Especiais

Cúpula Awards 2021 – Os melhores animes de 2020 (para nós)

39 minutos para leitura
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no pocket

Como prometemos ano passado, nos esforçamos, assistimos muitas coisas e escrevemos muitas outras, e cá estamos nós, na segunda edição do Cúpula Awards, dessa vez falando sobre os melhores animes de 2020: o Cúpula Awards 2021!

O Cúpula Awards 2021 terá basicamente as mesmas diretrizes e ideias do Cúpula Awards 2020, porém mudamos nossa maneira de analisar, e tentamos trazer um ar um pouco mais original para nossa votação.

É interessante também deixar claro que os ganhadores de cada categoria aqui NÃO foram eleitos por votos populares. Ou seja, todos os animes que desta votação são títulos que nosso time interno assistiu e avaliou ao longo do ano.

Desta forma, é ÓBVIO que nós não conseguimos assistir TODOS os animes que saem no ano. Então, na verdade, essa votação elegerá os melhores DENTRO DO QUE A GENTE ASSISTIU. Mas é evidente que assistimos a grande maioria dos animes de 2020 que de fato pudessem competir aqui.

LEMBRETE: AS OBRAS NESTE SÃO ANO DE 2020, MESMO O ARTIGO SENDO PUBLICADO NO COMEÇO DO ANO DE 2021.

Ah! Agora também temos o Para-raio Awards! O “inverso” do Cúpula Awards

Um diferencial que traremos a partir dos Awards 2021 é que vamos ter o Para-raio Awards, que é tipo o INVERSO do Cúpula Awards.

Ali, a ideia é eleger os “melhores para as piores categorias possíveis”… São categorias bem fora do comum…

Clique aqui para acessar o Para-raio Awards!

Como funcionou a votação do Cúpula Awards 2021?

Nós tiramos algumas categorias, pois é presunçoso demais julgar qualificações técnicas, como direção, roteiro, narrativa, animação, etc., sendo que NÃO SOMOS críticos profissionais e nem dominamos áreas técnicas que se relacionam com a produção de obras audiovisuais.

Pois é, somos gente como você! Nem mais, nem menos.

Desta forma, fizemos uma curadoria interna para reduzir os indicados de cada categoria para apenas 5 (cinco) indicados.

Após isso, separamos nosso time interno em “capazes de votar em todas as categorias” e “capazes de votar em algumas categorias”. O motivo disso é que nem todos puderam acompanhar boa parte dos animes que saíram no ano de 2020.

Mas sem mais delongas, damos início ao Cúpula Awards 2021!

1) Melhor anime original

Para ficar claro, um anime original é aquele que não tem nenhum tipo de material fonte como base, tipo um mangá, jogo, light novel, etc.

Ou seja, o criador/idealizador tira a ideia da “cachola”, e muitas vezes este é o diretor do anime. Claro, sempre há a inspiração por trás da criação.

Como já dizia um velho ditado: “Nada se cria, tudo se copia”.

A cada ano que passa, vemos mais e mais produções originais sendo lançadas, e não é à toa, já que os serviços de streaming estão ganhando mais espaço com o público de animes.

Esse ano não foi diferente. Foi um ano incrível para animes originais.

Essa uma boa estratégia para aumentar o catálogo sem pagar os direitos da obra, e de quebra criar algo autoral ou até mesmo uma franquia de sucesso, quem sabe.

Foi uma decisão bem difícil até mesmo para escolher os 5 concorrentes, visto que alguns mereciam figurarem dentre os indicados, como Appare Ranman.

Mas os concorrentes dessa categoria foram:

Sem dúvidas, é uma lista bem heterogênea, uma vez que cada um dos animes acima tem uma história completamente diferente do outro. Isso torna difícil a escolha, já que não são animes “comparativos”.

Mas, “só pode haver um”, e dentre os melhores, tem um que se sobressaiu, apesar de ser um título controverso. Afinal, de início ele parecia algo “genérico”, mas no decorrer foi algo de fato “original”!

