confira o trailer:

Ainda não há muita informação disponível sobre a trama. De fato é sobre a cultura chinesa e suas mitologias, mas ainda não se sabe ao certo se terá relação com os outros SD Gundams ou não.

Se vai ser bom ou não, só o tempo irá dizer!

Mas de fato, está tudo bem bonito.

Clique aqui para voltar ao topo do sumário!

Conclusão do Guia Gundam…

Gundam é um marco na cultura popular japonesa e um marco no universo dos animes, e em qualquer canto do mundo, só há uma coisa mais famosa que Jesus Cristo – e não são os Beatles.

Certamente, não estão todos os títulos nessa lista. Afinal, Gundam é um universo tão rico e expansivo que parece que a cada ano que passa, sua quantidade de conteúdo dobra.

Ficaram de fora desse Guia Gundam, alguns mangás, jogos, especiais muito curtos sem relevância e títulos que são puramente comerciais ou em comemoração há algo, tipo Gundam VS Hello Kitty.

Mas se de fato eu deixei algum titulo importante de fora, só me dar um toque ali nos comentários que eu adicionarei o quanto antes!

Espero que esse guia sirva de porta de entrada para esse universo. Pois Gundam tem sua fã acima de tudo, pelo mérito de sua história e construção de mundo.

Então, aproveite e desfrute de tudo que ele têm a oferecer!

Clique aqui para voltar ao topo do sumário!, caso ainda não tenha cansado de navegar pelo guia!

Para finalizar, me fala aí, qual o seu título favorito da franquia e porque é o Zeta Gundam?

Escrito por

Pedro Bernardes

Profissional de Educação Física

Cult | Atleta | Leitor compulsivo

Belo Horizonte - MG

Gostou do artigo?

Comente abaixo sua opinião sobre o assunto e convide o autor da postagem para conversar!

Se inscreva e receba
novidades exclusivas
da cúpula do trovão!