Ganhador: Deca-Dence

protagonista de deca dence sentada no meio da montagem

Primeiramente, se você não viu Deca-Dence, é impossível falar dele sem dar um spoilerzão. Então, vá assistir antes e pule esse tópico. Esteja avisado!

Lembra da frase: “Nada se cria, tudo se copia”?

Então, Deca-Dence à primeira vista era o exemplo perfeito disso: uma mistura de Shingeki no Kyojin e Máquinas Mortais, com um leve toque do webtoon Leviathan.

Fato é que era tudo muito genérico. Até mesmo o design de personagens era algo simplório, básico; algo já visto diversas vezes.

Porém, tudo muda no final do primeiro episódio, quando aparecem os “geloucos da Coca-Cola!”, como disse o André no CúpulaCast sobre Deca-Dence.

Esse plot-twist é um “Uou, que porra está acontecendo!?”.

Tudo vira de ponta cabeça; e para ajudar os “geloucos” tem um design completamente diferente de tudo que já vimos, algo “cartoonesco”, meio que saído da Nickelodeon, bem destoante dos personagens “reais”.

Esse ponto é um divisor de águas; ou você vai curtir, ou vai odiar, pois é esse o rumo que a história vai tomar.

Deca-Dence tem um bom começo, meio e fim, ainda que cometa alguns deslizes, principalmente pela pressa em entregar uma história fechada em 13 episódios.

Todavia, com certeza é um dos animes que mais marcou o ano de 2020 e merece o título de Melhor Anime Original.

Se quiser somar um pouco a mais sobre Deca-Dence, o André escreveu um artigo aqui na Cúpula sobre o anime também.

Menção Honrosa: Akudama Drive

capa akudama drive

Seria muito triste se nessa “premiação”, Akudama Drive não fosse mencionado aqui como “possível ganhador”.

Já viu aquela: “A primeira impressão é a que fica”.

Pois bem, na real, a impressão que fica mesmo é a última!

Deca-Dence teve um inicio excelente, um desenvolvimento “ok” e um final meio aquém do qual esperávamos, mesmo sendo um bom final.

Akudama Drive foi o oposto. Teve um inicio bacaninha, um desenvolvimento modesto, uns dois episódios totalmente aleatórios que quase estragaram a obra e um episódio final digno de um lágrimas e aplausos.

A nossa editora Helena fala um pouco mais sobre em sua análise de Akudama Drive.

Mas é fato que, Akudama Drive, mesmo sendo um anime “nota 7” 90% do seu tempo, consegue a façanha de fechar com uma nota máxima e dar um desenvolvimento digno para sua protagonista que parecia avulsa durante boa parte da obra.

Sem dúvida nenhuma, quem assistiu não irá contestar Akudama Drive aparecer como menção honrosa no Cúpula Awards (talvez até que merecesse ganhar!).

2) Melhor troca de soco

Você pode gostar de drama, comédia ou até mesmo de um bom romance. Mas é impossível não se empolgar em ver dois bons personagens trocando porrada franca, e tudo isso seguido de uma boa animação e trilha sonora.

Para ficar claro, essa categoria leva em consideração apenas a cena em si, e não o contexto por trás daquela luta (dentro do que for possível).

As lutas concorrentes aqui são aquelas dignas de uma AMV; sendo que qualquer pessoa que olhar, vai se empolgar, mesmo sem entender nada do que está acontecendo.

Com isso em mente, vamos aos indicados dessa categoria:

  • Itadori e Nanami x Mahito (Jujutsu Kaisen)
  • Mori x Daewi (The God of Highschool)
  • Ogun x Forest Demon (Enen no Shoubotai: Ni no Shou)
  • Executor x Pugilista (Akudama Drive)
  • Cho Soran (Hitori no Shita The Oucast 3rd season)

Essa também foi uma categoria difícil, e dependendo do seu nível de envolvimento com a obra, talvez você contestará o resultado…

Porém, é inegável que a troca de soco do campeão rodou o mundo até mesmo entre aqueles que não assistem animes.

Ganhador: Cho Soran (Hitori no Shita The Oucast 3rd season)

vencedor da melhor troca de soco com personagens ao centro da montagem

Aposto que pelo nome muita gente não deve saber que diabos de anime é esse. E, de fato, além de ser um anime pouco conhecido, é um anime baseado em um webmanga chinês e que está em sua terceira temporada.

Mas tenho certeza que, mesmo sem saber qual é esse anime, há uma boa chance de você já ter visto a cena de luta em questão.

Se o anime é bom ou não, é outra história. O ponto aqui é que essa cena é linda em proporções absurdas.

É uma luta bem dirigia e coreografada, “clean“, e conseguimos acompanhar cada movimento sem excesso de cortes. A animação está fluida e bem desenhada.

Enfim! São tantos adjetivos positivos que daria uma artigo apenas de elogios para a direção e coreografia dessa cena. É uma luta no melhor estilo das artes marciais chinesas dos filmes antigos do Jackie Chan e Jet Li.

E quem não gosta de filmes desses dois atores, não é mesmo?!

3) Anime mais esperado do ano

Essa é uma categoria um tanto quanto atípica, tanto que se você parar para analisar, quase nenhum guia de “melhores animes do ano” conta com uma categoria assim.

A categoria “Anime mais esperado do ano” nasceu com a ideia de relembrarmos as pessoas dos animes mais comentados do ano, mas previamente as suas estreias.

Claro que não fizemos nenhum tipo de pesquisa ou nada do tipo. Não é a ideia do Cúpula Awards. A ideia aqui é a discussão interna do nosso time, com base, claro, naquilo que sentimos, analisamos e concluímos ao longo do ano.

Mas sem mais delongas, os indicados para essa categoria foram:

O último parece até meme, tendo em vista que aqui na Cúpula praticamente ninguém curte SAO. Porém, ele de fato estava sendo esperado. Principalmente pelo André, pelo Dudi e pelo Welerson, que levam SAO como um grande guilty pleasure. Mas todos eles entraram em consenso sobre ficarem desapontados com essa temporada…

Quando falamos de “mais esperado”, todos os outros títulos listados acima foram, de fato, muito esperado pela maioria daqui. Na verdade, tivemos muitos outros animes que poderiam figurar nessa categoria…

Só que, no fim, deu no que deu…

Ganhador: Re:Zero 2ª temporada

Anime mais esperado do ano

O anime mais esperado do ano é aquele que fica na nossa cabeça logo que sabemos que ele vai lançar. Aquela estreia ou continuação que fica pipocando, e você fica se perguntando “ok, quando vou poder assistir isso?”.

É aquele que os sites de notícias de anime comentam muito, e toda e qualquer coisa que sai sobre ele todo mundo corre para se informar…

Haikyuu poderia ter sido o ganhador? Sim, poderia. Tanto que foi o terceiro mais votado…

The God of High School, inclusive, ficou na segunda colocação aqui. Provavelmente pelo que ele poderia representar: os webtoons virando animes! Tanto ele quanto Tower of God poderiam estar aqui. Talvez, um até represente o outro…

Por que Attack on Titan: The Final Season não está aqui? Porque ele é, na verdade, um anime da temporada de janeiro de 2021. Começou a lançar antes, em dezembro de 2020, mas oficialmente é de 2021. Então, só aparecerá no próximo Cúpula Awards…

Por fim, como supracitado, deu no que deu.

A continuação de Re:Zero foi, sem dúvidas, uma das obras mais esperadas do ano de 2020, tendo em vista a legião de fãs que esse anime criou lá em 2016, quando sua primeira temporada foi ao ar.

Talvez pela sua ótima direção. Talvez por trazer um protagonista carismático e bem “humano”, que realmente sofreu bastante e nos gerou muita empatia.

Ou, ainda, pode ter sido simplesmente por ser um isekai – mas um isekai que é diferente, pelo menos para nós aqui da Cúpula

Enfim muita, muita gente gosta e esperava Re:Zero. Merecido!

4) Melhor abertura

Uma boa abertura é aquela te prepara para o anime.

É ela que dita o ritmo da obra. Preferencialmente, ela deve fazer o espectador sentir exatamente coisas que ele sentir assistindo o anime. Portanto, uma abertura que puxa para um dramalhão pesado, seria uma péssima escolha para um anime como Konosuba, por exemplo.

Apesar de óbvia, a colocação anterior é importante, porque a abertura é como se fosse a capa do livro que é o anime. Dessa forma, ela precisa impressionar.

E nessa temporada, tivemos algumas assim. Mais do que 5, talvez, porém aqui iremos com as cinco abaixo.

Será que ficaria um pouco “demais” colocar todas as aberturas aqui? Hmm… Não importa! Todas são ótimas! Vamos relembrar:

  • The God of High School: “Contradiction” (feat. Tyler Carter), de KSUKE.
  • Jujutsu Kaisen: “Kaikai Kitan“, de Eve.
  • Keep Your Hands Off Eizouken!: “Easy Breezy“, de chelmico.
  • Jibaku Shounen Hanako-kun: “No.7”, de Jibaku Shounen Band.
  • Kaguya-sama 2ª temp.: “DADDY! DADDY! DO!” feat. Airi Suzuki, de Masayuki Suzuki.

E aí, já sabe qual foi o vencedor?

Bom, provavelmente sim.

Nós mesmos já imaginávamos onde isso ia dar (e quase erramos!). Porém, continuava válido fazer a votação. Um fato surpreendente é que “Contradiction”, de The God of High School, chegou aos 40% dos votos, porém, não teve jeito, deu no que deu…

Ganhador: “Kaikai Kitan“, de Eve (Jujutsu Kaisen)

yuuji de jujutsu kaisen vencedor de melhor abertura

Doa a quem doer. Você pode estar errado e não gostar de Jujutsu Kaisen, porém, é inegável que a abertura deste anime é de uma produção que excede 99% das aberturas já feitas.

A música não é enjoativa, muito pelo contrário, é extremamente divertida e empolgante, igual um shounen precisa. A animação é simplesmente de deixar o queixo cair. O uso de CGI com 2D ficou impecável.

Além disso, a abertura apresenta personagens e, sutilmente, entrega parte da trama da temporada, mas sem dar spoilers. Na verdade, ela possui outras versões, mudando uma coisinha ou outra com o passar dos episódios.

É uma abertura simplesmente viciante, marcante e muito, muito bem produzida.

Não desmerecemos as outras, mas deu o óbvio.

A banda chegou a soltar um clipe animado original devido ao tamanho sucesso da abertura

5) Melhor ending

Se a abertura é a capa do anime, ou seja, aquilo que vende a ideia principal da obra e te ajusta para o provável ritmo da narrativa, o encerramento é a hora de dar um passo para trás e revisar um pouco do que vimos nos episódios.

Muitas vezes, é no encerramento que percebemos sentimentos e conflitos que certos personagens estão tendo. É também no encerramento que, muitas vezes, nós temos cenas e mais cenas melancólicas, com muitos takes até “tristes”, que servem para terminar numa vibração um pouco mais calma.

Seguem os indicados:

  • Jujutsu Kaisen: “Lost in Paradise feat”. AKLO, de ALI.
  • The God of High School: “WIN”, CIX.
  • BNA: Brand New Animal: “NIGHT RUNNING” feat. AAAMYYY, de Shin Sakiura.
  • Dorohedoro ED 3: “D.D.D.D”, de (K)NoW_NAME.
  • Golden Kamuy 3ª temp.: “Yusetsu”, de The Sixth Lie.

Porém, o vencedor deste Cúpula Awards 2021 não fez NADA do que foi descrito lá em cima. Consegue imaginar qual foi?

Tá fácil…

Ganhador: Jujutsu Kaisen: “Lost in Paradise” feat. AKLO, de ALI

vencedor da melhor ending de 2020

Se a categoria das openings foi fácil, essa daqui nem deu graça, pois “Lost in Paradise” venceu com incríveis 75% dos votos. Vitória simplesmente esmagadora.

É difícil traduzir para texto o sentimento que essa ending passa ao espectador. É esquisito porque ela contraria o senso comum das endings, porque ela, na verdade, eleva nosso astral com uma música animada, um traço bem rabiscado e cenas divertidas dos personagens principais do anime. Dessa forma, você sai feliz e animado do anime, e não o contrário disso.

Essa abertura repercutiu demais na sua estreia. Provavelmente houve até um efeito “episódio 19 de Demon Slayer” aqui, porque tudo em Jujutsu ficou de deixar o queixo cair nos quesitos técnicos. Talvez, o hype foi para a ending também.

Mas isso não tira mérito dela. Ficou muito, muito bacana, bem produzida e memorável.

Menção honrosa: as várias endings de Dorohedoro

Seria impossível e injusto sair desse tópico sem dar mais de valor para as endings de Dorohedoro. E eu disse “as”.

Sim, apesar de seus míseros 12 episódios, Dorohedoro, ou melhor, a banda (K)NoW_NAME, nos entregou uma ost completamente original e criada para o anime. Ao total, foram 6 encerramentos diferentes ao longos dos 12 episódios.

capa critica dorohedoro

Todas ficaram um show à parte. Cenas engraçadas, violentas e únicas (igual o anime), e com uma música igualmente excêntrica e divertida, exaltando a primeira e a terceira.

Decidimos colocar apenas a terceira aqui como indicado para dar espaço para outras obras, mas como já dito acima, seria injusto sair dessa categoria e não deixar um grande OBRIGADO para a banda.

Todas as endings ficaram legais demais. Nessa playlist você pode ver a abertura + todas as endings de Dorohedoro, todas da banda (K)NoW_NAME.

6) Melhor primeiro episódio

Apesar de antes termos comentado que “a impressão que fica mesmo é a última”, isso só acontece quando a primeira impressão já fez seu trabalho e convenceu você a continuar vendo aquele respectivo anime.

De fato, primeiros episódios precisam impressionar o espectador. Caso contrário, por que diabos continuar assistindo?

Além disso, o ser humano é programado para gerar primeiras impressões de tudo. Isso tem tudo a ver, inclusive, com preconceito e criação de estereótipos. Você pode até não gostar, mas essas coisas existem. O problema é o que você faz depois de ter essa primeira impressão…

No caso dos animes indicados, todo mundo com certeza quis ver o segundo episódio. Ou seja, a primeira impressão, o primeiro episódio, não só fez o trabalho, fez bem feito.

São eles:

  • The God of High School
  • Dorohedoro
  • Munou na Nana
  • Great Pretender
  • Japan Sinks 2020

Sem dúvidas todos os indicados possuem primeiros episódios muito poderosos e que fazem muito bem sua função.

The God of High School nos joga em meio a uma perseguição insana, divertida e muito bem animada, tecnicamente falando, já ditando o ritmo do anime: algo rápido, com design bem colorido e uma animação fluída. Fora a trilha sonora que, de fato, é empolgante (depois ficou esquecível, a gente sabe).

Dorohedoro nos surpreendeu, principalmente, por sua originalidade. A construção de mundo e a maneira não expositiva de como ele é apresentado certamente são marcantes. Você se sente perdido, mas ao mesmo tempo fisgado por aquela atmosfera caótica e com cores muito fortes. O CGI também chama atenção para o lado positivo.

Munou no Nana certamente parece ser só mais um anime de escola de magia. Tudo parece clichê. Os produtores fizeram de tudo para que nós realmente pensássemos que fosse ser só isso mesmo… Só que não foi. O final do primeiro episódio com aquela virada na trama torna o episódio muito impressionante e com certeza você verá o próximo.

Great Pretender surpreendeu por muitas coisas. A arte é bela, a trilha é maneira, os personagens são bem chamativos, e é um anime de vigaristas, coisa que não vemos todo dia. Tudo foi muito original, bonito e interessante.

Japan Sinks 2020, por outro lado, impressiona pelo impacto, tanto da história, quanto do design. Conseguimos ver perfeitamente que é um anime de Masaaki Yuasa logo nos primeiros momentos, e a escala de tensão cresce muito bem ao longo do primeiro episódio, fato este importantíssimo para a temática do anime.

Mas, no fim, o vencedor foi…

Ganhador: The God of High School

protagonista de the god of high school no centro da montagem

O primeiro episódio de The God of High School é impecável pois já coloca o espectador numa posição de: cara, é isso que você vai ter daqui para frente… Motos sendo perseguidas por pessoas de bicicletas, muita, mas muita ação e uma animação muito bem feita e chamativa.

Provavelmente por ser um dos animes mais esperados do ano, e por ter entregue um primeiro episódio muito bom mesmo, The God of High School acabou se consolidando aqui na Cúpula como o “melhor primeiro episódio”, ou seja, “a melhor primeira impressão” também.

Afinal, se já estávamos esperando algo bacana, e o estúdio MAPPA nos entregou com muito carinho algo além do esperado, só podia dar muito certo.

7) Anime mais bonitão

É inegável que um bom roteiro é imprescindível para algo ter sucesso. Entretanto, uma boa arte também corrobora significativamente para alcançar este objetivo. E como o assunto aqui é animação, investir na parte gráfica é de suma importância.

É importante salientar a orientação de uma obra. Por muito existem comentários ácidos em cima de determinadas animações por serem consideradas “feias”. Vale lembrar que não necessariamente aquele tipo de visual foi indesejado, mas sim planejado para ser daquela forma.

E assim como há este segmento, também existem aqueles animes onde o visual rouba totalmente a cena por sua extravagante beleza. Por vezes, torna até mesmo uma história mediana em algo implacável. Um exemplo fácil e atual é a arte de Kimetsu no Yaiba (Demon Slayer).

Não que a história não seja boa, mas a beleza elevou o anime a outro patamar. Esta categoria existe justamente pensando nesses momentos em que o visual de uma obra fazem saltar os olhos.

E os indicados para o anime mais bonitão foram:

  • Eizouken ni wa Te wo Dasu na!
  • Great Pretender
  • Dorohedoro
  • Akudama Drive
  • Jibaku Shounen Hanako-kun

Todos os animes elencados acima possuem suas qualidades reconhecidas, uma vez que cada um segue um visual divergente. Mesmo que peculiares.

Todavia, um precisa ser eleito o melhor. E esse anime foi…

Ganhador: Jibaku Shounen Hanako-kun

Anime mais bonitão

Com uma paleta de cores altamente vibrante e personagens esteticamente agradáveis, Jibaku Shounen Hanako-kun mereceu esta categoria.

Aliás, em determinados momentos, o anime remete bastante ao tipo de pintura conhecida como aquarela. Logo, essa sutileza de detalhes edifica ainda mais o anime e realça sua beleza.

anime Jibaku Shounen Hanako-kun

Sem mencionar o fato de que Jibaku Shounen Hanako-kun é um anime que discorre sobre uma temática de histórias assombradas. Com um visual tão bonitão e fofo, poderia vir a destoar, entretanto casou perfeitamente.

E caso não conheça esta obra e queira entender melhor do se trata a história do anime que ganhou a categoria de “anime mais bonitão”, confira a crítica do Welerson disponível aqui na Cúpula.

8) Melhor continuação

Diferentemente da categoria sobre o “anime mais esperado”, esta aqui é, efetivamente, a concretização das expectativas: qual das continuações fez jus ao que se esperava delas?

Lembrando que, por continuação, entende-se animes que já tiveram pelo menos uma temporada, e estão prosseguindo com a sua história.

Relembrando o que já foi dito: Attack on Titan (The Final Season) não entra aqui, porque começou tardiamente em dezembro, o que empurrou as suas possíveis premiações para o ano de 2021.

Apesar de termos tido algumas surpresas positivas com 2020, poucas foram as continuações, o que facilitou um pouco mais nosso trabalho em discutir as cinco indicadas.

São concorrentes nessa categoria:

  • Haikyuu!!: To the Top (4ª Temporada)
  • Kaguya-sama 2ª temporada
  • OreGairu 3ª temporada
  • Re:Zero 2ª temporada
  • Golden Kamuy 3rd Season

E, adivinhem? Lá vem ele de novo…

Ganhador: Re:Zero 2ª temporada

Melhor continuação

Além de ter ganhado a categoria de mais esperado do ano, ganha também a melhor continuação. Re:Zero é, sem dúvidas, o isekai dos isekais, e traz uma nova perspectiva sobre o gênero até mesmo para aqueles que não gostam muito.

Apesar das opiniões gerais divergentes nas redes sociais sobre a primeira temporada, a segunda teve uma repercussão inegável com as novas faces dos personagens que já conhecíamos. Re:Zero assumiu uma face um pouco mais “dark que conquistou aqueles que ainda não tinham sido conquistados.

Entre nós, por aqui, ele ganhou com 57% dos votos, seguido por Haikyuu!! (que deu um show de emoção na sua finalização) e OreGairu (que fecha, com chave de ouro, calmamente, em sua terceira temporada, seguindo o mesmo clima das anteriores).

De alguma forma, todos os cinco indicados foram importantes para nós, mas… amamos o Subaru.

9) Maior superação de expectiva

Você vê o nome, olha a capa, lê a sinopse… e não parece bom. Já aconteceu? As expectativas são baixas, diminutas, quase nulas: não tem como esse anime ser bom. Pois é, nós aqui também passamos por isso. Nada mais justo, então, que criar uma categoria só para isso!

Há aqueles animes em que colocamos muitas expectativas, e nos decepcionamos. Mas há aqueles que as expectativas são tão baixas… e, de repente, vem uma surpresa; não é que é bom? É disso, portanto, que essa categoria fala!

Vamos listar aqui os cinco que a gente não dava nada, mas que superaram (e muito) nossas expectativas!

  • Runway de Waratte
  • Id:Invaded
  • Majo no Tabitabi
  • Kakushigoto
  • Munou na nana

Essa não foi uma categoria fácil, viu? E dá para ver nos resultados…

Ganhadores: Kakushigoto e Munou na Nana (empate técnico)

vencedores de maior superação de expectativa de 2020

Falando assim, parece até que é mentira, mas Kakushigoto e Munou na Nana ficaram empatados, com exatamente 28,6% dos votos. Os outros também receberam votos, então, foi uma categoria bem disputada e nada fácil de escolher. É certo que alguns de nós queriam votar em mais de uma…

(E, aqui, um disclaimer: Não veja nada sobre Munou na Nana antes de assistir! Quanto menos você souber, melhor.)

Então ficamos assim: de um lado, uma história de um mangaká que esconde de sua filha o segredo de seu trabalho; de outro, um anime que parece ser o seu típico slice of life escolar, mas não é nada disso. Os dois a 50 km/h, qual ganha?

Acabaram chegando ao mesmo tempo. Os dois valem muito, muito a pena, por diferentes motivos: Kakushigoto surpreende com seus personagens e originalidade, enquanto Munou na Nana te engana e leva a história a outro extremo. Na dúvida, por que não assistir a ambos?

10) “Trovãozão do ano”

E chegamos, então, na categoria “anime do ano” da Cúpula do Trovão.

Porém, demos nosso toquezinho de originalidade: agora, essa categoria se chamará “Trovãozão do ano”. Afinal, essa é uma categoria para julgar o “melhor anime de 2020 para a Cúpula”!

Os 5 indicados:

  • Eizouken ni wa Te wo Dasu na!
  • Dorohedoro
  • Deca-Dence
  • Great Pretender
  • Jujutsu Kaisen

Sim, são animes que apareceram ao longo deste Cúpula Awards inteiro.

Mas isso é óbvio, né? Afinal, o que elege um possível “melhor do ano” é um somatório inteiro de fatores, e não apenas uma característica ou outra.

O anime vencedor foi um anime que impressionou em todos os aspectos. História, trama, personagens, design, abertura e encerramento, animação… Em tudo mesmo. Talvez, os elementos clichê tenham deixado alguns espectadores com o pé atrás (como foi com o Dudi), mas mesmo assim, esse pessoal está lá, assistindo.

Todo mundo tá assistindo. Ou vai assistir. É tipo como foi Demon Slayer no ano passado.

Inclusive, ao comparar com Demon Slayer, é impossível deixar de fora da análise de “Trovãozão do ano” um fator muito importante: o boom de vendas do material original. Afinal, este é um dos principais fins para o qual animes são feitos. E não foi diferente com o ganhador.

As vendas de seu material original (mangá) subiram mais de 235% após o lançamento do anime. Recentemente, bateu 15 das 16 primeiras vagas de mangás mais vendidos em uma semana no Japão. Atualmente, já consta com mais de 20 milhões de cópias em circulação…

Enfim, não é o “novo Demon Slayer”. Mas é super, super popular, bom e muito bem produzido.

É aquele anime que você, literalmente, espera toda semana para ver.

Ganhador: Jujutsu Kaisen

premiação do melhor anime do ano de 2020 com jujutsu kaisen

Nós sabemos que este anime não acabou ainda. Porém, é bem improvável que depois de terem acertado por mais da metade da temporada, a história fique simplesmente horrível e essa votação se torne inválida (fora que não queremos ele competindo em 2021). Já estamos no segundo cour de Jujutsu, e o nível de produção se manteve exatamente o mesmo: de deixar o queixo cair.

A história continua interessante. Os clichês continuam ali, mas faz parte. Os personagens continuam divertidos e carismáticos (e até enigmáticos). Isso tudo fora que os leitores do mangá falam que só melhora daqui para frente.

Claro que é completamente aceitável você ter achado qualquer outro anime indicado mais interessante. Ou até mesmo algum que não apareceu aqui.

Porém, o Trovãozão do ano leva em consideração, também, os critérios técnicos e de impacto no mercado. Desta forma, não tinha como dar outra.

Em suma, Jujutsu Kaisen mereceu, com toda a certeza, a unanimidade dos votos desse Cúpula Awards 2021. 100% dos votos foram para ele. E talvez, continuariam sendo, mesmo que fizéssemos essa votação com mais pessoas…

Concluindo mais um Cúpula Awards…

Nesse ano tivemos algumas categorias bem complicadas, como a de Melhor anime original e a de Melhor continuação. Ambas foram muito discutidas no dia da votação, gerando brigas discussões acirradas entre os membros. Mas bem, cada um tem seu voto, e deu no que deu.

Houveram categorias em que o segundo anime mais votado com certeza poderia ganhar, como o Anime mais bonitão e o Melhor primeiro episódio. Então não leve o que leu nesse artigo aqui como verdade absoluta.

Não somos críticos profissionais. Fazemos esse artigo para nos divertir, e, ao mesmo tempo, deixar nossos leitores e ouvintes por dentro da opinião geral da Cúpula com relação aos animes do ano. Neste caso, de 2020.

Sendo assim, os animes aqui foram, sem dúvidas os melhores animes de 2020. Mas os melhores pra gente. Talvez os melhores para muita gente.

Mas e para você? Os resultados teriam sido muito diferentes dos nossos? Comenta aí!

Clique aqui para baixar todas as imagens dos ganhadores!

Escrito por

Cúpula

Blog

Interessante | Atual | Sério

Criciúma - SC

Gostou do artigo?

Comente abaixo sua opinião sobre o assunto e convide o autor da postagem para conversar!

Se inscreva e receba
novidades exclusivas
da cúpula do trovão!

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Ao navegar nele você está aceitando nossa política de privacidade.
Gosta de animes e mangás? Conheça o nosso podcast!